URGENTE: MINISTRO DO STF CENSURA ‘CRUSOÉ’


Nossa solidariedade aos amigos jornalistas ( texto abaixo) censurado pelo Min istro Alexandre Moraes, vivemos tempos sombrios, Exército com dez assassinos metralham um músico aplicando-o 80 tiros, o presidente Bozo, disse que o Exército não matou ninguém, provavelmente ele ira ressuscitar o músico.

 

CURITIBA,PR,01.09.2015:CPI-PETROBRAS – Marcelo Odebrecht, presidente da holding que administra a empreiteira Odebrecht, durante depoimento na CPI da Petrobras, na sede da Justiça Federal, em Curitiba (PR), na manhã desta terça-feira (1). . (Foto: Rodrigo Félix Leal/Futura Press/Folhapress) *** PARCEIRO FOLHAPRESS – FOTO COM CUSTO EXTRA E CRÉDITOS OBRIGATÓRIOS ***

Caro leitor,

Desde o fim da manhã desta segunda-feira, a revista Crusoé está sob censura, por ordem do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal.

Moraes determinou que Crusoé retirasse “imediatamente” do ar a reportagem de capa da última edição, intitulada “O amigo do amigo de meu pai”.

A reportagem de que trata a decisão do ministro foi publicada com base em um documento que consta dos autos da Operação Lava Jato.

Nele, o empreiteiro Marcelo Odebrecht responde a um pedido de esclarecimento feito Polícia Federal, que queria saber a identidade de um personagem que ele cita em um e-mail como “amigo do amigo de meu pai”.

Odebrecht respondeu tratar-se de Dias Toffoli, conforme revelou Crusoé em sua edição de número 50, publicada na última sexta-feira.

Crusoé reiterou o teor da reportagem, baseada em documento, após a decisão do ministro do STF.

Lembrou, ainda, que o ministro Dias Toffoli não respondeu às perguntas que lhe foram enviadas antes da publicação da reportagem agora censurada.

Leia na íntegra o texto publicado na Crusoé acerca da censura imposta pelo ministro do STF à reportagem — basta clicar AQUIou no botão abaixo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *