TRE confirma cassação de prefeito de Tanhaçu


Os juízes do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) mantiveram a cassação do mandato do prefeito de Tanhaçu João Francisco Santos (PT) e do seu vice Valdívio Aguiar Filho. Inicialmente, a decisão da cassação foi do juiz da 196ª Zona Eleitoral Rodrigo Souza Britto.
Na sessão desta quinta-feira, 26, quatro juízes votaram a favor da manutenção da cassação e três foram contra. O voto de desempate foi do presidente do TRE, o desembargador Lourival Almeida Trindade.
Além da cassação, os gestores devem ficar inelegíveis por oito anos a contar a partir da eleição de 2012. A defesa do prefeito e do vice ainda podem entrar com embargo de declaração questionando a decisão. Com isso, eles só podem ser afastados após a publicação do julgamento desses eventuais embargos, caso eles sejam interpostos.
O prefeito e seu vice são acusados de compra de votos no pleito de 2012. Eles foram eleitos com 7.019 votos. De acordo com a acusação, eles ofereceram vantagens para eleitores, que seriam beneficiados por meio de fraude em concurso público e em processo licitatório. Além disso, a oposição acusa os gestores de ter dado dinheiro em troca de votos.

PSDB diz que é escândalo emprestar a Cuba. Esqueceram de perguntar por que FHC emprestou


Perdeu completamente qualquer compostura e racionalidade na hora de criticar o governo Dilma.

Só não é exposto ao ridículo porque a mídia brasileira também é ridícula e simplesmente repete o que as “notas oficiais”aecistas publicam no site do partido.

Depois do “mico aéreo” e do “mico da conta do restaurante”, agora o PSDB parte para o “mico cubano”, publicando – com farta reprodução nos jornais – um comunicado em que critica os empréstimos do BNDES às obras do porto de Mariel, em cuba e diz que os “recursos que vão para a ilha da ditadura castrista – e também para a Venezuela chavista e para outros países, notadamente os ideologicamente alinhados – são os mesmos que faltam para obras estruturantes no Brasil, em especial as de mobilidade urbana nas nossas metrópoles.”

Ontem eu tratei a sério disso, aqui, mostrando que o dinheiro é emprestado – tem sido pago em dia – para aquisições de mercadorias e serviços no Brasil.

Mas tem limite a cara de pau.

Qualquer dia eu vou começar a imprimir e guardar as notícias das coisas que o governo tucano fazia e a posição “indignada” do PSDB sobre as mesmas coisas no governo petista.

E esta é uma delas.

Fernando Henrique diretamente e o BNDES, sob seu comando fizeram empréstimos a Cuba, aliás muito corretamente.
Aqui está o memorando de entendimento entre Brasil e Cuba para financiar a compra de alimentos com recursos orçamentários – reparem, orçamentários, diretamente da União – através do Proex (leia-se Banco do Brasil) em US$ 15 milhões, firmado em 1998.
Mas foi comida, aí era humantário? E o que dizem do financiamento a ônibus de turismo para a ilha de Fidel, como está consignado no relatório de atividades do BNDES do ano de 2000?

“(…)o apoio do BNDES a exportações de ônibus de turismo e urbanos para Cuba somou cerca de US$ 28 milhões. Cabe destacar o financiamento concedido para a aquisição de 125 ônibus Busscar com mecânica Volvo, utilizados na dinamização da atividade turística desse país, no valor total de US$ 15 milhões”
Mas teve também para a “Venezuela chavista” de que fala a nota do PSDB:

“Projeto da Linha IV do Metrô de Caracas (Construtora Norberto Odebrecht S.A.) – Construção do primeiro trecho, com extensão de 5,5 km. O investimento total do projeto soma US$ 183 milhões, sendo o financiamento do BNDES de US$ 107,5 milhões, correspondentes a 100% das exportações brasileiras de bens e serviços e ao seguro de crédito às exportações.”
Uai, igualzinho ao Porto de Mariel? E com a mesma empreiteira, a Odebrecht?

É verdade que os tucanos fazem uma ressalva: “Fosse o Brasil um país que esbanjasse dinheiro e com questões de infraestrutura e logística resolvidas, poderia até ser compreensível.”
Fico imaginando a cara de Aécio Neves diante de algum repórter que lhe perguntasse se no governo FHC podia-se emprestar dinheiro à Cuba e à Venezuela porque não existiam problemas de logística e infra-estrutura no Brasil dos tucanos.

AÉCIO NEVES NA LAVA JATO! NÃO SE SURPREENDAM, DIZ BOECHAT


O jornalista Ricardo Boechat comentou, na BandNews FM, sobre a participação de partidos como o PSDB em irregularidades na estatal e também sobre o possível envolvimento de Aécio Neves: “Não me surpreenderia”

Por Maíra Streit

Em comentário feito na BandNews FM, divulgado ontem (24), sobre a Operação Lava Jato, o jornalista Ricardo Boechat afirmou que é inegável a participação de integrantes de partidos da oposição no esquema investigado pela Polícia Federal na Petrobras. “Eu não tenho nenhuma dúvida de que há envolvidos da atual oposição no esquema de corrupção da Petrobras. Ninguém tem dúvida. É claro que a corrupção da Petrobras tem marcas que antecedem a era do PT”, ressaltou.

Boechat lembrou que, na década de 1980, ele próprio recebeu o Prêmio Esso de Jornalismo com uma série de reportagens feitas no jornal O Estado de S. Paulo sobre irregularidades cometidas na estatal. E ressaltou ainda a tentativa de alguns partidos de dar uma conotação política ao caso, o que é criticado pelo jornalista, defendendo que o assunto deveria ser tratado na esfera criminal.

Outro assunto destacado ontem foi a lista de políticos que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, está encaminhando para o Supremo Tribunal Federal (STF), com nomes supostamente envolvidos em negociações ilícitas na Petrobras. “Já no Facebook, muita gente trocando mensagens dizia que a grande estrela da oposição que estaria na lista do Janot encaminhada ao Supremo Tribunal Federal seria nada mais nada menos, como um envolvido ou citado nos depoimentos da Operação Lava Jato, que o senador Aécio Neves, ex-presidenciável e presidente do PSDB”, destacou.

Sem querer se comprometer, o jornalista disse que não confirmaria a informação, mas admitiu que o envolvimento do tucano não despertaria grandes surpresas. “Também não me surpreenderia, mas não estou endossando porque é um boato ainda”, afirmou. Segundo informou, a tal lista conteria cerca de 40 a 70 nomes de políticos citados durante as investigações, o que poderá provocar grandes debates nos próximos meses.

TCM multa prefeita de Prado em R$ 4 mil por contratação sem licitação


O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), decidiu na sessão desta quinta-feira (26), multar a prefeita de Prado, Mayra Pires Brito (PP), em R$ 4 mil em função da contratação sem licitação do Instituto de Pesquisas Municipais – IPM e Instituto Brasileiro De Desenvolvimento Municipal – IBDM, no exercício de 2013, nos valores respectivos de R$ 107.000,00 e R$122.750,00.

Segundo o TCM, a contratação do primeiro pretendia locar e manter a manutenção de software e a do segundo a implantação e manutenção do Diário Oficial eletrônico do Poder Executivo do Município. O relator do processo, conselheiro Raimundo Moreira, destacou que os serviços contratados poderiam ser realizados por outras empresas existentes no mercado, havendo assim uma clara possibilidade de competição para o atendimento da demanda, sendo portanto, inviável a dispensa de licitação, que privou a administração pública dos benefícios possíveis de serem alcançados através da competitividade de um certame licitatório.

Gugu detona Rede Globo na estreia e assume a liderança


Logo que começou, às 21h45, o apresentador recebeu Leonardo, o filho do cantor, Zé Felipe, e o filho do humorista Shaolin, Lucas Veloso, mas o ponto alto ficou com a entrevista de Suzane Von Richtofen, condenada a 39 anos de prisão em 2006 após assassinar os pais com a ajuda do então namorado Daniel Cravinhos, e o cunhado Christian Cravinhos.
Dividida em dois blocos, Gugu sentou frente a frente com Suzane falou sobre a vida atual dela na cadeia, a relação com o irmão Andreas von Richthofen, a herança da família que ela abriu mão, as ameaças que sofreu em outras prisões antes de chegar no presídio feminino de Tremembé. Gugu levou uma foto dela com sua família tirada em seu aniversário de 18 anos e perguntou o que ela sentia ao olhar a imagem.
“Saudades, muitas saudades. Se tivesse volta… É uma parte que faz muita falta. Eles me alertaram, me disseram que eu estava indo por um caminho errado”, contou.
O ponto alto da conversa foi quando o apresentador questionou Suzane sobre a noite do crime em 31 de outubro de 2002.
“Esse é um tema que até hoje eu não consigo falar direito, falei isso para a Justiça, para imprensa nenhuma eu nunca falei. Mas por ser você, por ser uma pessoa do bem, por eu sentir essa confiança, eu vou contar para você. É um dia que eu nunca vou esquecer na minha vida, aquela Suzane não existe mais. Eu estraguei não só a minha vida, como a vida do meu irmão, dos meus pais, da minha família, se tivesse, eu queria fazer diferente”.
O apresentador ainda começou a explorar a homossexualidade de Suzane dentro da prisão e chamou a namorada dela, Sandra Regina Ruiz Gomes, para participar da entrevista, mas deixou o suspense e o assunto para o programa de amanhã.

Audiência

A Record liderou na audiência o tempo todo da entrevista variando entre 16 e 14 pontos no ibope, segundo dados preliminares. A Globo, que era a primeira colocada com a partida da segunda rodada da Taça Libertadores entre São Paulo e Danúbio com 22 pontos, foi perdendo a audiência a partir do momento em que Gugu entrou ao vivo.
Com uma hora no ar, o apresentador conseguiu a liderança e atingiu picos de 17.3, quando a emissora carioca já marcava 15.5. Nos momentos em que Suzane falou sobre o crime e mostrou sua namorada, a Record registrava 14.5, o dobro da segunda colocada, Globo, com 7.7 no ibope.

Confira o artigo original no Portal Metrópole: http://www.portalmetropole.com/2015/02/gugu-detona-rede-globo-na-estreia-e.html#ixzz3SyQQRxFM

JACQUES WAGNER PREGA ENTENDIMENTO PARA SALVAR EMPRESAS


Visitando as obras de construção do submarino nuclear da Marinha,em Itaguaí (RJ), executadas pela construtora Odebrecht em parceria com uma empresa francesa, o ministro da Defesa Jacques Wagner pregou uma ação efetiva para evitar o colapso das empresas do complexo óleo e gás atingidas pela Operação Lava Jato. “Não podemos ficar parados assistindo ao espetáculo das investigações”, disse Wagner, sugerindo uma separação entre as ações do Judiciário e do Ministério Público e as dos outros poderes, que precisam tomar iniciativas para preservar o setor.

– Eu digo sempre que um Brasil é conhecido em outros pelo seu futebol, pela sua música, pela sua cultura, pela sua natureza, mas é muito conhecido pelas suas empresas nacionais. A gente quando fala da Alemanha lembra da Siemens, da Volkswagen, quando fala dos EUA a gente lembra da IBM e por aí vai. E hoje a gente tem o orgulho de dizer que lá fora também nos conhecem por algumas das empresas, inclusive a Odebrecht, que construiu o aeroporto de Miami e faz obras no mundo inteiro— defendeu.

O ministro é a terceira figura de expressão política a defender um pacto para salvar as empresas. Já se manifestaram neste sentido os deputados José Carlos Aleluia (DEM-BA) e Paulo Teixeira (PT-SP). Segundo fontes do PT, Jacques pode vir a ser o interlocutor do governo junto a setores da oposição e do próprio empresariado em busca deste acordo para evitar que, diante da crise, as empreiteiras comecem a falir, desencadeando um efeito cascata na economia, com a seguida falência de fornecedores e parceiros e as consequentes demissões em massa.

Álcool é 144 vezes mais letal que a maconha, afirma pesquisa


| Agência O Globo-

Se o álcool fosse descoberto hoje, possivelmente tabloides do mundo inteiro estampariam manchetes com a “nova droga mortal”, juntamente com depoimentos de testemunhas aterrorizadas por terem visto “viciados” cambaleando pelas ruas, caindo, chorando e na sarjeta. Mas uma recente pesquisa acaba de mostrar que a maconha, que tem utilização proibida em tantos países, é 144 menos letal que o álcool.
O estudo foi publicado na “Scientific Reports”, subsidiária da revista “Nature”, e procurou quantificar o risco de morte associado ao uso de várias substâncias tóxicas. Os cientistas descobriram que a maconha é, de longe, a droga mais segura.
No lugar de focar a contagem de morte como outras pesquisas, os autores do relatório compararam doses letais de cada substância com a quantidade que uma pessoa comum usa.
Ao elencar as drogas mais mortais, a maconha apareceu no final da lista, enquanto álcool, heroína, cocaína e tabaco lideram. A maconha, inclusive, era a única que representava um risco de mortalidade baixo entre os usuários, apesar de não ser inexistente.
Fumar a erva, obviamente, não é “seguro, e ponto final”, mas estudos têm mostrado que ela é, de fato, “mais segura do que o álcool”.
A pesquisa aparece logo após a polícia do Colorado, primeiro estado americano a legalizar a droga, dizer que em um ano tudo está bem e o trabalho policial passou praticamente inalterado.

Confira o artigo original no Portal Metrópole: http://www.portalmetropole.com/2015/02/alcool-e-144-vezes-mais-letal-que.html#ixzz3SyLDYy4g

PMDB anuncia apoio á Dilma e ao governo e pede intervenção de Lula


Lula também teria dito que irá ajudar a presidente Dilma Rousseff no que diz respeito às crises política e econômica enfrentadas pelo governo e que o PMDB deve ter um papel de protagonista na coalização de apoio ao governo.
O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse que Lula defendeu que o vice-presidente da República e presidente do PMDB, Michel Temer, passe a integrar o chamado núcleo duro do governo petista, formado atualmente por seis ministros ligados ao PT.
Segundo os peemedebistas, a situação agora depende de uma contrapartida por parte da presidente Dilma. Lula teria dito que é necessário que a presidente tenha uma postura firme de maneira a assegurar uma retomada da confiança nos rumos do país.
Lula também comentou que o embate travado por conta dos ataques sofridos pelo governo nas mídias sociais não deve ficar sem contraponto, sob o risco de perder a batalha.
O líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira (CE), teria pedido a intervenção de Lula para reconstruir o diálogo com o governo da presidente Dilma, já que o ex-presidente é visto como uma espécie de fiador das relações entre o PMDB e o PT.

Confira o artigo original no Portal Metrópole: http://www.portalmetropole.com/2015/02/pmdb-anuncia-apoio-dilma-e-ao-governo-e.html#ixzz3SyHZcMdI

Governo deve investir R$ 200 milhões em infraestrutura da região Oeste


O secretário estadual de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, afirmou que a região oeste do estado deve receber cerca de R$ 200 milhões para investimentos em infraestrutura. De acordo com o Correio, Cavalcanti admitiu que a região tem dificuldades nas áreas de logística e transportes, o que dificulta o desenvolvimento local. De acordo com o secretário, pelo fato de a região precisar de estradas que suportem cargas pesadas, o governo tem feito obras no trecho de Jaborandi para Correntina, que vai até Minas Gerais, além de trabalhos em trechos que passam por Luís Eduardo Magalhães e vão até o Tocantins, dentre outros. Outras ações devem ser realizadas, como a inclusão de obras no trecho Mansidão/Santa Rita de Cássia nos trabalhos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) 3.

ELE QUERIA O CARRO: Juiz Flávio Roberto é afastado dos processos que envolvem Eike Batista


A corregedora nacional de Justiça ministra Nancy Andrighi, determinou nesta quinta-feira (26), o afastamento imediato do juiz Federal Flávio Roberto de Souza, da 3ª vara do Rio de Janeiro, de todos os processos que envolvem o empresário Eike Batista. De acordo com a corregedora, os eventos divulgados pela mídia, como o uso de um dos veículos apreendidos do ex-bilionário e algumas entrevistas, fez com que fosse necessária a instauração de uma reclamação disciplinar para apurar eventual prática de falta funcional. “Em várias entrevistas, fica evidenciado que o juiz federal mantém a postura de ignorar o Código de Ética da Magistratura”. A ministra ainda afirmou que “não há, nem pode haver lacuna, brecha ou folga interpretativa que permita a um juiz manter em sua posse, ou requestar para seu usufruto, patrimônio de particular sobre o qual foi decretada medida assecuratória”. Apesar de a Corregedoria Regional apurar as condutas do magistrado, Nancy considerou que os danos causados à imagem do Poder Judiciário e a possibilidade de continuação da conduta do reclamado pedem uma atuação concomitante da Corregedoria Nacional de Justiça. Os processos do empresário serão redistribuídos aleatoriamente. De acordo com a ministra, caberá ao juiz o cumprimento do dever, em suas relações com os meios de comunicação, de se comportar de forma adequada, inclusive não emitindo opinião sobre processo pendente de julgamento. Ao Migalhas, o Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) afirmou que cumprirá a determinação da corregedora, e que a decisão não anula os atos já praticados nas duas sindicâncias instauradas contra o magistrado e não impede seu seguimento. As sindicâncias foram instauradas para apurar fatos relacionados à conduta do juiz, referentes à guarda e ao uso indevido do veículo do empresário e às declarações dadas. Na próxima quinta-feira (5), o TRF deve julgar as sindicâncias de Flávio Roberto.

No mundo da Bola: CLASSIFICAÇÃO INDEFINIDA


Os resultados do campeonato baiano de 2015, nesse meio de semana, onde os três primeiros empataram, não foi o suficiente para definir aqueles oito times que estarão na fase do mata – mata, somente nesse final de semana, quando será disputada a quinta rodada é que saberemos, antecipadamente, quais os prováveis classificados, isto é, em caso de triunfo daqueles times que ocupam as primeiras colocações. Na rodada passada, foram quatro empates, e somente Bahia e Colo – Colo conseguiram vencer seus adversários, já a quinta roda será recheada de clássicos regionais, onde a rivalidade prevalece e, por certo, teremos bons jogos incentivados por suas torcidas, estas que até o momento, têm sido ausente dos jogos. No sábado, dois jogos interessantes, CATUENSE que luta para não cair, depois de muito esforço para voltar à elite, do outro lado o time da JUAZEEIRENSE, um dos líderes, quer se manter nas três primeiras colocações e garantir, por antecipação, sua classificação; o jogo será em Feira de Santana, campo neutro para os dois times. JACUIPENSE e GALÍCIA farão o outro jogo do sábado, também com uma pitada de pimenta; primeiro: pelos dois bons resultados conquistado pelo time da Jacuipense, contra Bahia e Serrano, também, o Galícia vem de um empate contra o Vitória, dentro da casa do adversário; ambos somam cinco pontos ganhos, o que significa, em caso de triunfo de um dos lados, um passo decisivo para a próxima fase. No domingo a roda será complementada com quatro jogos, sendo três clássicos regionais, e um jogo de duas equipes que tentam se firmar, JACOBINA e COLO-COLO jogarão em Senhor do Bonfim, campo neutro para os dois times, com vantagem para o time de Jacobina que ainda não venceu nessa competição e, precisa, a todo custo, somar pontos para não voltar para a segunda divisão. Os clássicos também podem impulsionar ou derrubar definitivamente um dos times na disputa da classificação. FEIRENSE X BAHIA DE FEIRA, o Feirense é o lanterna, perdendo o jogo estará no fundo do poço, o Bahia de Feira, caso perca, verá suas pretensões de classificação cair por terra. No BAVI a vantagem é do rubro negro, no entanto o Bahia deu um salto, na última rodada e briga por uma das vagas, o que será bom para a seqüência da competição. No clássico do Café, o BODE e O ÍNDIO MONGOIÓ farão o jogo da TV, o qual será uma ponte para os dois times, isto porque, caso vença ou empate, o Bode garante um das vagas para a fase seguinte, enquanto isso, o Índio Mongoió, que está na ZR, com quatro pontos, dependerá de um triunfo para sair dessa posição e, por via de conseqüência, afastar o fantasma do rebaixamento, se perder ficará complicada sua situação. Por todos esses ingredientes é que essa rodada será interessante.
De: Ubaldino Figueiredo

Governo discute projeto de lei que altera Código de Obras do Município


Em audiência pública realizada nesta quinta, 26, na Câmara de Vereadores, o Governo Municipal discutiu com empresários, entidades e vereadores o Projeto de Lei Nº 30/2014, que altera o Código de Obras do Município. “É importante que a comunidade e todos os interessados participem da discussão de temas importantes como esse”, afirmou o presidente da Casa Legislativa, o vereador Gilzete Moreira. Segundo ele, a Comissão de Obras vai analisar e estudar o projeto, a partir desse debate.

Reconhecendo a importância da atualização do Código de Obras do Município, os presentes afirmaram que o Executivo avança ao apresentar essa proposta que beneficia toda a cidade. “Esse assunto é de extrema importância para a nossa cidade, pois a construção civil tem uma parcela importante da nossa economia”, disse inspetor-chefe do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (CREA), Alexandre Pedral.

De acordo com a secretária municipal de Infraestrutura, Debora Rocha, a proposta apresentada pelo Executivo foi construída em discussões com a sociedade e com representantes de entidades da iniciativa privada. “É dever da Administração Municipal, e também de todo cidadão, assegurar o desenvolvimento urbano mantendo o seu equilíbrio socioeconômico. Essa proposta em discussão altera os parâmetros mais emergentes para a cidade, atendendo diversas demandas”, declarou.

Sobre o PL Nº 30/2014 – O projeto propõe alterar, acrescentar e/ou revogar dispositivos estabelecidos pela Lei Municipal nº 1.385/2006 – Plano Diretor Urbano e pela Lei Municipal nº 1.481/2007, que trata do uso e ocupação do solo e das obras e edificações em Vitória da Conquista.

Lei Municipal nº 1.481/2007 é um dos instrumentos urbanísticos decorrentes do Plano Diretor de 2006 e visa implementar as diretrizes e ações estabelecidas nele.

Participaram ainda da mesa de debate, o procurador institucional do município José Carlos Mello, os representantes do Sindicato da Indústria da Construção do Estado da Bahia (Sinduscon), Gilberto Novaes Prates e Luciano Bonfim, o delegado do Conselho Regional dos Corretores de Imóveis (CRECI), Dermeval Vieira (CRECI), e a representante do Conselho de Arquitetura e Urbanismo, Márcia Pinheiro.