ACADEMIA DO PAPO : Mensagem do Prefeito e reconhecimento de uma Sociedade


DSC01277Anteontem, 04/02/15, eu e aproximadamente duas centenas de conquistenses, estivemos presentes à abertura dos trabalhos legislativos na Câmara de Vereadores, hoje sob a presidência do vereador Gilzete Moreira. Como é de praxe nessas assembleias, o Prefeito Municipal foi convidado para ler sua primeira mensagem em relação ao exercício findo e também para expor sobre as realizações (projetos e ações) que pretende materializar no exercício corrente.

Além de médico, doutor Guilherme Menezes é também uma personalidade com notórios conhecimentos do mundo das artes e das letras (igualmente seus colegas médicos João Guimarães Rosa e Pedro Nava). Sobre o conteúdo de sua mensagem, pode-se concluir o seguinte: o discurso do Prefeito é (foi) enxuto, com grande objetividade, sem leguleios ou gongorismos. O homem vai direto ao assunto sem abusar de lirismos ou da prosa enganadora muito praticada por políticos demagogos, não cumpridores de promessas.

A plenária da Câmara ouviu o Prefeito com a cerimônia devida [e que ele merece] e ao final, o que se viu foi uma plateia convencida de que, efetivamente, há por parte do Executivo Municipal um esforço enorme para continuar dando ao município de Vitória da Conquista, o status de um das Cem Melhores Cidades do Brasil, fato esse reconhecido pela Revista América Economia e outros órgãos de Pesquisa Econômico-Social.
Vitória da Conquista é uma liderança mesorregional que abrange áreas do Centro Sul e Sudoeste da Bahia, portanto, um centro de convergência comercial, de prestação de serviços (incluindo os da área médica), artística, intelectual, acadêmico-científica, cujos pilares se assentam sobre valores que distinguem nossa cidade e seus dirigentes de outros que ainda não possuem inventivas de gestão calcadas em processos inovadores. Projetos inovadores esses que se destinam especialmente a colocar como prioridade a boa gestão da coisa pública para o bem estar da Sociedade.

O Prefeito foi muito feliz ao afirmar que em 10 anos, o Município deixou de ser a 11ª economia do Estado para se transformar na 6ª. Quem o ouviu atentamente chegou a conclusão que sob o ponto de vista econômico esse dado, por si só, coloca-nos como uma das cidades brasileiras de maior e melhor crescimento. Sem dúvida. Importante frisar que crescer desordenadamente não faz de nenhuma cidade uma boa localidade para se morar. Como exemplos temos grandes cidades da Baixada Fluminense, estado do Rio de Janeiro, onde os indicadores sociais são baixíssimos. Historicamente devemos lembrar que a organização da nossa cidade, veio logo em seu primeiro mandato. O Prefeito ajustou as contas públicas e devolveu ao município condições para concorrer a Projetos Nacionais, como os diversos que agora estão sendo conquistados. E isso faz com que a cidade se desenvolva em todos os aspectos, oferecendo condições de mobilidade social como poucas no País.

Os avanços nas áreas sociais e econômicas proporcionam a muitos dos habitantes de Vitoria da Conquista condições para concorrerem em suas diversas áreas de atuação, vislumbrando um futuro melhor para si, todos os familiares e todas as suas atividades profissionais. Há imensos nichos de mercado, abertos e até alguns ainda não inaugurados, oferecendo imensas perspectivas de crescimento para todos que se dedicarem às suas atividades laborais com empenhos necessários e responsabilidade social devidos.

Em dezenove laudas, o Prefeito discorreu por quase meia hora sobre o que sua Gestão realizou no ano passado e assegurou a todos os presentes seu empenho para os desafios e enormes projetos que estão em curso, como o novo Aeroporto. Mencionou ainda a dedicação de sua Equipe em relação à Educação, citando preocupações com os mais de 43 mil alunos matriculados na Rede Municipal, as Creches que foram entregues e ainda serão, Barragens construídas em 18 localidades, Quadras Poliesportivas em todos os Distritos, a exemplo da de José Luís a ser entregue em 8 de fevereiro próximo e também sua enorme preocupação com Abastecimento de Água e os contatos já mantidos com o governador Rui Costa e o Ministro da Integração Nacional para os Projetos da Barragem do Rio Pardo e do Rio Catolé. A primeira representando uma acumulação de água no total de 430 milhões de metros cúbicos, indiscutivelmente um projeto de redenção hídrica para toda a região. Enfim, todos saíram convencidos de que muito está sendo feito e que ainda há muito se a fazer. O prefeito, como sempre, saiu aplaudido e consciente de sua responsabilidade pelo que fez e pelo que ainda terá que fazer para grandeza do Município e pelo progresso social e humano dos nossos cidadãos. Foi mais ou menos isso….