Uesb 40 anos: conhecimento para uma vida plena


por Juliana Silva – 02.07.2020


O ano de 2020 está diferente. A pandemia da Covid-19 mudou as relações e o distanciamento social passou a ser regra. A Uesb ficou vazia: sem aulas, sem eventos, sem encontros. Apesar dessa nova realidade, em 2020 a Universidade completa quatro décadas de existência. Um marco muito importante para toda a Bahia.

Em 1980, como resultado da política de interiorização do ensino superior, mais precisamente em 30 de dezembro, a Uesb foi criada. Itapetinga, Jequié e Vitória da Conquista recebiam, então, a Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia.

De lá para cá, 47 cursos de graduação foram ofertados e 31 cursos de pós-graduação implantados, responsáveis por formar milhares de pessoas. Assim, a Universidade se tornou referência não só para o estado, mas para todo o país.

O momento pode não ser de festa, mas o corpo acadêmico e administrativo da Uesb está empenhado em seguir desenvolvendo o seu papel de agente de transformação social. Para o reitor da Universidade, professor Luís Otávio de Magalhães, a Uesb vai continuar sendo uma instituição capaz de contribuir para a formação profissional e também cidadã. “Ela vai continuar fazendo essa diferença na vida das pessoas daqui a 40, 100 anos. Espero que a Uesb seja uma instituição que faça parte ad infinitum da vida das pessoas do Sudoeste baiano”, declara o reitor.