Só um obtuso acreditou que a Prefeitura de Vitória da Conquista não cumpriria o decreto do Estado


“Governador se compromete a abrir novos leitos de UTI na região e Prefeitura adere ao novo decreto estadual”

 

Com essa manchete pretensiosa a Prefeitura de Vitória da Conquista insinua que a sua atitude de dizer que não iria aderir ao Decreto Estadual de 21 de fevereiro fez com que o governador do Estado se comprometesse a abrir novos leitos para  atender aos doentes de COVID na região. Na verdade, era só espuma, uma  tentativa de  gerar um factoide  político e passar para a população uma falsa coragem que, na verdade, caso fosse possível vencer a queda de braço pueril, geraria apenas uma vitória de Pirro para o governo local.

A ideia é tentar passar para a população a ideia de que a abertura pelo Estado de novos leitos no recém construído Hospital do Câncer em Caetité se fez em atendimento ao poder político da Prefeitura de  Vitória da Conquista, pois esta seria uma condição para que o município aderisse ao toque de recolher. Isso é uma mentira, mal elaborada e mal contada.

Hospital do Câncer de Caetité

Inaugurado no dia 11 de novembro de 2020, o Hospital do Câncer, situado em Caetité, interior da Bahia, realizou, no dia (13) de novembro, as primeiras cirurgias. Foram realizados quatro procedimentos cirúrgicos de baixa complexidade sendo eles neoplasias de endométrio, de tecidos moles e duas de pele.

Segundo o governo do Estado, que fez a inauguração, a entrega do hospital é fruto de uma parceria com a prefeitura de Caetité. Foram investidos R$ 2,8 milhões, valor que corresponde a mais de 90% dos recursos aplicados.

Foram implantados 80 leitos distribuídos entre 10 UTIs adulto, 13 clínica geral, 19 cirurgia geral, 18 ortopedia e 20 oncologia clínica e cirúrgica. Necessário se faz  acrescentar que esse hospital existe desde o inicio dos anos 2000 e teve um aproveitamento pelo Estado da Bahia em 2011. O equipamento visa atender a demanda de doenças oncológicas na região composta por 48 municípios e se trata de um Hospital  do município de Caetité.

O governo da Bahia, que administra juntamente com a Prefeitura de Caetité este hospital, atribuiu 10 UTIS ( Unidade de Terapia Intensiva) para atendimento a pacientes  contaminados pelo COVID19, tais leitos tendo previsão de operação ainda no mês de fevereiro deste. Em momento algum a aderência da Prefeitura de Vitória da Conquista ao Decreto Estadual que determina o toque de recolher na Bahia à partir das 20hs teve como contrapartida a referida ação do governador em relação ao Hospital Oncológico de Caetité.

Veja abaixo a matéria oficial da Prefeitura, repleta de devaneios.

Na manhã desta segunda-feira (22), o Comitê de Gestão de Crise para enfrentamento da pandemia voltou a se reunir no Gabinete Civil. No encontro, ficou decidido que Vitória da Conquista irá aderir ao Decreto Estadual nº 20.240, de 21 de fevereiro, que altera os horários da restrição de circulação noturna em municípios baianos.

Nesta manhã, o Comitê de Gestão de Crise voltou a se reunir para discutir o decreto estadual

A decisão avaliou o compromisso do governador da Bahia, Rui Costa, em abrir um hospital com leitos de UTI no município de Caetité, na região Sudoeste, até a próxima sexta-feira (26). O acordo ocorreu em conversa telefônica com a prefeita em exercício de Vitória da Conquista, Sheila Lemos, nesse domingo (21).

“Nós solicitamos que ele abrisse novas vagas na região. O governador se comprometeu a, até sexta-feira, abrir vagas na região Sudoeste, na cidade de Caetité. E nós vamos aguardar até sexta-feira para ver se realmente isso se concretiza. Então, Conquista é solidária e vai cooperar com o decreto, e, na sexta-feira, nós iremos reavaliar a situação em nossa região”, afirmou a prefeita.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *