Noeci Salgado quer presidir o PT de Vitória da Conquista


O que ocorre é que a militância quer tanto quanto ele, a vontade de uma mistura com o querer do outro, e o Partido dos Trabalhadores poderá ter a sua frente, em substituição ao atual presidente, o jovem advogado Rudival Maturano, um nome “raiz”, um filiado que poderíamos dizer “este pegou na enxada e no facão”, participou efetivamente da fundação da sigla no início dos anos 80.

Sem demérito ao Rudival que, diga-se de passagem, é um nome respeitado dentro das diversas correntes. A sua presença como condutor dos filiados durante a gestão que está próxima a findar foi pela necessidade que o staff composto por estrelas de brilho mais intenso sentiu de que precisava renovar, só que agora boa parte dos petistas quer colocar o pé no chão, quer ver o partido caminhando sob nova direção, e enxerga em Noeci um nome que remete a origem, com cheiro de terra, com gosto de zona rural. Percebe-se uma lembrança de Zé Novaes.

Dentro desta análise, uma presença no último sábado quando o partido esteve reunido, foi a do deputado Valmir Assunção, parlamentar bastante ligado ao homem do campo e em especial ao MST. “O nosso partido não para de reunir, somos assim. Nesta reunião não discutimos candidaturas a prefeito, só tratamos da renovação do novo quadro dirigente”, salienta o psicólogo Ricardo Alves, que também é assessor parlamentar do vereador Valdemir Dias. Ele faz parte daqueles que apostam na unidade do partido para as próximas eleições municipais. Ele joga no time de Jânio Freitas e Júlio Oliveira. “O próximo presidente do PT municipal será um dos responsáveis pela escolha do candidato à prefeito de Conquista”, avisa Ricardo.

Lucinha, candidata à presidência do PT estadual, participou do encontro realizado na sede do partido em Vitória da Conquista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *