Prefeito de Vitória da Conquista é “calunduzeiro”, diz Zé Raimundo


O deputado Zé Raimundo (PT) chamou o prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão de “calunduzeiro”, ao lamentar atritos criados pelo alcaide com outras autoridades durante a pandemia. A crítica – usando o termo comum no interior do estado para classificar pessoas que se irritam sem motivo – se deu durante a sessão plenária virtual da Assembleia Legislativa da Bahia, transmitida pela TV Alba e nos canais e redes sociais, quando o parlamentar também reafirmou a sua pré-candidatura para voltar à Prefeitura Municipal, onde esteve no comando no período de 2002 a 2008.

“O prefeito de Vitória da Conquista é um calunduzeiro, briga com todo mundo. No início, criou conflito com o nosso governador e com o secretário estadual de saúde, Fábio Vilas Boas, e agora tenta desqualificar o Conselho Municipal de Saúde, quando deveria estar articulando a instituição de diálogos para evitar situações mais dramáticas”, atacou Zé Raimundo.

O deputado comparou que ao contrário das “birras” do prefeito, felizmente o governo do estado tem trabalhado para minimizar os efeitos da crise sanitária no município e que os deputados também vêm colaborando, citando inclusive emendas parlamentares suas e do deputado federal Waldenor Pereira (PT) para socorrer a região Sudoeste, totalizando R$16 milhões, além de mais R$ 6 milhões que destinaram ao Hospital de Base conquistense e recursos para a Prefeitura.

Zé Raimundo também registrou o lançamento do Programa de Governo Participativo (PGP), no último dia 20, para ouvir e debater virtualmente as propostas dos diversos segmentos da sociedade conquistense que serão posteriormente admitidas no programa de campanha da sua candidatura.