O ovo da serpente não vai chocar


Por Genaldo de Melo

image.png
O grande problema da sociedade brasileira nesse momento histórico é que membros do agrupamento que foi alçado ao poder pelas urnas, não querem mais a democracia e a liberdade de expressão. Não precisa ser muito inteligente para enxergar isso, basta dialogar com as entrelinhas de seus discursos autoritários, e naturalmente anacrônicos para os tempos em que vivemos.
 
O grande perigo reside na reação que poderá haver da sociedade caso esses novos fascistas de plantão queiram de fato criar uma sociedade de escravos, sem opinião própria. Alguns deles devem saber que quando Giovanni Gentile propôs uma sociedade muda, um estado corporativo, através de sua “La dottrina del fascismo”, havia espaço para isso, porque o acesso à informação era restrito à poucos.
 
A inteligência de alguns membros desse agrupamento que chega ao poder sem acordar ou propor basicamente nada à sociedade brasileira tem sido motivo de debates, porque a cada dia se prova ser mediana em relação inclusive a quem chegou a propor o controle cultural e intelectual da população européia no anos trinta e quarenta do século passado.
 
Por isso que devem está pensando que o povo vai ficar manso, controlado pelas redes sociais, e cegos para não ver absolutamente nada do que pensam em colocar em prática. O povo está em silêncio porque foi envenenado contra o petismo, que havia transformado o Brasil na sexta economia mundial quando antes era a décima quarta.
 
Mas quando se perceber as inverdades para retirar o petismo e aliados do poder (em que se democratizou o próprio poder) e assumir o próprio poder para querer impor regras de controle social absolutamente ridículas para os dias de hoje, haverá reações. E estas serão perigosas, porque o mundo das comunicações e da socialização das informações hoje também não existe como se controlar como pensam.

 
Foram anos e anos de luta da sociedade civil organizada, ou não, para se construir a democracia e a liberdade de expressão, e não vai ser apenas um agrupamento de gente que não estuda a história, apenas esbraveja ódio e preconceito, que vai simplesmente proibir os cidadãos de pensarem por si mesmos, e serem contrários a tudo isso.
 
O tempo do fascismo passou há muito tempo, e tentativas de sua volta podem até serem aceitas, por causa da própria democracia que permite a possibilidade de se pensar nisso, mas se consolidar como prática será tão difícil como um camelo passar pelo fundo de uma agulha. O fascismo nunca mais…!