Em vídeo de 2018, Carla Zambelli mostra comitê eleitoral ilegal de Bolsonaro em Belo Horizonte


Denúncia da Folha nesta sexta-feira 6 revelou que o comitê da capital de Minas, estratégico para a campanha presidencial, não foi declarado à Justiça Eleitoral. “Gente, olha que coisa mais linda o que o pessoal de BH fez aqui”, diz a hoje deputada do PSL Carla Zambelli

(Foto: Reprodução)

Após denúncia publicada pela Folha de S.Paulo nesta sexta-feira 6, que revela omissão de gastos da campanha de Jair Bolsonaro à Justiça Eleitoral, o que configura um novo crime eleitoral do atual presidente, circula nas redes sociais imagens do comitê eleitoral de Belo Horizonte, justamente o que não foi declarado na relação de despesas.

Em um dos vídeos de 2018 resgatados pelos internautas, Carla Zambelli, que se elegeu deputada federal pelo PSL na onda bolsonarista, exibe o espaço: “Gente, olha que coisa mais linda o que o pessoal de BH fez aqui. Olha isso, adesive o seu veículo grátis aqui. Drive Trhu17. Tem um luminoso BH17”.

“Aqui em Belo Horizonte já foram mais de 5.000 veículos adesivados”, acrescenta Zambelli. O empresário mineiro Abraão Veloso, que também aparece no vídeo, chama o local de “um centro de convivência Bolsonaro”.

Um documento da Prefeitura de BH mostra que o imóvel pertence a uma empresa, a concessionária de veículos Brasvel. Um dos donos, Eduardo Brasil, confirmou à Folha que o imóvel foi “cedido” a um grupo de bolsonaristas. Mas desde 2015 as doações de empresas para campanhas eleitorais são proibidas, o que mostra que Bolsonaro violou a lei.

Rubens Valente

@rubensvalente

neste vídeo da campanha de 2018 a hoje deputada Carla Zambelli apresenta o QG eleitoral pró-Bolsonaro que não foi declarado à Justiça Eleitoral:

614 pessoas estão falando sobre isso

William De Lucca

@delucca

Foi esse espaço de campanha que Bolsonaro escondeu de sua prestação de contas, o que configura crime eleitoral. https://twitter.com/GentilMarcos1/status/1051194833052798977 

276 pessoas estão falando sobre isso