Folclore Político

Opinião

Informativo

Fuga de Flávio Bolsonaro da acareação do MP é destaque no Jornal Nacional (VÍDEO)


O telejornal exibiu vídeo em que o filho de Jair Bolsonaro aparece dançando ao som de uma música homofóbica ao lado do apresentador Sikêra Jr

(Foto: Reprodução)

 “O senador Flávio Bolsonaro, do Republicanos, não compareceu à acareação com o empresário Paulo Marinho hoje no Rio”, disse a apresentadora Renata Vasconcellos, do Jornal Nacional, da TV Globo, na abertura da reportagem que exibiu nesta segunda-feira (21) o vídeo em que Flávio aparece ao lado do apresentador Sikêra Jr., da Rede TV!.

 

Na matéria, o telejornal destacou que Flávio não compareceu à acareação que pretendia esclarecer o vazamento da Operação Furna da Onça ao senador. A reportagem enfatizou que o filho de Jair Bolsonaro justificou a ausência por conta de “agenda oficial no Amazonas”.

O JN apontou que Flávio não quis dar detalhes sobre a agenda, mas que “divulgou algumas coisas” nas redes sociais. No Instagram, ele publicou fotos ao lado de Sikêra, que foi entrevistado pelo irmão, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), para canal no YouTube. Um compromisso que, em tese, não exigia a presença de Flávio.

132 óbitos de conquistenses; sem controle efetivo 7150 pessoas contaminadas


Desde o dia 27 de fevereiro, quando foram iniciadas as notificações, até esta segunda-feira (21), foram confirmados 7.150 casos de pessoas que se contaminaram com a Covid-19 em Conquista. Hoje, mais 137 delas receberam alta da recuperação, contabilizando 6.605 recuperados. Ainda seguem em processo de recuperação 413 pacientes diagnosticados com a doença – 32 internados e 381 em tratamento domiciliar.

Ainda estão sendo investigados 5.304 casos notificados com suspeita de Síndrome Gripal/Covid-19 que aguardam por classificação final, sendo que 4.030 deles esperam pela investigação laboratorial e 1.274 pelo resultado do exame RT-PCR das amostras encaminhadas ao Lacen Municipal e Estadual para análises.

A Secretaria Municipal de Saúde informou, nesta segunda (21), que o 129º óbito divulgado no boletim epidemiológico de ontem (20) foi retirado dos registros do município após investigação que constatou que a paciente é residente do município de Cândido Sales.

Hoje foram confirmados os falecimentos de quatro pacientes por complicações causadas pela Covid-19, totalizando, assim, 132 óbitos já registrados de pessoas residentes do município:

129º óbito – Homem de 94 anos, morador do bairro São Vicente, portador de Câncer de Próstata avançado; foi internado no dia 18 de setembro no Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC), onde faleceu em 19 de setembro.

130º óbito – Homem de 86 anos, morador do bairro Patagônia, portador de Diabetes Melito e tabagista (fator de risco); desde o dia 12 de setembro estava internado no Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC), onde veio a óbito em 20 de setembro.

131º óbito – Homem de 42 anos, morador do bairro Ibirapuera, sem comorbidades; estava internado desde o dia 3 de setembro no Hospital São Vicente, onde veio a falecer em 20 de setembro.

132° óbito – Homem de 64 anos, morador do bairro Guarani, portador de Doença Cardiovascular Crônica e Doença Renal Crônica; no dia 21 de setembro foi internado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), vindo a óbito no mesmo.

Ocupação dos leitos – Nesta segunda (21), dos 168 leitos (98 de enfermarias e 70 de UTI) disponíveis na rede SUS para tratamento de pacientes confirmados ou com suspeita de infecção pelo novo Coronavírus, 92 deles estão ocupados por pacientes internados de Vitória da Conquista e dos municípios de:

Clique aqui para acessar o Boletim epidemiológico completo.

Call Center – A Secretaria Municipal de Saúde disponibiliza um Call Center para tirar dúvidas da população sobre a Covid-19 e atender pessoas que apresentem sintomas suspeitos.

  • Telefones fixos:(77) 3429-3468/3429-3469/3429-3470
  • Celulares:(77) 98834-9988 / 98834-9900 / 98834-9977 / 98834-9911 / 98856-4242 / 98856-4452 / 98856-3722/ 98825-5683/ 98834-8484
  • Call Center Noturno:(77) 98856-3397/98856-5268
  • Call Center do Trabalhador de Saúde:(77) 98809-2988 / 98809-2919 / 98809-2965

Após determinação do STF, Força Nacional deixa assentamentos do MST na Bahia


Ministro do STF Edson Fachin atendeu ao pedido do governador da Bahia, Rui Costa, que alegou que a presença dos agentes nos municípios de Prado e Mucuri violavam o princípio federativo, uma vez que ele não tinha sido consultado

Força Nacional em assentamento do MST
Força Nacional em assentamento do MST (Foto: MST)

Alex Rodrigues, Agência Brasil – O efetivo da Força Nacional de Segurança Pública enviado às cidades de Prado e Mucuri, no sul da Bahia, deixou a região no último fim de semana. A desmobilização dos agentes foi determinada pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF) na última quinta-feira (17).

Em decisão liminar que ainda será apreciada pelo plenário da Corte, Fachin atendeu ao pedido do governador da Bahia, Rui Costa, que alegou que a presença dos agentes em território baiano viola o princípio federativo, uma vez que ele não tinha sido consultado.

Costa chegou a usar as redes sociais para afirmar que o envio de agentes da tropa federativa não contava com respaldo legal e, portanto, ameaçava o pacto federativo, revelando “total desprezo às regras de convivência democrática, além do uso político da Força Nacional”.

Ao aceitar o pedido do governador, Fachin concedeu prazo de 48 horas para o Ministério da Justiça e Segurança Pública retirar o efetivo da Força Nacional do estado. E determinou que a Advocacia-Geral da União se manifeste sobre a possível realização de uma audiência de conciliação.

Segundo a assessoria do Ministério da Justiça e Segurança Pública, a decisão do ministro fui integralmente cumprida no fim de semana. Com a desmobilização, o ministério teve que publicar no Diário Oficial da União de hoje (21), uma portaria alterando o ato administrativo que, em 2 de setembro, autorizou o emprego da Força Nacional em Prado e em Mucuri por 30 dias – ou seja, até 2 de outubro.

A presença do efetivo tinha sido formalmente solicitada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a pedido do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

Os agentes da força especial deveriam acompanhar os 30 servidores da autarquia membros da força-tarefa criada para acelerar o processo de titulação em assentamentos de cinco municípios da região sul da Bahia – Eunápolis, Itamaraju e Santa Cruz de Cabrália, além de Prado e Mucuri -, atuando nas “atividades e nos serviços imprescindíveis à preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio”.

A força-tarefa criada pelo Incra foi implementada depois que um dos assentamentos, em Prado, foi atacado por homens armados. O ataque ocorreu no dia 28 de agosto e deixou oito pessoas feridas. Casas foram destruídas e um trator e uma moto incendiados. De acordo com o Incra, a presença dos agentes da tropa federativa visava impedir novos ataques, permitindo a continuidade do processo de titulação das terras aos pequenos produtores rurais que já vivem e produzem nestes lotes.

Ainda segundo o Incra, além da delimitação dos lotes, as famílias habilitadas de acordo com o perfil socioeconômico e experiência agrícola estão sendo cadastradas para receber seus títulos de domínio dos lotes e créditos de estímulo à produção.

Até a publicação desta reportagem, nem o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, nem o Incra tinham informado se pretendem recorrer da decisão liminar do ministro Edson Fachin.

Brasil registra mais 363 mortes por covid-19 e total chega a 136.895


Mais 16.389 casos em 24 horas

Total de 4.544.629 infectados

Enfermeiro em ambulância no HRAN (Hospital Regional da Asa Norte), hospital referência para a covid-19 em BrasíliaSérgio Lima/Poder360 – 22.jun.2020

O Brasil tinha pelo menos 136.895 mortes por covid-19 até as 17h deste domingo (20.set.2020). São 363 vítimas a mais que no dia anterior. Os dados são do Ministério da Saúde.

A pasta também identificou 4.544.629 casos da covid-19, acréscimo de 16.389 em 24 horas.

O Brasil é o 2º país do mundo com mais mortes por covid-19. Só os Estados Unidos têm mais vítimas: 204.018.

O número de mortes no Brasil também é elevado em relação ao tamanho da população. São 645 vítimas a cada milhão de habitantes, de acordo com o último Censo divulgado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Nessa comparação, o Brasil ocupa a 5ª posição no ranking mundial –quando consideradas apenas nações com mais de 100 mortes.

CASOS E MORTES POR REGIÃO

O Sudeste concentra 38,5% das 363 vítimas confirmadas neste domingo (20.set.2020). Em seguida, aparece o Nordeste (31%).

MÉDIA DE CASOS E MORTES

Os 2 gráficos a seguir mostram o número de mortes e de novos casos diários, mas também a média móvel dos últimos 7 dias. A curva matiza eventuais variações abruptas, sobretudo porque nos fins de semana há sempre menos casos relatados.

A curva de novas mortes caiu pelo 5º dia seguido.

SITUAÇÃO NOS ESTADOS

A média móvel de mortes por covid-19 em 7 dias está em trajetória de alta apenas no Rio de Janeiro e Amapá. Outras 11 unidades da Federação estão em situação de estabilidade, e 14 registram queda.

Para saber a situação de cada Estado, é feita a comparação da média móvel de mortes nos 7 dias anteriores com o mesmo número há 14 dias.

Se essa variação for de até 15%, para mais ou para menos, as mortes na unidade da Federação estão estáveis. Se o número for maior de 15%, em alta. E quando for negativo e menor que -15%, em queda.

Situação de estabilidade ou de queda não significa que a transmissão do coronavírus esteja sob controle naquele Estado, e nem que seja seguro afrouxar os cuidados diante da pandemia.

Os dados do infográfico abaixo servem como indicativo do quanto estão sendo eficientes as políticas de enfrentamento à covid-19 em cada unidade federativa –tanto em relação às ações de prevenção ao contágio quanto em relação ao atendimento aos infectados.

O Poder360 integra o

Após 4 anos na área de segurança, homem volta a hospital como médico pediatra


Após 4 anos na área de segurança, homem volta a hospital como médico pediatra

Foto: Reprodução / R7

O norte-americano Russell Ledt passou quatro anos de sua vida patrulhando o estacionamento do Baton Rouge General Medical Center, na Flórida, porém, desta vez, voltou a trabalhar no lugar como médico pediatra.

De acordo com informações do R7, para entrar na escola de medicina, ele contou com a mentoria de Patrick Greiffenstein, chefe dos residentes do hospital. Ele conta que um dia pediu para acompanhar o mentor no estacionamento e contou sobre seu sonho. Nos meses seguintes, ele passou a visitar pacientes ao lado do cirurgião em seu tempo livre e entrou para a faculdade de medicina Tulane University.

Atualmente, Ledet está como residente, fazendo sua rotação de pediatria no hospital da Louisiana e está no terceiro ano na Tulane University School of Medicine. “Acontece que Deus me colocou no lugar certo na hora certa e funcionou”, contou.

Candidata a prefeita do Rio, Cristiane Brasil continua presa por determinação da Justiça


Presidente do TJRJ, desembargador Cláudio de Mello Tavares negou pedido de relaxamento de prisão

Foto: Reprodução/PTB
Foto: Reprodução/PTB

O Tribunal de Justiça do Rio (TJRJ) rejeitou neste domingo (20) o pedido de relaxamento de prisão feito pela defesa da pré-candidata à prefeitura carioca, Cristiane Brasil (PTB). A decisão foi do presidente TJRJ, o desembargador Cláudio de Mello Tavares.

De acordo com o jornal Extra, a defesa de Cristiane ainda pediram que, no caso de ela não ser solta, que a prisão preventiva fosse substituída por prisão domiciliar ou monitoramento por tornozeleira eletrônica. No entanto, o desembargador Mello Tavares negou ambos os pedidos.

Cristiane foi alvo da segunda fase da Operação Catarata, do Ministério Público do Rio (MPRJ). Ela é acusada de receber propina em dinheiro quando comandou a Secretaria Municipal de Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida e de usar sua influência política, mesmo depois de deixar a pasta, segundo o empresário Bruno Selem, que fez um acordo de delação premiada homologado pelo Tribunal de Justiça.

Cristiane está presa desde a sexta-feira (11), quando decidiu se apresentar à Polícia Civil do Rio de Janeiro

Bahia registra 1.093 casos de Covid-19 nas últimas 24 horas


Foto: Peter Ilicciev/Fiocruz
Foto: Peter Ilicciev/Fiocruz

A Bahia registrou 1.093 casos de Covid-19 e 44 óbitos pela doença nas últimas 24 horas, conforme aponta o boletim epidemiológico divulgado neste domingo (20), pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). Segundo a Sesab, a taxa de crescimento do número de casos confirmados entre o sábado (19) e este domingo é de 0,4%. O boletim informa ainda que 1.094 pacientes estão curados, totalizando um aumento de 0,4% nos números de pessoas livres da doença.

Ainda confore o boletim, o total de casos confirmados chegou a 295.303, distribuídos em 416 municípios desde o início da pandemia. Desses, 281.445 já são considerados curados e 7.593 continuam ativos. O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia é de 6.265.

A Sesab ressalta que os óbitos contabilizados no boletim deste domingo ocorreram em diversas datas, entre 13 de maio e 19 de setembro, mas foram notificados tardiamente. O boletim epidemiológico contabiliza ainda 581.840 casos descartados e 69.596 em investigação.

Salvador

Na capital baiana, em 24 horas, foram registrados 121 casos de coronavírus e 25 mortes. No total, Salvador contabiliza 83.413 casos de Covid-19 desde o início da pandemia, com 2.597 óbitos.

” Atiraram de fuzil nas costas do meu irmão” diz parente do pedreiro morto


O pedreiro Francisco Paulo de Carvalho, de 57 anos, morreu após ser baleado durante um confronto entre policiais militares e criminosos no Rio de Janeiro - Arquivo pessoal

 

 

 O pedreiro Francisco Paulo de Carvalho, de 57 anos, morreu após ser baleado durante um confronto entre policiais militares e criminosos no Rio de JaneiroImagem: Arquivo pessoal

Tatiana Campbel

Um pedreiro de 57 anos morreu após um confronto entre a Polícia Militar e criminosos do Complexo do Lins, na Zona Norte do Rio de Janeiro, no fim da tarde de ontem. Francisco Paulo de Carvalho estava em uma lanchonete quando foi atingido nas costas. O homem chegou a ser levado por familiares para o hospital, mas não resistiu. Na ação, um outro morador e um policial militar ficaram feridos.

Ao longo da manhã e tarde de hoje, familiares do pedreiro estiveram no Instituto Médico Legal (IML), no Centro do Rio, para fazer o reconhecimento do corpo. O irmão da vítima, Francisco Alves de Carvalho, acusou a PM de atirar contra o pedreiro e disse que os agentes se recusaram ajudar no socorro.

“Nós conseguimos pegar a cápsula que atingiu ele e só vamos devolver quando a Polícia Civil nos chamar pra prestar depoimento. Atiraram de fuzil nas costas do meu irmão. Na hora, meu sobrinho ainda perguntou para os policiais se eles não iriam socorrê-lo, e os PM’s falaram que ‘isso acontece’. Atiraram nele covardemente. Sempre fomos muitos batalhadores e acontece isso. Ele era uma pessoa muito querida, sempre trabalhou como pedreiro, sempre trabalhou com carteira assinada. Ele parou de trabalhar para comprar um lanche e foi nesse momento que ele foi atingido. Todos na comunidade conheciam e gostavam dele.”

Pelas redes sociais, moradores do Complexo do Lins relataram o intenso confronto. Uma moradora da região, que pediu para não ser identificada, falou que todos os dias acontecem tiroteios:

“Meu neto foi na padaria pra comprar um doce e quando ele chegou, começaram os tiros de fuzil. Na hora eu só pensei em sair correndo pra encontrar ele. Ele tem 11 anos, estava morrendo de medo. Foram muitos, mas muitos tiros mesmo. O sentimento de medo é constante. Eu só moro aqui por falta de opção. Se eu, adulta, já fico apavorada, imagina como estavam as crianças. Nós não temos paz”, declarou a moradora.

O outro morador baleado no confronto foi Ayrton Araújo Rangel. Ele está internado no Hospital Municipal Salgado Filho e, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, segue em observação com quadro de saúde estável.

Polícia apura o caso

‘Magazine Luiza ter só 16% de líderes negros é inaceitável’, diz Frederico Trajano, presidente da varejista


“Somos responsáveis por quem selecionamos e promovemos (…) Claramente, se temos 53% da equipe negra e parda e só 16% de negros e pardos em cargos de liderança, há um problema para resolver com uma ação concreta”, disse Frederico Trajano, presidente do Magazine Luiza

Frederico Trajando defende contratação só de negros
Frederico Trajando defende contratação só de negros (Foto: Divulgação)

O presidente do Magazine Luiza saiu em defesa do processo seletivo para trainees que tem provocado polêmica nas redes e nos setores da extrema-direita brasileira. Ele destacou que a ação é necessária para re-equilibrar as posições de comando da varejista.

Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, Trajano destacou os pontos principais da nova concepção de contratação da empresa:

“Fizemos uma pesquisa interna. Eu não sabia, mas 53% da nossa equipe é formada por negros e pardos. Na mesma pesquisa, vimos que apenas 16% dos nosso líderes eram negros e pardos. Isso acendeu um sinal amarelo ou vermelho. Nunca nos posicionamos em relação à pauta racial porque não havia um diagnóstico claro dessa questão. A partir da pesquisa, vimos que tínhamos uma anomalia, um problema concreto. Somos muito pragmáticos. O caminho mais curto para se chegar à liderança é o programa de trainee. Porém, nos programas anteriores – e eu sempre entrevisto os finalistas –, a gente sempre tinha só uma pessoa negra ou parda no final. Então, de certa maneira, não estávamos conseguindo atrair e selecionar essas pessoas. Precisávamos fazer algo diferente. Não é oportunismo. Queremos resolver um problema que sabemos que temos. Estamos sendo honestos em relação à necessidade de mudar uma realidade que nós mesmos criamos. Somos responsáveis por quem selecionamos e promovemos.”

O presidente da empresa ainda destacou:

“Sabíamos que essa nossa ação afirmativa iria desencadear discussões. A iniciativa é inédita e somos uma empresa grande, com uma marca de muita visibilidade. Por intermédio da Lu, nossa influenciadora virtual, nos manifestamos nas redes, de forma contundente, sobre a legalidade do programa e a nossa intenção ao levá-lo adiante: atacar a baixa representatividade negra em nossa liderança. É inaceitável que apenas 16% dela seja composta por negros. Ao longo dos anos (15 no total), a companhia formou cerca de 250 trainees. Só 10 deles eram negros. Em todos os programas, houve enorme dificuldade de atrair talentos negros. O número de candidatos sempre foi baixíssimo. Por isso, a decisão de criar um programa exclusivo. Essa dificuldade de acesso tem sido um problema para uma companhia que acredita que a diversidade aumenta a competitividade, e queremos resolvê-lo.”

Eleições municipais terão 54 congressistas candidatos


São 2 senadores e 52 deputados

Número é o menor desde 1992

Fachada do Congresso Nacional, em BrasíliaSérgio Lima/Poder360 – 24.ago.2020

 e 
18.set.2020 (sexta-feira) – 16h25

Nas convenções municipais, encerradas na 4ª feira (16.set.2020), 54 congressistas foram lançados como candidatos. O número é de levantamento realizado pelo Poder360. Os registros não foram feitos ainda nos TREs (tribunais regionais eleitorais).

São 50 deputados que disputarão o cargo de prefeito em novembro, e mais 2 que serão candidatos a vice-prefeito. No Senado, há 2 candidatos a prefeito. Os partidos têm até 26 de setembro para oficializar as candidaturas –o número pode mudar até essa data. Leia a lista completa aqui.

Nos 7 pleitos municipais anteriores (desde 1992), houve mais congressistas candidatos. Há 4 anos, havia 81 deputados e 2 senadores concorrendo. Os deputados e senadores pré-candidatos em 2020 eram 123, segundo pesquisa do Diap (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar), mas só 54 acabaram de fato entrando na disputa.

Os 2 maiores partidos na Câmara são os que têm mais candidatos: o PT com 8 e o PSL com 5. Os Estados com mais postulantes são Minas, Rio e Ceará (5). São Paulo e Paraná vêm em seguida (4).


Informações deste post foram publicadas antes pelo Drive, com exclusividade. A newsletter é produzida para assinantes pela equipe de jornalistas do Poder360. Conheça mais o Drive aqui e saiba como receber com antecedência todas as principais informações do poder e da política.

Ex-assessor de Flávio Bolsonaro fez 16 saques que somam R$ 260 mil, diz jornal


Coronel da reserva, Guilherme Henrique dos Santos Hudson, sacou da conta bancária pessoal em dinheiro vivo

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Ex-assessor de Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), o coronel da reserva do Exército, Guilherme Henrique dos Santos Hudson, sacou da conta bancária pessoal um total de R$ 260 mil em 16 oportunidades em dinheiro vivo entre os anos de 2009 e 2016, segundo informou o jornal ‘O Globo’ nesta sexta-feira (18).

De acordo com o jornal, a investigação que envolve o esquema das ‘Rachadinhas’ de Flávio Bolsonaro descobriu que as retiradas feitas pelo ex-assessor eram superiores a R$ 10 mil em cada ocasião.

Além disso, segundo a publicação, o dinheiro era sempre retirado em dinheiro vivo e a maioria dos saques foram feitos em 2016, quando foram feitas 11 retiradas de dinheiro. Os valores variavam entre R$ 10 mil e R$ 12,1 mil.

128 conquistenses mortos pela COVI-19


Em Vitória da Conquista, foram registrados 7.026 casos confirmados da Covid-19, desde o início das notificações, em 28 de fevereiro. Neste sábado (19), mais 94 pacientes receberam alta da recuperação, contabilizando 6.468 pessoas já recuperadas da doença.

Outros 5.280 pacientes notificados com suspeita de Síndrome Gripal/Covid-19 aguardam por classificação final, sendo que 4.016 deles esperam pela investigação laboratorial e 1.264 pelo resultado laboratorial de exame RT-PCR das amostras que foram encaminhadas para análise no Lacen Municipal e Estadual.

Ainda seguem apresentando sintomas 430 pacientes diagnosticados com a Covid-19 que estão recuperação (34 internados e 396 em tratamento domiciliar) e 128 pacientes do município faleceram por complicações causadas pela doença.

O 128º falecimento foi registrado pela Secretaria de Saúde, neste sábado (19). Trata-se de um homem de 69 anos, morador do bairro Alto Maron, portador de Hipertensão, que foi internado no dia 16 de setembro no Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC), onde faleceu em 19 de setembro.

Ocupação dos leitos – Dos 168 leitos (98 de enfermarias e 70 de UTI) disponíveis na rede SUS para tratamento de pacientes confirmados ou com suspeita de infecção pelo novo Coronavírus, 87 estão ocupados, neste momento, por pacientes Vitória da Conquista e dos municípios de:.

Clique aqui para acessar o Boletim epidemiológico completo.

Call Center – A Secretaria Municipal de Saúde disponibiliza um Call Center para tirar dúvidas da população sobre a Covid-19 e atender pessoas que apresentem sintomas suspeitos.

  • Novos telefones fixos:(77) 3429-3468/3429-3469/3429-3470
  • Celulares:(77) 98834-9988 / 98834-9900 / 98834-9977 / 98834-9911 / 98856-4242 / 98856-4452 / 98856-3722/ 98825-5683/ 98834-8484
  • Call Center Noturno:(77) 98856-3397/98856-5268
  • Call Center do Trabalhador de Saúde:(77) 98809-2988 / 98809-2919 / 98809-2965