Baixa no Governo Pereira: Secretário Ivan Cordeiro deixa a Secretaria de Mobilidade Urbana


Secretário Ivan Cordeiro e o Coordenador Jackson Youshiura

Sem concordar com as medidas truculentas ordenadas pelo prefeito Herzem Pereira, o ex-secretário da Mobilidade Urbana entregou sua carta de demissão ao prefeito, hoje , ás 16:30. Cordeiro fazia parte de um pequeno grupo de secretários que não depende do dinheiro da Prefeitura, e com isso, tem liberdade de opinião. Episódios grotescos como o ocorrido com o motorista de táxi na semana passada, assim como ” meter” a marreta no estacionamento da padaria Conquista, desmotivaram o jovem que levava energia e juventude para um governo velho e carcomido que opera Vitória da Conquista na atualidade.
Todavia a discordância maior, foi o fato do prefeito dizer uma coisa nos seus programas de rádio, onde boa parte dos 3 milhões de reais da comunicação é gasta, e fazer outra nas quatro paredes do seu gabinete. Como por exemplo, intimidar os servidores públicos para não multarem os proprietários do transporte clandestino.
Ivan Cordeiro e seu auxiliar direto Jackson, lutaram para estabelecer o apoio da Viação Cidade Verde, em operar o lote abandonado pela Viação Vitória, já o prefeito, mandou percorrer o Brasil em busca de uma empresa que viesse operar o sistema em Vitória da Conquista, não logrou êxito. E a Viação Cidade Verde, resolveu ajudar para que a cidade de Vitória da Conquista não sofresse o colapso. Entretanto a Prefeitura jamais cumpriu sua obrigação de fiscalizar e, com isso, a empresa que ajudou o município sofreu um prejuízo de 4 milhões de reais, em seis meses.
Várias tratativas foram feitas com o Sr. prefeito Pereira, mas esse se manteve inflexível, (FISCALIZAÇÃO DE VAN, ZERO), esse e outros tantos motivos fizeram com que o Secretário da pasta pedisse demissão. E quem ficar por último busque Mário Seixas no céu para drenar o que resta da Prefeitura.

Sarau entra no seu nono ano na noite de Monteiro Lobato


Na abertura do nono ano do Sarau Colaborativo, na noite de sábado (dia 16), no Espaço Cultural A Estrada, o tema foi o precursor da literatura infantil no Brasil, Monteiro Lobato, nas palavras dos professores Jovino Moreira e Itamar Aguiar. Logo depois dos debates, o evento ficou ainda mais festivo no canto da viola dos artistas Baducha, Paulo Gabiru, Marta Moreno e Mano di Souza que soltaram a voz com músicas autorais e de compositores da MPB.
Não fazia parte da programação, que é eclética e informal, mas Marta Moreno com outros integrantes, como Vandilza Gonçalves, a anfitriã da casa, Cleide e um grupo de crianças surpreenderam o jornalista Jeremias Macário, cantando parabéns pelo seu aniversário que foi no último dia 11 de fevereiro. Para combinar com o homenageado, todos entoaram a música “No Sítio do Pica Pau Amarelo”. A esta altura, o Sarau já contava com a presença de mais de 30 pessoas.
Como sempre, a festa regada a “comes e bebes”, petiscos, cerveja e vinho varou a madrugada num papo solto, fraternal e descontraído. Além do som da viola, houve a declamação espontânea de causos e poemas. Jhesus, Jeremias, Benjamim Nunes, Dorinho e outros se revezaram nos intervalos das cantorias fazendo suas apresentações. Aos poucos, o Sarau está recebendo a visita de jovens, num entrosamento cultural de aprendizagem e conhecimento.
Para o próximo, ainda sem data definida, Gregório de Matos, “O Boca do Inferno”, o temido pelos poderosos da Bahia, foi o escolhido para ser comentado. Sua obra revolucionária vai estar na mesa das discussões. Em andamento, no mesmo formato do Sarau, um grupo de artistas fará um show no dia seis de abril, no Teatro Carlos Jeová, com a finalidade de arrecadar recursos para a gravação do CD Sarau.
Mais uma vez, a memorável e alegre festa cultural contou também com as participações do fotógrafo José Carlos D´Almeida, Aline Kiriaki, Nadia Márcia, Paulo Spínola, o desenhista ilustrador do evento, Rozânia Andrade, Evandro Gomes. Neide Pereira, Tânia, Yasmim Rocha, Eliane Matos, Osíres Rocha e colega, Gildásio Amorim, Neide Teles, Rosemeiry Prado, José Carlos, Conceição, João Bezerra, Rosângela Oliveira, Céu entre outros.
Monteiro Lobato, Vida e Obra


O professor Jovino falou da vida e obra de Monteiro Lobato que também foi empreendedor e nasceu em Taubaté, São Paulo, no dia 18 de abril de 1882. Com 13 anos foi estudar em São Paulo. Registrado como José Renato Monteiro Lobato, resolveu mudar de nome para usar a bengala de seu pai que tinha iniciais JBML, gravadas no topo do castão. Passou a se chamar José Bento Monteiro Lobato.
Em 1904 formou-se em Direito pela faculdade de São Paulo quando retornou para Taubaté e casou-se com Maria Pureza Natividade. Foi nomeado promotor público na cidade de Areias, em 1907. Publicou vários artigos e escreveu “Cidades Mortas”, livro que retrata a agonia da cidade quase abandonada.
Permaneceu em Areias até 1911 quando morreu seu avô, o Visconde de Tremembé, deixando-lhe como herança uma fazenda em Taubaté. Vende a fazenda em 1917 e muda-se para Caçapava onde passou a se dedicar à literatura e cria a revista “Paraíba”.
Em São Paulo funda a gráfica Monteiro Lobato. A Companhia Editora Nacional vende sua parte e ele funda a Editora Brasiliense, em 1927 com amigos. Em 1946 foi morar na Argentina onde criou uma editora. Em 1947 volta para São Paulo, vindo a falecer em 5 de julho de 1948.
Como literário, situa-se entre os autores regionalistas do pré-modernismo e destaca-se nos gêneros conto e fábula. Seu universo são os vilarejos decadentes e as populações do Vale do Paraíba, durante a crise do café. Foi um grande crítico de certos hábitos brasileiros, como o homem preguiçoso que não gosta de pensar. Entre pensar e derrubar uma mata, o brasileiro p5refere a segunda opção, numa analogia feita em seus escritos.

Arquidiocese de Vitória da Conquista ordena novos diáconos e padres


A noite desta segunda-feira, 18, foi de festa para a Arquidiocese de Vitória da Conquista. Nosso clero ganhou novos ordenados, após a Celebração Eucarística realizada na Paróquia Nossa Senhora Rainha da Paz e São Vicente de Paulo, na Patagônia.

Alberto Júnior, Hermes Bonfim, José Souza e Miron Dias deixaram de pertencer ao grupo de leigos e receberam o Sacramento da Ordem, se tornando Diáconos Permanentes, e auxiliares da Igreja nessa missão de evangelizar. Já Adson Coelho, Edvaldo Fellipe, Eugênio Gonçalves foram ordenados presbíteros, novos sacerdotes para o serviço de Deus.

A Celebração Eucarística com o Rito de Ordenação foi presidida pelo Arcebispo Dom Luís Gonzaga Pepeu, que completou 62 anos nesse dia também. Além da presença de todo o clero da Arquidiocese, religiosas, e seminaristas, acompanharam a Celebração o Arcebispo de Feira de Santana, Dom Zanoni Castro e o Bispo Auxiliar de Salvador, Dom Estevam Santos.

Em sua homilia, o Arcebispo Dom Luís falou sobre as dimensões da missão do sacerdote da Igreja Católica. “Santo Agostinho nos diz que o serviço do padre é profissão de amor, serviço de caridade ao próximo e ao mundo, a exemplo de Jesus Cristo” e encerrou confiando à Nossa Senhora das Vitórias a proteção dos novos diáconos e presbíteros.

CONHEÇA

Dentro da hierarquia da Igreja no ministério eclesiástico existem três graus diferentes no sacramento da ordem: os bispos, os sacerdotes e os diáconos. O diácono pode batizar, abençoar matrimônios, celebrar a Liturgia da Palavra, pregar, evangelizar e catequizar. Porém, não pode, ao contrário do sacerdote, celebrar o sacramento da Eucaristia (Missa), confessar nem administrar a unção dos enfermos. Com tudo o que ele pode fazer, sua ajuda é importantíssima, especialmente na época atual, na qual faltam tantas pessoas para ajudar os padres em suas tarefas.

Os homens casados que se dedicam a ajudar a Igreja por meio da vida litúrgica, pastoral ou nas obras sociais e caritativas podem se fortalecer recebendo a ordem do diaconato, unindo-se mais intimamente ao altar, para cumprir seu ministério com maior eficácia, por meio da graça sacramental do diaconato.

Já os presbíteros recebem o sacramento da Ordem e se tornam padre podendo executar, entre outros atos de fé, a consagração do pão e do vinho na Liturgia Católica. O padre na Igreja Católica é responsável por uma paróquia, onde celebra a Missa, bem como atende à confissão, aconselhamentos e outros. É um homem que doou sua vida à serviço do Evangelho e vive para servir a Deus e aos leigos por meio da evangelização.

Peculiaridades do “Lomantão”


Carlos González – jornalista

Para que amanhã não venham dizer que o jornalista só sabe criticar, quero inicialmente dar nota dez ao sistema de drenagem do Estádio Lomanto Júnior, elogiado em rede nacional pela TV Globo. Domingo passado, após o dilúvio, a água cobria toda a extensão do campo. Vinte minutos depois da paralisação das chuvas, a bola corria sem anormalidade. Aproveito para parabenizar os brigadistas (bombeiros voluntários), incansáveis na ajuda prestada aos torcedores, que não escondiam o temor de uma tragédia. Mais uma!

O prefeito Herzem Gusmão aproveitou o comentário do apresentador Tadeu Schmidt para elogiar sua administração, que ele chama de “histórica”. Percorreu, como faz todas as semanas, as rádios da cidade, prometendo pedir recursos ao governo federal para recuperar os estragos causados pela tromba d’água. Em desobediência ao 2º Mandamento, o nome do Senhor foi pronunciado várias vezes.

A natureza fez da praça de esportes de Vitória da Conquista um verdadeiro cartão-postal de uma cidade desprovida de atrações turísticas. O verde da floresta, onde predominam os eucaliptos, no entorno do estádio, leva o torcedor, nos jogos diurnos, a esquecer que está sentado no cimento duro e quente das arquibancadas. Lamentavelmente, nos últimos anos, dezenas de árvores foram derrubadas na área atrás da chamada – um contrassenso – “Tribuna da Imprensa”.

É justamente por essa “tribuna” que inicio os comentários sobre as peculiaridades do “Lomanto Júnior”. O local se constitui de sete ou oito cabines, ocupadas pelas emissoras de rádio e televisão de Conquista e de Salvador, e de um sanitário para todos os gêneros. Os legítimos profissionais de imprensa, sem desmerecer os colegas de outros veículos de comunicação, são os que escrevem para jornais, revistas e blogs. Esses são obrigados a colocar seus note books sobre as pernas, sentados na desconfortável arquibancada, no meio da torcida.

CCJ aprova vetos do governador e defende prioridade para votar projetos de deputados


Em sua primeira sessão de votação desta legislatura, na manhã desta terça-feira, 19, a Comissão de Constituição e Justiça ( CCJ) aprovou dois vetos do governador Rui Costa, um deles para revogar proposta do próprio Executivo de extinção da Companhia de Desenvolvimento Urbano – Conder. O outro foi enviado pelo Judiciário e trata da extinção do Instituto Pedro Ribeiro, mas apesar de não haver discordância, será reapresentado pelo Executivo, que no caso é o poder que tem prerrogativa constitucional de propor sobre o assunto, no entendimento do colegiado.

Zé Raimundo foi saudado pelos pares por assumir a presidência do colegiado. Após votação dos vetos, ele abriu discussão sobre alternativas para melhor funcionamento da CCJ, sendo consenso entre os membros a necessidade de priorizar também a votação de propostas apresentadas pelos deputados. Ficou definido também que serão realizadas sessões temáticas, começando com a votação de projetos que tratam das questões da mulher, com a proximidade do mês de maio.

O presidente da CCJ mostrou-se animado ao final da sessão. “Tenho certeza que vai ser um ano produtivo, com votação dos projetos de interesse da população ” , declarou Zé Raimundo em entrevista à TV Assembleia.

Preso presidente da CNI, quer apoiou o golpe contra Dilma


Reuters – A Polícia Federal prendeu 10 pessoas nesta terça-feira no âmbito da operação Fantoche, que apura irregularidades em contratos que somam 400 milhões de reais firmados com o Ministério do Turismo e com o Sistema S, informou a PF em nota. Um dos principais alvo da ação é o presidente da Confederação Nacional da Indústria, Robson Braga de Andrade. Em nota, a CNI informou “que não teve acesso à investigação e acredita que tudo será devidamente esclarecido”.

De acordo com a corporação, um grupo de empresas do mesmo núcleo familiar atuou desde 2002 executando contratos firmados por meio de convênios com a pasta e com o Sistema S.

“A atuação do grupo consistia na utilização de entidades de direito privado, sem fins lucrativos, para justificar celebração de contratos e convênios diretos com o ministério e unidades do Sistema S. Tais contratos, em sua maioria, voltados à execução de eventos culturais e de publicidade superfaturados e/ou com inexecução parcial, sendo os recursos posteriormente desviados em favor do núcleo empresarial por intermédio de empresas de fachada”, disse a PF.

“Estima-se que o grupo já tenha recebido mais de 400 milhões de reais decorrentes desses contratos”, acrescentou a PF sobre a operação, realizada em parceria com o Tribunal de Contas da União (TCU).

A corporação disse que 213 agentes foram mobilizados, assim como 8 auditores do TCU, para o cumprimento de 40 mandados de busca e apreensão e 10 de prisão temporária em Pernambuco, Minas Gerais, São Paulo, Paraíba, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul e Alagoas.

A operação foi determinadas pela 4ª Vara Federal da Seção Judiciária de Pernambuco, que também autorizou o sequestro e o bloqueio de bens e valores dos investigados nas irregularidades.

Blog do prefeito atestou a drenagem do Lomantão em 2015; é preciso deixar Mário Seixas descansar em paz


Licitação para reforma do estádio Lomanto Junior será finalizada em 31 de agosto

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Esportes | Data: 13 ago 2015

Tags:

Cidade Esportes

reparos estádio lomanto júnior

A licitação das obras tão aguardadas do estádio Lomanto Junior já tem data definida para acontecer: 31 de agosto. A informação é do secretário municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, Nagib Barroso que confirmou que o estádio deverá começar a ser reformado a partir do mês de setembro.

Caso a reforma dure mesmo cerca de três meses, como calcula o secretário, até o mês de dezembro ela deve ser concluída e o Vitória da Conquista já poderá voltar a usar o estádio na disputa da Copa do Nordeste e do Campeonato Baiano em janeiro de 2016.

Segundo explicações do próprio Nagib, o Lomantão terá o seu gramado trocado e aproximado da arquibancada. Além disso, será feita a troca também da drenagem do gramado. “A Prefeitura já entrou com o projeto pra execução que é a drenagem, que é muito antiga, aproximação do campo com a arquibancada e a troca do gramado”, detalhou o secretário.

Bastante criticado nos últimos anos, o gramado do estádio Lomanto Junior será trocado do tipo “batatais”, que cobre o campo atualmente, para o tipo “bermuda”. Além disso, segundo explicações de Nagib, o gramado será aproximado em cerca de 15 metros das arquibancadas, o que era uma demanda antiga dos frequentadores do Lomantão.

Nota da redação:

O blog do prefeito Hérzem Pereira, informou a população sobre a modificação da drenagem do estádio Lomanto Junior, exatamente o contrário do que falou o prefeito numa emissora de rádio:  Hérzem Gusmão jamais disse, qualquer coisa em relação a uma pseudo drenagem feita em 1966,  mentir é pecado mortal.

Tentando tirar proveito do gramado do Lomantão; Pereira como sempre mente


O prefeito de Vitória da Conquista, Sr. Herzem Pereira não consegue esquecer os seus tempos de radialista de uma cidade pequena, onde o diferencial cultural estava em quem sabia usar uma máquina de datilografia e, em quem não sabia usá-la. A pacata Vitória da Conquista possuía poucos professores, pouquíssimos doutores e a grande maioria da população, exatamente por não ter a capacidade de interpretação, lia pouco, eu me lembo que Alto Maron, onde eu morava, duas pessoas da minha convivência tinham o hábito de ler jornais, meu pai o Tenente Pedro Nunes e o jornalista Bruno Bacelar, que recebia todos os dias, o jornal das mãos do meu pai. Não me recordo de outro família lendo jornal no Alto Maron.
Dessa forma, as informações vinham através do rádio, o saudoso Hélio Gusmão copiava os noticiários nacionais em sua máquina de datilografia, e os radialistas da Rádio Clube, tais como Jota Menezes, Dorival Barbosa, Julio Nunes, entre outros passavam para a população. O Futebol era o ópio do povo e Vitória da Conquista tinha um bom time de futebol, nesse período chega à Vitória da Conquista, o saudoso Juarez Oliveira, narrador de futebol, mas diferente da maioria dos radialistas de futebol, era um intelectual e ensinou a todos os radialistas, como comentar, até futebol, com maestria, saliento que Hélio Gusmão também, era um excelente comentarista de futebol.
Mais adiante por volta dos anos 80, o programa Resenha da Brahma que era apresentado por Wailson Marcílio, passou a falar além de futebol, também de aspectos políticos da cidade, com a ida de Wailson Marcílio para a Rádio Sociedade da Bahia, o programa foi ocupado por Herzem Pereira que, como mal aluno de Juarez de Oliveira passou a comentar política e futebol, quando eu digo mal aluno, é pelo fato que Juarez só falava a verdade, já Pereira , apesar de falar algumas verdades, mentia muito, só que as pessoas não tinham como checar e aí, sua mentira ficava como verdade. Todavia, hoje é tudo diferente, qualquer do povo é repórter, a cidade tem profissionais de nível universitário em todas as classes sociais, a internet possibilita o aprendizado e o discernimento do que é mentira e do que é verdade. E nesse ponto Pereira se dá mal o tempo todo.

 


Toda a cidade de Vitória da Conquista sabe que o Governo Guilherme Menezes recuperou totalmente o Estádio Lomanto Júnior e o entregou em perfeito estado ao novo gestor, de modo que, atribuir a drenagem do estádio Lomanto Júnior a algo ocorrido em 1966 ,é no mínimo um delírio de psicopatia. O estádio teve sua construção começada em 1963, quando o prefeito da cidade era o engenheiro Pedral Sampaio, embora sendo uma obra estadual, cabia o município a fiscalização, por isso muita coisa ficou boa naquele equipamento, entretanto a drenagem não, na verdade, a drenagem era superficial e várias vezes o campo alagou.
Na reforma feita por Guilherme Guilherme Menezes, aí sim, o campo recebeu a drenagem padrão FIFA e por isso, o elogio do jornalista Tadeu Shimit, embora o prefeito de Vitória da Conquista, em entrevista concedida a um jornalista que não conheceu a realidade da cidade à época, pois aqui não residia tomou como verdade a afirmação mentirosa do prefeito, esse mentiroso contumaz, não consegue admitir as verdades, mesmo que essas saltem aos seus olhos.

 

Ao todo foram investidos mais de R$ 900 mil de recursos próprios e abrangendo ainda a construção de uma nova pista de corrida ao redor do gramado./ Blitzconquista

Ouça a entrevista;

UESB oferece novos cursos de pós-graduação em Direito


A Uesb acaba de divulgar, para os profissionais da área jurídica, duas oportunidades de especialização. Estarão abertas, entre os dias 18 e 28 de fevereiro, as inscrições para as seleções dos cursos de pós-graduação em Direitos Fundamentais e Justiça e em Relações Sociais e Novos Direitos.

Podem participar os bacharéis em Direito ou em Segurança Pública e a previsão é de que as aulas tenham início no mês de maio, no campus de Vitória da Conquista. O Edital 020/2019regulamenta a seleção do curso de especialização em Direitos Fundamentais e Justiça, já o Edital 021/2019 rege o processo seletivo da pós-graduação em Relações Sociais e Novos Direitos.

As seleções serão realizadas em quatro etapas e os cronogramas, bem como demais orientações, estão disponíveis nos editais. Em caso de dúvidas, entre em contato com o Departamento de Departamento de Ciências Sociais Aplicadas (DCSA) pelo telefone (77) 3424-8658.

Como Satanás a UDN nunca morre: Clã Bolsonaro negocia migrar para nova UDN


A ida para a sigla, ainda em fase de criação, afastaria a família da crise do PSL e abriria caminho para aglutinar lideranças da direita

Com o PSL em crise e sob suspeita de desviar verba pública por meio de candidaturas “laranjas” nas eleições de 2018, os filhos do presidente Jair Bolsonaro (PSL) negociam migrar para um novo partido, que está em fase final de criação. Trata-se da reedição da antiga UDN (União Democrática Nacional).

Segundo três fontes ouvidas pela reportagem em caráter reservado, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) se reuniu na semana passada em Brasília com dirigentes da sigla para tratar do assunto. Ele tem urgência em levar adiante o projeto. Eleito com 1,8 milhão de votos, Eduardo teria o apoio de seu irmão, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ). Com esse movimento, a família Bolsonaro buscaria preservar seu capital eleitoral diante do desgaste do partido.

Enquanto ainda estava internado no hospital Albert Einstein, em São Paulo, Jair Bolsonaro acionou o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, para que determinasse investigações sobre a suspeita de uso de candidaturas laranja para desvio de dinheiro público na campanha eleitoral.

As suspeitas atingiram o presidente da legenda, deputado federal Luciano Bivar (PSL-PE), e foram pano de fundo da crise envolvendo o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gustavo Bebianno, que foi chamado de mentiroso por Carlos Bolsonaro depois de afirmar que tratara com o pai sobre o tema. Após cinco dias de crise, Bebianno deve ser exonerado do cargo nesta segunda-feira, 18, por Bolsonaro.

Além de afastar a família dos problemas do PSL, a nova sigla realizaria o projeto político de aglutinar lideranças da direita nacional identificadas com o liberalismo econômico e com a pauta nacionalista e conservadora, defendida pelo clã Bolsonaro.

No começo do mês, Eduardo foi ungido por Steve Bannon, ex-assessor do presidente americano Donald Trump, como o representante na América do Sul do The Movement, grupo que reúne lideranças nacionalistas antiglobalização.

O projeto do novo partido é tratado com discrição no entorno do presidente. Em 2018, a UDN foi um dos partidos – embora ainda em formação e sem registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) – sondados por interlocutores do presidente para que ele disputasse a eleição, mas a articulação não avançou. Depois de anunciar a adesão ao Patriota, Jair Bolsonaro acabou escolhendo o PSL.

Assinaturas

A nova UDN é um dos 75 partidos em fase de criação, conforme o TSE. Segundo seu dirigente, o capixaba Marcus Alves de Souza, apoiadores já reuniram 380 mil assinaturas – são necessárias 497 mil para a homologação da legenda. O partido já tem CNPJ e diretórios em nove Estados, como exige a legislação eleitoral para a homologação. Ela tem em Brasília um de seus principais articuladores, o advogado Marco Vicenzo, que lidera o Movimento Direita Unida e coordena contatos com parlamentares interessados em aderir ao novo partido. A articulação envolveria ainda o senador Major Olímpio (PSL-SP), que nega.

Café sofre alta no preço nesta segunda (18)


No mercado financeiro, o preço da saca de 60 quilos do milho registrou alta de 0,69% e é negociada a R$ 41,10

Foto: Notícias Agrícolas

A saca de 60 quilos do café arábica começou a segunda-feira (18) com alta de 0,03% no preço e é vendida a R$ 405,26 na cidade de São Paulo. O café robusta também apresentou elevação no valor. A alta foi de 0,06% e a saca é comercializada a R$ 304,97 para retirada no Espírito Santo.

O açúcar cristal apresentou queda de 1,37% no preço e o produto é vendido a R$ 68,41 em São Paulo. Já em Santos, no litoral paulista, o valor da saca de 50 quilos, sem impostos, caiu 0,48% e a mercadoria é comercializada a R$ 68,11.

Foto: Sabrine Cruz / Agência do Rádio Mais

No mercado financeiro, o preço da saca de 60 quilos do milho registrou alta de 0,69% e é negociada a R$ 41,10. Em Campinas, em São Paulo, o produto teve aumento de 0,58% no valor e a saca é comercializada a R$ 39,99. Em Cascavel, no Paraná, o preço é R$ 36,50. Em Rondonópolis, no Mato Grosso, o produto é vendido a R$ 30. Em Barreiras, na Bahia, o preço a vista é R$ 35. Os valores são do Canal Rural e Cepea.

Boi gordo tem alta no preço enquanto frango não sofre variação no valor


Foto: Notícias Agrícolas

A cotação da arroba do boi gordo começou a segunda-feira (18) com alta de 0,37% no preço e o produto é negociado a R$ 150,20 no estado de São Paulo. Em Goiânia, a arroba é vendida à vista a R$ 138. No norte do Mato Grosso, o valor é R$ 132,50. Já Barretos e Araçatuba, em São Paulo, comercializam a arroba a R$ 152,50 à vista.

O preço do quilo do frango congelado não sofreu variação no preço e o produto é vendido a R$ 4,37 no estado de São Paulo. O preço do frango resfriado também não sofreu variação e a mercadoria ainda é comercializada a R$ 4,35.

Foto: Sabrine Cruz - Agência do Rádio Mais

No mercado financeiro, o preço da carcaça suína especial apresentou baixa de 0,67% e o produto é negociado a R$ 5,96. Em Minas Gerais, o preço do suíno vivo registrou aumento de 4% e a mercadoria é vendida a R$ 3,90. No Paraná, o produto é comercializado à vista a R$ 3,44. Os valores são do Canal Rural e Cepea.