Pré-candidato, Bruno se emociona, lembra perda dos pais e revela ‘pedido’ de ACM Neto


Vice-prefeito da capital baiana foi lançado como pré-candidato nesta segunda-feira (06)

Foto: Reprodução / Facebook
Foto: Reprodução / Facebook

 

Anunciado como pré-candidato do DEM a prefeito de Salvador, Bruno Reis fez um discurso emocionado nesta segunda-feira (06) e relatou sua trajetória de vida.

“Não foi fácil superar a perda da minha mãe com nove anos de idade e a perda do meu pai com 15 anos”, disse Bruno. Ele falou que saiu de Juazeiro ainda criança para ganhar a vida na capital baiana.

Bruno citou as campanhas que ajudou a coordenar, quando era assessor parlamentar de ACM Neto, como as de Paulo Souto, Antonio Imbassahy, do senador ACM e do próprio prefeito. “Eu sempre sonhei em um dia estar aqui. E esse dia chegou”, falou Bruno.

O agora pré-candidato do DEM ainda fez elogios à gestão de ACM Neto: “O prefeito chegou a Salvador e auto-estima estava no chão. Ele deu uma nova cara a Salvador. Salvador ocupava as últimas posições na educação. Hoje é a capital que mais cresce no Ideb. Salvador tinha a pior atenção básica entre todas as capitais e foi a que mais ampliou a atenção básica na saúde, no Brasil. Salvador ostentava o título de capital nacional do desemprego e hoje é a capital que mais gera emprego no Brasil”.

Na virada do ano, quando teve a reunião definitiva com Neto, Bruno teve uma condição imposta pelo prefeito, segundo ele relatou. “Ele só me pediu uma coisa: ser um bom prefeito pra Salvador, melhor até que ele”.