Ministro da Justiça demite responsável por dossiês contra movimentos antifascistas


A troca é feita em meio à abertura de uma sindicância para apurar a existência do dossiê e a convocação do ministro para dar explicações no Congresso Nacional

Dia Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas 30 de julho de 2020
Dia Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas 30 de julho de 2020 (Foto: Isaac Amorim/MJSP)

 Após a revelação de que o Ministério da Justiça deu início a uma caça às bruxas e sigilosamente, com a criação de um dossiê com nomes de servidores federais e estaduais identificados como integrantes do “movimento antifascismo”, a pasta comandada por André Mendonça informou em nota nesta segunda-feira (3) que decidiu substituir a “chefia da Diretoria de Inteligência” da Seopi (Secretaria de Operações Integradas), unidade que fez um dossiê.

De acordo com a assessoria do ministério, o diretor de inteligência será substituído por Gilson Libório Mendes, coronel da reserva que tem formação militar na EsAO (Escola de Aperfeiçoamento de Oficias) do Exército.

A troca é feita em meio à abertura, pela corregedoria do Ministério da Justiça, de uma sindicância para apurar a existência do dossiê e a convocação do ministro para dar explicações no Congresso Nacional.

Confira a íntegra da nota do Ministério da Justiça:

“Após determinação do ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, a Corregedoria-Geral do Ministério instaurou, nesta segunda-feira (3), Sindicância Investigativa para apurar os fatos relacionados à Diretoria de Inteligência da Secretaria de Operações Integradas (SEOPI), conforme amplamente divulgado na imprensa.

A Comissão foi designada através da Portaria COGER nº 158/2020 e é composta por um delegado de Polícia Federal, integrante da Corregedoria-Geral do MJSP; um Procurador da Fazenda Nacional e um Auditor Federal de Finanças e Controle da Controladoria-Geral da União.

Como medida considerada adequada à realização dos trabalhos da Comissão, o ministro decidiu pela substituição da chefia da Diretoria de Inteligência da SEOPI.

Por fim, o Ministério da Justiça e Segurança Pública destaca que o ministro André Mendonça está à disposição para prestar esclarecimentos à Comissão Mista de Investigação da Atividade de Inteligência, aguardando apenas a definição da data”./ 247