Preços do petróleo têm queda de 20% na 2ª feira


Maior desvalorização desde 1991

Barril chegou a ser vendido a US$30

Plataforma de extração de petróleo da Petrobras: preços do commodity estão em queda por todo o mundodivulgação/Petrobras

O preço do petróleo desabou no mercado internacional depois que a Arábia Saudita anunciou aumento de produção neste fim de semana. O petróleo tipo Brent abriu o pregão desta 2ª feira (9.mar.2020) em queda de mais de 30%, derrubando o preço para perto de US$ 30 por barril.

Depois das primeiras negociações, a queda amenizou. Às 7h17, o petróleo do tipo Brent estava em queda próxima a 20%, com o preço do barril na casa de US$ 35 , de acordo com o site Investing.

Trata-se da maior desvalorização desde a Guerra do Golfo, em 1991. Já provocou perdas nas bolsas de valores de todo o mundo.

A queda do valor do barril se dá por causa de uma decisão da Arábia Saudita em retaliação à Russia sobre produção. Os sauditas anunciaram 1 corte de 10% no preço do petróleo depois que a Russia se recusou a participar de 1 movimento da Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo) para reduzir a produção diária. A medida visava a estabilizar o preço do petróleo em meio à epidemia de coronavírus.

O 1º grande impacto foi sentido pela própria Arábia Saudita. A medida também afetou as principais bolsas de valores do mundo.