Edimar, o ex-pastor, é preso por suspeita de estuprar jovem em Itarantim


Edimar da Silva Brito, o falso pastor, volta a ser notícia no Sudoeste do baiano. Desta vez ele foi preso por suspeita de estuprar uma jovem de 21 anos de idade, na madrugada desta quarta-feira (16), na cidade de Itarantim.
De acordo com a polícia, Edimar aproveitou que a jovem dormia sob efeito de álcool e sem condições de reação para praticar o abuso. Ele fugiu, mas o fato foi comunicado a polícia, que localizou o pseudo pastor escondido numa residência.
Edimar é acusado pelo assassinato da Pastora Marcilene Oliveira Sampaio e da sobrinha dela Ana Cristina Santos Sampaio, crimes acontecidos em 19 de janeiro de 2016.