Herzem Gusmão Pereira persegue moradores que lutam pelos seus direitos;diz Movimento Pavimentação Já


Nessa terça-feira (13), no programa Sudoeste Agora, o prefeito de Vitória da Conquista demonstrou toda sua raiva e preconceito com os moradores que lutam por seus direitos, que buscam o respeito do governo e a possibilidade de melhoria da qualidade de vida através da pavimentação.

Minimizando a luta do povo e atribuindo a reivindicação popular a um interesse supostamente eleitoreiro, o prefeito atacou o líder Comunitário Willian Gama e afirmou que os moradores que lutam por seus direitos são usados como massa de manobra. Neste momento, o senhor prefeito, destilou todo seu preconceito contra as populações carentes de diversas comunidades.

Quer dizer que os moradores não têm o direito de reivindicar? Não podem se organizar? Não têm o direito de lutar pelo que acreditam? Por que o prefeito não chamou os representantes para dialogar sobre o tema ao invés de enviar a polícia coagir cidadãos contribuintes? Por que o prefeito ameaça enviar a Polícia Federal para reprimir pessoas de bem que tem como única exigência a garantia básica de uma rua pavimentada?

O tema nunca foi politizado por parte do movimento, até porque neste momento não estamos em campanha eleitoral. O tema em questão é uma luta justa de comunidades carentes que sofrem com a ausência das condições mínimas de urbanização.

Cabe a prefeitura respeitar a livre manifestação dos moradores e abrir canais para diálogo e solução dos problemas apresentados.

Senhor Prefeito, aprenda que numa sociedade democrática o cidadão tem direito sim de reivindicar e dizer o que pensa. Ao gestor público, que é um servidor da população, cabe a obrigação de ouvir e, eventualmente, atender as expectativas da população ao invés de reprimir e tentar coibir o direito a liberdade de expressão e livre manifestação cidadã.

Nós do Movimento Pavimentação Já repudiamos a fala do Prefeito. Informamos que não cederemos às pressões e intimidações do Senhor Herzem Gusmão Pereira (nem dos seus bajuladores) e continuaremos lutando por dignidade e respeito. Nosso movimento não é eleitoral, mas sim cidadão. Cabe à Prefeitura Municipal a obrigação de ouvir, respeitar e buscar uma solução para nossa comunidade.

Movimento PAVIMENTAÇÃO JÁ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *