Paulo Preto tem lista de 90 políticos que receberam sua ajuda em eleições


O ex-diretor da Dersa Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto, está de posse uma lista de quase 90 políticos, a maioria do PSDB, que foram ajudados por ele em eleições passadas, informa a jornalista Mônica Bergamo em sua coluna no jornal Folha de S. Paulo.

“PSDB é o partido com mais nomes no rol do engenheiro.

O engenheiro, tido como operador do PSDB, pensou em fazer delação quando ficou preso. Desistiu depois de ganhar a liberdade, no dia 11.”

Leia mais aqui.

ESPECIAL COPA: Em busca do bi, França aposta em nova geração de ouro


Por Raphael Costa

Ah, a França. Terra da cidade luz, do croissant, da torre Eiffel, e, é claro, do futebol. Sonhando com o bi mundial, Le Bleus chegam à Copa do Mundo de 2018 com motivos

Em 2014, a equipe francesa fez uma campanha razoável. Com duas vitórias e um empate na fase de grupos, os campões mundiais em 1998 derrotaram a Nigéria por dois a zero nas oitavas de final, mas foram eliminados pela Alemanha, que seria a campeã daquela edição.

Para voltar ao Mundial, a França fez o que se espera de uma grande seleção: terminou as eliminatórias europeias em primeiro lugar no grupo, sem muitos sustos. Durante a fase de classificação, os franceses tiveram um aproveitamento de mais de 75%, com sete vitórias, dois empates e uma derrota.

Depois de deixar escapar o título mundial em 2006 diante da Itália, os franceses tentam na Rússia repetir o feito de 1998, na fatídica final contra o Brasil.

Parlamentares querem Meirelles e podem vaiar Temer em evento do MDB


O chefe do Palácio do Planalto, inclusive, já teria sido avisado sobre os riscos de manter a pré-campanha à reeleição

Foto: Dida Sampaio/ Estadão Conteúdo
Foto: Dida Sampaio/ Estadão Conteúdo

 

O presidente Michel Temer correrá um grande risco de ser vaiado por correligionários se não anunciar a desistência da tentativa de reeleição em evento do MDB nesta terça-feira (22).

Segundo a coluna do Estadão, tudo foi preparado para que o ex-ministro Henrique Meirelles seja a estrela do encontro emedebista e o chefe do Palácio do Planalto, inclusive, já teria sido avisado.

Entre os motivos pela escolha de Meirelles está a promessa de liberar o fundo partidário para as campanhas dos parlamentares. O presidenciável teria anunciado que bancaria os custos da própria campanha.

Governo marca reunião com Petrobras para discutir preço dos combustíveis


governo marcou para esta terça-feira, 22, uma reunião com a Petrobras para discutir a alta no preço dos combustíveis. A escalada no valor do diesel motivou protestos de caminhoneiros nesta segunda, que afetaram dezenove estados e o Distrito Federal. O encontro vai acontecer pela manhã, no Ministério da Fazenda, e terá a presença do titular da pasta, Eduardo Guardia, do presidente da Petrobras, Pedro Parente, e do ministro de Minas e Energia, Moreira Franco.

As manifestações nas estradas do país também fizeram o presidente Michel Temer convocar alguns de seus ministros para uma reunião na noite desta segunda. Após o encontro, o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, garantiu a jornalistas que o governo tratará do assunto “com responsabilidade”.

Família pressiona ex-secretário de Richa a delatar


Mais um aliado importante do ex-governador Beto Richa (PSDB) pode começar a colaborar com a Justiça. Edson Casagrande, ex-secretário de Assuntos Estratégicos do tucano, tem sido pressionado por familiares a negociar com o Ministério Público. Apontado como operador político de Casagrande e ex-candidato ao governo do estado pelo PTC, o advogado Túlio Bandeira também estaria propenso a negociar.

Casagrande e Bandeira foram presos pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) no âmbito da Operação Sinecuras, que apura o pagamento de propina a políticos dentro da prefeitura de Araucária, região metropolitana de Curitiba. Eles são acusados de ter doado dinheiro e apoiado um ex-prefeito do município em troca do controle político de parte da estrutura da administração municipal. Bandeira está detido em regime fechado. Casagrande precisa pagar uma fiança de 800.000 reais e usar tornozeleira eletrônica para seguir na prisão domiciliar.

Câmara decide se libera criação de novos municípios


Criação de novos municípios e inclusão de 13 cidades à região do entorno do DF são os principais itens nas pautas dos plenários da Câmara e do Senado

Nesta semana, os deputados e senadores deverão analisar propostas que incluem a autorização para criação de novos municípios no Brasil e o acréscimo de 13 municípios à região do entorno do Distrito Federal.

O projeto que autoriza a criação de novos municípios no Brasil teve urgência aprovada na semana passada e deve ser analisado pela Câmara nesta terça-feira (22). No mesmo dia, os senadores devem votar o projeto que amplia a Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal (Ride-DF), que já é composta por 22 municípios goianos e mineiros.

Alvo de controvérsia, Projeto de Lei Complementar (PLP) 137/2015, regulamenta a criação de novos municípios no Brasil, que já tem 5570 cidades. O texto teve origem no Senado e prevê que os plebiscitos realizados até 31 de dezembro de 2013 e atos legislativos que autorizam sua realização serão validados para o processo de emancipação de municípios.

O projeto tem exatamente o mesmo texto de um outro PLP aprovado pela Câmara e vetado por Dilma Rousseff (PT) em 2014. O projeto foi vetado pela petista sob a justificativa de que a nova lei “causaria desequilíbrio de recursos dentro do estado e acarretaria dificuldades financeiras não gerenciáveis para os municípios já existentes”. Na ocasião o governo estimava que a proposta resultaria na criação de até 400 novas cidades.

Para a criação dos novos municípios, o projeto prevê também a realização de estudos de viabilidade com vários critérios financeiros, um número mínimo de habitantes e uma quantidade mínima de imóveis. O projeto precisa do apoio de pelo menos 257 deputados para ser aprovado.

Além desse projeto, os deputados ainda precisam concluir a votação do Cadastro Positivo. O texto-base foi aprovado no dia 9 de maio após semanas de obstrução política de partidos de oposição. Pelo menos dois dos mais de 10 destaques apresentados podem modificar a essência do texto.

Pelo texto-base, o nome do consumidor deve ser incluído automaticamente no Cadastro Positivo, sem necessidade de autorização da pessoa. A obrigatoriedade dará aos gestores de bancos de dados acesso a todas as informações de consumidores sobre empréstimos quitados e obrigações de pagamento que estão em dia. O relator da matéria, Walter Ihoshi (PSD-SP), prevê que os dados serão usados para encontrar uma nota de crédito do consumidor, que poderá ser consultada por interessados.

Os dois principais destaques, propostos pelo PT e pelo Psol, pretendem manter o cadastro positivo como uma opção do consumidor, como é atualmente. A intenção é evitar o envio de informações financeiras aos gestores de banco de dados sem quebra de sigilo bancário.

Velório do ex-deputado Coriolano Sales, será na sede da OAB de Vitória da Conquista


Conforme noticiado pelo blog, faleceu ontem(21) às 18:20 minutos o ex-deputado Coriolano Sales, após uma cirurgia para implantação de uma ponte de safena e duas mamárias, o fato ocorrido no hospital Samur.  O corpo será velado  a partir das 7 horas de hoje (22) no Salão Nobre da sede da Ordem dos Advogados do Brasil, sub seção de Vitória da Conquista e o sepultamento está marcado para às 16 horas no Cemitério da Saudade.

Morre o ex-deputado Coriolano Sales; ex-presidente da Assembleia Legislativa e da Constituinte baiana ( Velório na OAB, sepultamento às 16 horas)


Bacharelando em Direito
Anel Rodoviário de Vitória da Conquista

Faleceu hoje às 18:20 no hospital SAMUR em Vitória da Conquista, o ex-deputado Coriolano Sales, submetido a uma cirurgia cardíaca, não resistia à operação, Coriolano completaria 75 anos de idade no dia 1 de agosto. Cori, como era chamado pelos conquistenses, foi o terceiro deputado de Vitória da Conquista a assumir a Presidência da Assembleia Legislativa da Bahia, em 1989, também foi presidente da Assembleia Constituinte baiana, como deputado, foi considerado pelo jornal Folha de São Paulo como deputado federal nota 10, foi também na sua trajetória exitosa, Presidente do PDT estadual, presidente do PMDB em Vitória da Conquista, grande articulador conseguiu com emenda de bancada, embora tivesse por quatro anos dedicado o valor da verba pessoal do orçamento da União, dedicado a construção do Anel Rodoviário de Vitória da Conquista, no dia da inauguração 22 de dezembro de 2002, ele me confidenciou: ” em 2023, esse anel estará incorporado à malha urbana, precisamos de deputados que lutem para fazer um outro anel, que incorpore o Pradoso, passando distante 16 kms em todas as direções, será a Conquista moderna que você não para de falar”, estamos próximos dessa realidade.

Municipalista por convicção, foi responsável pela emancipação política dos municípios de Ribeirão do Largo, Lajedo do Tabocal, Mirante, Caetanos e Bom Jesus da Serra, travando uma luta gigante contra as lideranças dos municípios mãe.

Coriolano Sales, nasceu em santa Terezinha, no estado da Bahia, estudou Direito na Universidade Federal da Bahia, como também na Universidade Federal do Ceará. advogado do Banco do Nordeste, veio para Vitória da Conquista nos anos 70, em 1982, com o aval de Pedral Sampaio, disputou uma vaga para à Assembleia Legislativa da Bahia, e foi eleito por Vitória da Conquista, fato que se repetiu mais duas vezes, em 1994, resolveu se candidatar a deputado federal, sendo eleito três vezes consecutivas. Abaixo, mais algumas linhas da vida dessa importante figura pública de Conquista, sem dúvida o melhor deputado da história de Vitória da Conquista.

Começo dos trabalhos para implantação do Banco do Povo, reunião em Porto Alegre

Fundou, com um grupo de advogados, a subseção da Ordem dos Advogados do Brasil, de Vitória da Conquista/ Bahia, a 4ª criada no interior do Estado, eleito presidente da Comissão Especial da Terra da OAB, seção Bahia, 1981 e 1982. Participou do Lions, da Maçonaria e foi presidente da Comissão Diocesana de Justiça e Paz da Diocese de Vitória da Conquista, 1981 a 1982.

Operador emedebista confessa crime e entrega US$ 7,5 milhões


 

O operador do MDB Mário Miranda confessou crimes e deixou à disposição da Justiça US$ 7,2 milhões em valores repatriados – montante oriundo, segundo ele próprio, de práticas ilícitas em contratos da Petrobrás. Sob sigilo, as declarações de Miranda foram registradas pela força-tarefa da Lava Jato na próxima quarta-feira (16). O depoimento envolve contrato que, segundo a Odebrecht e os investigadores, beneficiou o MDB em 2010, em suposto acerto com políticos do partido, no escritório de Michel Temer em São Paulo.

O termo foi assinado após a prisão de Miranda no dia 8, na 51.ª fase da Lava Jato, que apura suspeita de propinas em benefício do partido. A defesa de Miranda é constituída pelo advogado Antonio Figueiredo Basto, especialista em delação premiada. Pioneiro e responsável por acordos do doleiro Alberto Youssef, do corretor Lúcio Funaro e do dono da UTC, Ricardo Pessoa, Basto foi citado em delações. O jornal O Estado de S. Paulo revelou no sábado, 19, que os doleiros Vinícius Claret e Cláudio de Souza relataram pedido do advogado por uma “taxa” mensal de US$ 50 mil em troca de “proteção” em investigações.

Basto nega e afirma que nunca teve contato com Claret e Souza. Basto afirmou ao juiz Sérgio Moro que Miranda, “em longo depoimento gravado, reiterou seu firme propósito de colaborar com as investigações, de comparecer a todos os atos processuais e repatriar os valores ilícitos recebidos”. “O requerente procurou a Polícia Federal e Ministério Público Federal ainda em 2016 e antes da colaboração da Odebrecht com a finalidade de iniciar uma colaboração”.

Em janeiro, Miranda voltou a encaminhar, por meio de sua defesa, ofício à força-tarefa no qual diz estar à disposição para colaborar e devolver valores decorrentes de crimes. No entanto, ele acabou preso. Para os procuradores, há “contas secretas ainda mantidas no exterior e que não tiveram saldos sequestrados”, como a offshore Fairfamily Foundation, mantida pelo operador nas Bahamas.

Ministério Público enquadra Pereira tentando colocar ordem no transporte público em Vitória da Conquista


Diante de um governo fraco, incapaz de executar as medidas mais elementares da boa administração, o Ministério Público como fiscal da lei, teve que intervir, para exigir que o gestor municipal de Vitória da Conquista, Sr. Herzem  Pereira,  faça cumprir a lei no tocante ao transporte clandestino no município.  na campanha eleitoral, o atual prefeito foi apoiado por duas associações que executavam o transporte clandestino de passageiros no município de Conquista, inclusive com  adesivos, com a foto do candidato plotado nos veículos. O atual prefeito à época, propagava a destruição do transporte regular legal, efetuado por duas empresas de ônibus, dizia que possuía pesquisa que o transporte de passageiros em Vitória da Conquista, era bom, poque tinha as “VANS”. Ao assumir o governo, usando sua autoridade de prefeito, foi a uma emissora de rádio e produziu o primeiro decreto oral da História da República: ” Determinei aos funcionários do SIMTRANS, que não estabeleça qualquer tipo de penalidade aos motoristas condutores de “VANS” em Vitória da Conquista, não admitirei essa perseguição; os vanzeiros precisam ser tratados, com água gelada, salgadinhos e cafezinhos, em agradecimento aos bons serviços que prestam à população; Conquista não tem problema com transporte, graças a eles, não podemos ficar reféns de duas empresas de transporte”

A partir daí, as empresas reagiram e exigiram o cumprimento do contrato celebrado com a Prefeitura, mas o prefeito não deu pelotas, inclusive ameaçou a cidade com uma possível liberação de de 10 mil mototáxi ,  ” Se eu quiser coloco dez mil mototáxi na cidade, quem irá me impedir, tenho essa prerrogativa” ameaçou Pereira. Adiante promoveu uma licitação para 160 veículos operarem o transporte urbano, concorrendo diretamente com as empresas de ônibus, nas mesmas linhas licitadas legalmente para ônibus em 2013.

Embasa: Abastecimento reduzido em Conquista nesta segunda (21)


A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) informa que o Sistema Integrado de Abastecimento de Vitória da Conquista, que também atende à cidade de Belo Campo, encontra-se momentaneamente reduzido na manhã desta segunda (21) em função de problemas eletromecânicos na Estação de Tratamento. Os trabalhos corretivos ocorrem desde o início da manhã e o funcionamento do sistema será retomado gradativamente ao longo da tarde. Enquanto isso, a Embasa solicita a compreensão da população no uso racional da água armazenada

Novo Prado Valadares: Rui dá início à visita guiada com a imprensa


O governador Rui Costa iniciou, por volta das 8h30 desta segunda-feira (21), uma visita de apresentação do novo Hospital Geral Prado Valadares (HGPV) à imprensa. A unidade de Jequié é o quinto hospital inaugurado pelo governador desde 2015. Já foram entregues o HGE 2 e o Hospital da Mulher, em Salvador, e os hospitais Costa do Cacau (em Ilhéus) e da Chapada (em Seabra). Antes da visita às novas instalações, Rui concedeu entrevista coletiva a emissoras de rádio da região de Jequié.
A visita ao novo Hospital Prado Valadares está sendo transmitida ao vivo no Facebook, assista: https://www.facebook.com/ruicostaoficial/videos/1303376649794476/
O novo HGPV, que já começa a funcionar na terça-feira (22),  passa a ser o maior do interior do estado, com a oferta de um total de 276 leitos. Já a área construída cresceu de 8 mil metros quadrados para mais de 14 mil metros quadrados. Além do novo hospital, Rui realiza uma série de entregas para outros 27 municípios, nesta segunda, no ato em Jequié. Entre elas, 16 ambulâncias vão beneficiar a população de Almadina, Arataca, Barra do Rocha, Brejões, Caetanos, Canavieiras, Coaraci, Gandu, Itaju do Colônia, Itapitanga, Itaquara, Jequié, Manoel Vitorino, Nova Canaã, Planaltino e Ubaitaba. O novo Prado Valadares também receberá uma ambulância e uma van para transporte de pacientes.