Temer e membros da cúpula militar tiveram encontro secreto um ano antes do golpe ; a cara de Temer nunca inspirou confiança


Durante lançamento do livro ‘A escolha’, uma longa entrevista do ex-presidente, o jornalista Denis Rosenfield revelou que Michel Temer e integrantes da cúpula das forças armadas se encontraram em sigilo um ano antes do impeachment que afastou a ex-presidente Dilma

Michel Temer e Eduardo Villas Bôas
Michel Temer e Eduardo Villas Bôas (Foto: Marcos Corrêa/PR)

No lançamento do livro de Michel Temer, “A Escolha”, nesta segunda (12), Denis Rosenfield contou que, em 2015, um ano antes do impeachment, o então comandante do Exército, Eduardo Villas-Bôas, lhe procurou para saber de Temer. Os militares estavam “preocupados com o país”, segundo Rosenfield. Ele marcou um encontro sigiloso com o então vice-presidente.

Segundo Rosenfield, além de Villas-Bôas, também participou da reunião o chefe do Estado Maior, Sergio Etchegoyen, que depois se tornaria ministro de Temer, informa o Painel da Folha de S.Paulo.

O livro é uma entrevista de Temer gravada em 2018. O ex-presidente revelou à Folha que os militares lhe ajudaram em pelo menos duas ocasiões. Durante rebeliões em presídios, em 2016, e em GLOs (Garantia da Lei e da Ordem), como a do Rio, em 2017.