Médicos do Pronto Socorro do SUS do Hospital São Vicente estão paralisados; atraso de pagamento por parte da Prefeitura


Argumentando atraso de salários e defasagem nos valores pagos pelos plantões, os médicos do Hospital São Vicente, que trabalham no Pronto Socorro do SUS, suspenderam os atendimentos. Desde segunda-feira (24), que pacientes são obrigados a procurar outras unidades.

Um médico que optou em preservar sua identidade desabafou:

“Nós temos o direito de receber nosso pagamento, nos arriscamos todos os dias trabalhando em um pronto socorro – risco de adquirir infecção, risco de contágio de doenças incuráveis por manipulação de materiais perfuro-cortantes – prestamos atendimento continuo, muitas vezes almoçamos correndo porque a demanda é grande e com pacientes graves, então é justo que pelo menos tenhamos nosso pagamento em dia. Nosso reajuste até hoje não chegou , trabalhamos com valor defasado, o menor da cidade e região.”

Os médicos informaram ao hospital sobre a paralisação por meio de um documento assinado por aproximadamente 20 profissionais.

Ainda nesta quinta-feira (27) o impasse permanecia.

As paralisações ocorridas anteriormente tiveram relação com atrasos e repasses fragmentados dos pagamentos realizados pela Prefeitura de Conquista a unidade. Não obtivemos informação se dessa vez a suspensão dos atendimentos pelos profissionais de saúde ocorreu pelo mesmo motivo. Todavia, o hospital empresta trabalho e insumos ao SUS,aqui em Vitória da Conquista,totalmente municipalizado e o governo municipal nos últimos três anos, jamais pagou em dia.