Aglomerações se formam nas agências bancárias de Vitória daConquista


Com a renovação do Decreto Municipal que mantém o comércio parcialmente fechado, o movimento de pessoas continua reduzido no Centro de Vitória da Conquista. Entretanto, as agências bancárias são uma exceção à regra.

Demonstrando o descaso do setor pela sociedade, os bancos continuam promovendo o atendimento presencial e a consequente aglomeração de pessoas, o que põe em risco a saúde dos trabalhadores bancários e dos clientes.

Especialistas de todo o mundo afirmam que o distanciamento social é uma das medidas mais eficientes para combater a propagação do Covid-19 e o colapso do sistema de saúde. Por este motivo, o Sindicato dos Bancários de Vitória da Conquista e Região encaminhou, no dia 23, um ofício à Prefeitura solicitando a proibição do atendimento presencial nas agências, com a manutenção da compensação bancária, redes de cartões de crédito e débito, caixas bancários eletrônicos e outros serviços não presenciais. Contudo, até o momento, nada foi feito para impedir a concentração de pessoas nas filas.

“Mesmo com a renovação do decreto de fechamento do comércio, a administração municipal continua mantendo a postura de falta de compromisso com a saúde de bancários e clientes. Apesar de termos protocolado na Prefeitura, no dia 23, um pedido de suspensão do atendimento presencial nas agências, se restringindo apenas aos serviços essenciais, até hoje não tivemos resposta. Vamos seguir acompanhando e pressionando para que a para que a saúde e a vida sejam tratadas como prioridade sobre o lucro”, afirma Leonardo Viana, presidente do Sindicato dos Bancários.


Atenciosamente, 

Erick Reis

Telefones: 77 3424-1620/3424-2068

Pessoal: 77 99166-6900

Assessoria de Comunicação

Sindicato dos Bancários de Vitória da Conquista e Região