Pereira assina TAC com professores e Ministério Público do Trabalho; como já era esperado, não cumpre


Os professores fizeram greve para não serem lesados pela Prefeitura

A Prefeitura de Vitória da Conquista publicou no Diário Oficial do Município, que pagaria o reajuste salarial dos professores. Exatamente aquele reajuste que deveria ser pago em maio, mas que o prefeito se recusou a cumprir a lei e, paga-lo. Assinado um TAC- Termo de Ajuste de Conduta, com o Ministério Público do Trabalho e p profissionais  da educação de Vitória da Conquista, a Prefeitura se comprometeu a pagar o reajuste, retroagindo  a 1° de maio de 2018. Segundo o diário oficial do município, seriam pagos 3 meses, no dia 21 de dezembro e os outros 2 meses no próximo dia dez de janeiro. Para surpresa e terror dos profissionais da educação, o acordo não foi cumprido, “nenhum centavo foi creditado em nossas contas”. Relatou uma profissional da Educação ao nosso BLOG, outra disse:” O sr. prefeito nos aplicou mais um calote”.
Segundo informações que nos chegaram, dão conta de que o Secretário da Administração, teria dito que houve uma falha no sistema, e, por isso o dinheiro não ficou disponível para os professores, mas também, não informou quando a falha do sistema será corrigida. Salientamos que esse montante não pago, sempre esteve disponível nos cofres da Prefeitura, já que se trata de dinheiro repassado religiosamente pelo Governo Federal.