General Heleno ganha R$ 19 mil por mês, mais do que 99% dos brasileiros, e acha pouco; para a linha evolutiva o trabalho dele contribui?


O general Augusto Heleno, ministro-chefe do GSI, afirmou nesta quarta na Câmara que recebe R$ 19 mil mensais líquidos como general reformado; isto o coloca entre o 1% mais rico entre os brasileiros, mas Heleno não está satisfeito; “Eu tenho vergonha do que eu recebo do Exército, isso eu tenho vergonha. Se eu mostrar pro meu filho que eu sou general de Exército, e ganho líquido R$ 19.000”

O general da reserva Augusto Heleno, indicado para ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), fala à imprensa no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Brasília, onde funciona o gabinete de transição de governo.
O general da reserva Augusto Heleno, indicado para ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), fala à imprensa no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Brasília, onde funciona o gabinete de transição de governo. (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABR)

247 com Revista Fórum – O general Augusto Heleno, ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), afirmou nesta quarta-feira (10) na Câmara que recebe R$ 19 mil mensais líquidos como general reformado. Isto o coloca entre os 1% mais ricos do país. Mesmo assim, ele reclamou, disse ter “vergonha”, sinalizando que seria pouco.

“Eu tenho vergonha do que eu recebo do Exército, isso eu tenho vergonha. Se eu mostrar pro meu filho que eu sou general de Exército, e ganho líquido R$ 19.000, eu tenho vergonha”.

Heleno participava de uma audiência pública para falar sobre  o caso do sargento da Aeronáutica Manoel Rodrigues Silva, preso em flagrante na Espanha, em 27 de junho, depois de desembrarcar do avião presidencial reserva com 39 quilos de cocaína. O ministro respondia a questionamento do deputado David Mirand (PSOL-RJ), que quis saber porque os últimos três salários de Heleno no COB (Comitê Olímpico Brasileiro) ultrapassaram R$ 50 mil reais. O general foi contratado para ser diretor de Comunicação e Educação Corporativa do COB.

“Nos três últimos meses no COB, levantaram meu contracheque e viram que chegou a cinquenta, cinquenta e um (mil)”, disse. “Outra coisa, o dinheiro do COB sai do valor apostado da Caixa Econômica nos diversos concursos. Este valor há uma discussão que até hoje não se chegou à conclusão se é dinheiro público ou não”, rebateu.

“Eu ganhava honestamente, trabalhava muito no COB, formamos mais de 1000 gestores. Não tenho vergonha nenhuma de ter sido bem pago”, explicou. Ele foi diretor do COB no mandato de Carlos Arthur Nuzman e estava na entidade em outubro de 2017, quando Nuzman foi preso acusado de corrupção. O pedido de prisão foi decretado porque houve uma tentativa de ocultação de bens quando a polícia cumpriu um mandato de busca e apreensão mna casa do ex-presidnete do COB. Entre os bens ocultados, havia dinheiro vivo e os certificados de 16 quilos de ouro que Nuzman mantinha num cofre na Suíça. Apesar se ser general, da área de seguraça e direto do COB, Heleno nunca esclareceu sua posição no episódio -se sabia ou não do que acontecia na entidade.

Em termos de comparação, segundo a calculadora do Nexo Jornal sobre o seu salário mediante a realidade de Brasil, os R$ 19 mil recebidos por Heleno o colocam acima de 99% de toda a população brasileira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *