A Tarde registra nova pesquisa em Vitória da Conquista; divulgação dia 28


O instituto de pesquisa Potencial Consultoria e Pesquisa Ltda , registrou ontem no TSE a última pesquisa para prefeito em Vitória da Conquista.

Visualizar Pesquisa Eleitoral – BA-01340/2020

VITÓRIA DA CONQUISTA – BA
BA-01340/2020 22/11/2020
Prefeito 28/11/2020
CNPJ: 09026259000186 – POTENCIAL CONSULTORIA E PESQUISAS LTDA / POTENCIAL CONSULTORIA E PESQUISAS Eleições Municipais 2020
600 23/11/2020
26/11/2020 José Carlos Martins Leite
8707 R$ 2.500,00
Não

 

CPF/CNPJ: 15111297000130 – EMPRESA EDITORA A TARDE S A / A TARDE Origem do Recurso: (Recursos próprios)

 

Metodologia quantitativa com a técnica de entrevistas individuais diretas por telefone, seleção aleatória do elemento amostral e abordagem com utilização de questionário estruturado junto a uma amostra representativa do eleitorado do município de Vitória da Conquista/BA (231.176 – TSE 2020). As entrevistas são realizadas por uma equipe de entrevistadores contratada pela POTENCIAL PESQUISA & INFORMAÇÃO, devidamente treinada para este tipo de abordagem.
O plano amostral foi desenvolvido considerando um nível de confiança de 95% (intervalo de confiança), a população completamente heterogênea (variância máxima) e margem de erro amostral de 4 pontos percentuais. Com esta configuração o tamanho da amostra fica sendo de 600 entrevistas. A amostra é representativa dos eleitores da área pesquisada (Vitória da Conquista/BA), selecionada da seguinte forma: Em primeiro lugar são definidos estratos com base nos distritos (Sede, Cabeceira da Jiboia, Bate-Pé, Cercadinho, Dantilândia, Iguá, Inhobim, José Gonçalves, Pradoso, São João da Vitória, São Sebastião, Veredinha). A agregação considera bairros e localidades. Todos os estratos serão pesquisados (probabilidade 1) e os bairros/localidades sorteados aleatoriamente com probabilidade proporcional ao tamanho da população (IBGE/2010). Ficam definidos 2 estratos (Sede ¿ 88% e Distritos ¿ 12%). Sendo o número de entrevistas proporcional ao tamanho de cada estrato. A partir daí, são selecionados aleatoriamente os bairros/localidades de cada estrato com base no tamanho da população. Em seguida, é feita a seleção aleatória do(a) entrevistado(a) no cadastro, utilizando-se quotas proporcionais em função das seguintes variáveis: / 1 – SEXO: Masculino – 46%; Feminino – 54%. / 2 – FAIXA ETÁRIA: Entre 16 a 24 anos: 13,3%; Entre 25 a 34 anos: 22,2%; Entre 35 a 44 anos: 23,2%; Entre 45 a 59 anos: 24,8%; Com 60 anos ou mais: 16,5% . / 3 ¿ GRAU DE INSTRUÇÃO: Sem Instrução: 4,0%; Lê e escreve: 11,9%; Ensino fundamental incompleto: 24,1%; Ensino fundamental completo: 4,8%; Ensino médio incompleto: 12,5%; Ensino médio completo: 26,2%; Superior incompleto: 5,7%; Superior completo: 10,8%. / 4 ¿ NÍVEL ECONÔMICO: Até 2 SM: 49,2%;, Mais de 2 a 5 SM: 33,0%; e Mais de 5 SM:17,8%. ¿ É prevista eventual ponderação para correção das variáveis gênero e faixa etária, com base nos percentuais acima apresentados, caso ocorram diferenças superiores a 4 pontos percentuais entre o previsto na amostra e a coleta realizada. Para as variáveis grau de instrução e nível econômico (renda mensal familiar do entrevistado) serão considerados os resultados obtidos no processo aleatório definido para a realização das entrevistas (fator de ponderação igual a 1). Fonte de Dados: IBGE (Censo 2010) e TSE – Agosto 2020.
A coleta de dados é realizada por telefone e são registradas em sistema de pesquisa específico para este fim. Todas as entrevistas são verificadas / criticadas em 100% através de monitoramento on-line via sistema. Aproximadamente 25% das entrevistas são auditadas.
A referida informação será enviada em arquivo pdf após a divulgação conforme disposto no § 7° do art. 2° da Resolução-TSE n° 23.600/2019.