Governador autoriza asfaltamento do trecho de Iuiu à Pindorama, na BA-160


O governador Rui Costa está em Iuiu, no sudoeste do estado, para entrega de obras e autorização de novos projetos, neste sábado, dia 11. Ele assinou a ordem de serviço para a Secretaria Infraestrutura do Estado (Seinfra) recuperar a rodovia BA-160, no trecho entre a sede da cidade e o distrito de Pindorama.

Os deputados Zé Raimundo (estadual) e Waldenor Pereira (federal) acompanham a programação do governador no município e estão comemorando especialmente o asfaltamento da BA- 160, que concretiza o antigo pleito apresentado por eles.

“Este é um sonho da população que defendemos, em atenção aos nossos companheiros de luta política, a professora Alice, o saudoso Mela e os vereadores Raí e Zé Burica. Essa obra vai promover maior desenvolvimento ao município e região” , disse Waldenor.

Zé Raimundo também não esconde a satisfação, dirigindo-se especialmente a Rui Costa: “Obrigado governador, obrigado secretário Marcus Cavalcanti por mais essa importante obra, uma reivindicação que tanto lutamos em atenção à esse querido município e às nossas lideranças”, concluiu.

Histórico

A povoação que deu origem ao Município de Iuiu teve inicio por volta de 1907, quando surgiram as primeiras casas no local, nas proximidades de uma serra, que mais tarde seria chamada de Iuiu, às margens do riacho que leva o mesmo nome, em uma região pertencente ao Município de Carinhanha.
Dois núcleos contribuíram para a sua povoação: Morrinhos e Roçadinho. Em Morrinhos, foi construído um pequeno mercado, uma igreja e um cemitério. Em Roçadinho, a dois quilômetros adiante, foi construído um mercado de tábua, coberto de casca de pau.
Devido à proximidade das nascentes d’água, recebeu maior fluxo de forasteiros que foram contribuindo para o seu desenvolvimento. O primeiro comerciante local foi o Pacômio Pereira Magalhães.
Em 1937, foi construída a primeira igreja de Roçadinho, liderada por Joaquim Umbuzada e sua esposa, Francisca Umbuzada. O governo fez a doação da imagem de Santa Luzia, que ficou sendo a padroeira do povoado.
O topônimo de Iuiu começou a ser usado a partir de 1938, e foi adotado em decorrência da grande incidência na região de um pequeno peixe conhecido como ‘Iuiu’.
A fertilidade de suas terras, chamou a atenção de muitos moradores de outras regiões, como Palmas de Monte Alto, Guanambi, Riacho de Santana, Bom Jesus da Lapa, Caetité e Carinhanha. São lembrados como primeiros moradores as famílias Vilas Boas, Lopes, Fagundes, Frota Viana e Montalvão.
As primeiras obras públicas no lugar foram um pequeno açude no Riacho Iuiu e o Grupo Escolar Duque de Caxias.

Fotos: Vinicius Brito

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *