Gestão Herzem: O Governo que usa o cheque especial


Rafael Nunes é advogado e empresário

Não é novidade para quem acompanha a política local, que o Prefeito Herzem Gusmão não entende absolutamente nada de administração pública. A maneira como ele vem conduzindo as finanças do município leva a crer que o próximo Prefeito haverá de encontrar dificuldades para trazer equilíbrio fiscal as contas públicas.

A importante obra do aterro sanitário custará aos cofres públicos aproximadamente 7 milhões de reais, com dispensa de licitação para a EMURC. Ocorre que o valor corresponde a ampliação de mais uma célula. A gestão passada conseguiu viabilizar todo o atual aterro gastando menos de um terço do valor: 1 milhão e setecentos mil reais.

As atitudes perdulárias do governo estão por todo lugar: Os gastos com diárias em eventos que não envolve nenhum interesse do município. A ida a Brasília cumprimentar o então Presidente Temer, quando ele já arrumava as gavetas para deixar o Palácio do Planalto, de nada serviu a Cidade. O Prefeito foi a Salvador utilizando diárias, acompanhado de assessores para dar entrevistas a canais de comunicação da capital, levando o interlocutor a crer que a gestão municipal vai a mil maravilhas.

Em Salvador, assim como em Vitória da Conquista, a gastança foi irrefreável. Sites como Bocão News e Bahia Notícias foram agraciados com patrocínios do “Governo mais perto de Geddel”. Não se sabe onde estava o interesse de Vitória da Conquista nessa operação. O certo é que aconteceu.

A balbúrdia com o dinheiro público vai muito além. O Contrato estimado em mais de 300 mil reais pagos a Dom Cabral, por ora não fez nenhum sentido. A famigerada reforma administrativa não aconteceu e o dinheiro público foi consumido com a irresponsabilidade peculiar do governo Herzem.

E o arraso aos cofres públicos vai além. Em que pese a Prefeitura contar com uma numerosa e qualificada banca de advogados em seus quadros, o Prefeito insiste na necessidade de fazer contratos com escritórios parceiros. O mais temerário é que um desses escritórios advoga em suas querelas pessoas. Não que existe ilicitude nesse simples fato, mas a imoralidade é inequívoca.

As assessorias e consultorias estão em quase todos os corredores da Prefeitura: Prática, PJ consultoria, Geo associados, escola politécnica da UFBA, Jayme Lenner Arquitetos associados, são algumas das empresas entusiasmadas com esse governo. Algumas dessas consultorias foram contratadas para fazerem auditorias nas contas da Prefeitura e da EMURC. Esse material nunca foi levado ao conhecimento da sociedade.

O contrato lesa pátria com a Novo Horizonte é de deixar os cabelos em pé. Não os dos proprietários da empresa que colocaram a disposição dos usuários carros que estavam fora de circulação e, por isso tiveram vantajosos resultados. É de deixar os cabelos em pé da sociedade conquistense, pois essa, recebeu um tapa na cara ao ver o município pagar 810 mil reais/mês pela locação de 7 ônibus e 2 microônibus para atender linhas entregues pela concessionária “Cidade Verde”.

A folha de pagamentos também foi turbinada e o Santander (banco responsável pelo pagamento da folha) agradece. Além de mentir para o eleitorado prometendo reduzir os gastos com o pessoal, fez justamente o contrário. Com muita generosidade, o Prefeito estabeleceu, em alguns casos, gratificações que vão até 100% do salário.

Os 6 milhões de reais oferecidos a EMURC também causa arrepio. A empresa de fato vive um melhor momento, entretanto o prefeito dando sinais de que não conhece nada de administração pública, compromete a capacidade de investimento do município ao fazer aporte de tão significativo valor.

Com tanto gasto, ainda sobraram 5.500 reais para a equipe do Prefeito fazer um buffet no restaurante La Forneria (o mais caro da cidade), segundo informações do próprio portal da transparência da Prefeitura.

Depois de espancar as finanças da Prefeitura é realmente difícil conceder aumento ao funcionalismo público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *