Cipó de aroeira: Merval, que colocou em dúvida palestras de Lula, hoje tem que explicar a sua de R$ 375 mil


O jornalista Merval Pereira, que fez campanha pela prisão política de Lula, ou seja, pela fraude eleitoral que resultou na eleição de Jair Bolsonaro, hoje se viu compelido a explicar por que recebeu R$ 375 mil do Senac – após denúncia feita nas redes sociais pelo próprio Bolsonaro. Em seu artigo, Merval disse que o valor se refere a 13 palestras – e não apenas uma

Merval anuncia data da prisão de Lula: dia 26 ou 27
Merval anuncia data da prisão de Lula: dia 26 ou 27

Em julho de 2017, por exemplo, ele escreveu que Lula precisaria explicar suas palestras. “Quando bloquearam R$ 600 mil da conta corrente do ex-presidente Lula –  é espantoso alguém ter essa quantia em conta corrente – o PT soltou uma nota dizendo que ele ia passar fome. Um dia depois, aparecem R$ 9 milhões em planos de previdência privada. Lula tinha toda condição de ser milionário, diante do preço que cobrava pelas palestras que diz ter feito a partir de 2010, mas precisa comprovar que elas existiram e que não eram alguma contrapartida de empreiteiras. A explicação fica complicada porque um dos diretores da Odebrecht afirmou ter sido preparado um esquema, com as palestras, para que o ex-presidente tivesse uma boa aposentadoria”, postou Merval em sua coluna.

Neste domingo, no entanto, é Merval quem tenta se explicar após ser acusado por Jair Bolsonaro de receber R$ 375 mil por uma palestra do Senac. “Na verdade, não recebi esse total, pois o programa foi interrompido, e acabei dando 13 palestras, que foram noticiadas nos jornais locais, em informes publicitários da Fecomércio do Rio, em sites, e filmadas. As palestras eram abertas a representantes do comércio, da indústria, da educação, políticos locais, estudantes. Foram as seguintes as cidades das palestras: Angra dos Reis (30/3/2016); Miguel Pereira (14/4); Três Rios (28/4);Volta Redonda (5/5/); Barra do Pirai (19/5); Teresópolis (16/6); Valença (9/6); Barra Mansa (14/7); Rio das Ostras (28/7) Petrópolis (11/8); Rio de Janeiro (7/12/); Cabo Frio (16/3/2017); Niterói (25/5/2017)”, escreveu Merval neste domingo.

No caso de Merval, cai bem um verso de Geraldo Vandré que se referia a um “dia que já vem vindo, que este mundo vai virar”… Está na canção Aroeira, do disco Canto Geral, lançado naquele ano de contestações. E encaixa bem nos resultados colhidos por setores da imprensa comercial em relação ao governo Lula: “É a volta do cipó de aroeira no lombo de quem mandou dar”.

Nota da Redação: Se Merval recebe mais de 40 mil por uma palestra é natural que LULA receba 1 milhão, afinal Lula tem 20 títulos de Doutor Honoris Causa, foi presidente do Brasil duas vezes e comprovadamente elegeu sucessora duas vezes,  tirou 40 milhões de pessoas da pobreza, gerou 20 milhões de empregos, acumulou 380 bilhões de dólares de reservas internacionais, pagou uma dívida de de 16 bilhões de dólares ao FMI e emprestou 30 bilhões ao fundo. Colocou 5 milhões de jovens nas Universidades, criou 19 Universidades federais, seis, só na Bahia.  Mas o MERVAL?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *