Gilmar Ferraz assume Secretaria de Agricultura


Na tarde desta segunda-feira, 13, o ex-vereador Gilmar Ferraz (MDB) tomou posse como secretário municipal de Agricultura, no lugar de Paulo César Oliveira.

Gilmar Ferraz pediu afastamento das atividades legislativas na última sexta-feira, 10, em pronunciamento na Câmara.

O presidente da Câmara, Luciano Gomes (PR) elogiou o prefeito Herzem  Pereira pela escolha de Gilmar Ferraz, “um vereador que conhece a linguagem e as demandas do homem do campo”. Segundo Gomes, “não tenho dúvida de que ele será um grande secretario”, reafirmou.

Na oportunidade, o presidente parabenizou o vereador Edivaldo Ferreira Jr. (MDB), que assume a vaga deixada por Gilmar à partir de quarta-feira, 15, e o convocou a assinar o ato de posse na noite desta segunda.

Também estiveram presentes à posse do secretário, os vereadores Nildma Ribeiro (PCdoB), Osmario Lacerda ((MDB), Jorge Bezerra (SD), Professor Cori (PT), Adinilson Pereira (PSL) àlvaro Pithon (DEM) e Hermínio Oliveira (Cidadania).

Em seu pronunciamento, o secretário Gilmar Ferraz agradeceu aos amigos, eleitores, assessores, aos colegas vereadores, ao prefeito Herzem Pereira por ter lhe entregado um cargo tão importante e à sua família.

Parafraseando o matemático Arquimedes, “Dê-me uma alavanca e um apoio e eu levantarei o mundo”, Gilmar Ferraz disse que o desafio é grande, mas sua vontade de trabalhar é maior, e que se tiver as condições necessárias de trabalho, empenhará todo o seu esforço para resolver as demandas na Secretaria de Agricultura, pois conhece como poucos toda a zona rural do município de Vitória da Conquista. Ele afirmou ainda que tem consciência das dificuldades que enfrentará, porém pretende ir em busca de alternativas para minimizar o sofrimento do homem do campo, priorizando, principalmente, o abastecimento de água e as melhorias das estradas rurais. “Tenho certeza que deixarei minhas marca de contribuição ao governo municipal, porque se trata de uma secretaria do povo, e digo mais, serei um fiel escudeiro dessa administração que tanto tem trabalhado por Vitória da Conquista”, concluiu.

Cabe a Gilmar agora, fazer girar o parafuso do seu mestre e irrigar as mentes do governo, que agora participa para que olhe para o futuro, como seu mestre o ensinou, tem Gilmar agora, o apoio nas teorias e práticas de Arquimedes, para colocar em funcionamento a máquina corroída do Governo Pereira, afinal antes de tudo,  a Zona rural necessita de água, não para irrigar os jardins da Babilônia, mas simplesmente para à produção de alimentos, junto ao homem do campo.