Vitória da Conquista: Uma cidade sem governo


Boi na calçada, isso não pode Arnaldo.

Em Vitória da Conquista, o desrespeito aos pedestres é costume, tanto por parte de construtoras quanto de restaurantes, lojistas proprietários de bares que ocupam as calçadas e deixam quem trafega à pé, em competição por espaço com carros e motos, correndo um grande risco de acidentes.
A prefeitura faz” vistas grossas”, exatamente porque os proprietários desses imóveis são abastados e consequentemente se sentem donos da cidade ” porque pagam impostos”. É sempre essa ladainha, na verdade, não pagam nada, quem paga é quem consome, ou compra algo nesses estabelecimentos. O atual prefeito Herzem Pereira foi apoiado em sua campanha eleitoral, notadamente por essa classe e com isso as facilidades ocorrem.
Na parte interna do governo o prefeito Pereira emprega seus amigos e também familiares dos amigos, sempre em cargos de chefia, onde o servidor em tese pode nada fazer, e ninguém vai reclamar, são várias famílias empregadas em cargos de confiança na Prefeitura, chegando inclusive a unir casais separados judicialmente e assim todos mamam na vaca leiteira da Prefeitura, a cidade assim, sofre com falta de tudo.
Enfim voltando ao assunto das calçadas públicas, vejam na foto que ilustra a matéria, o total abandono que passa nossa cidade, a Prefeitura finge que não vê a atitude desse comerciante da Rua Franklin Ferraz.

2 responses to “Vitória da Conquista: Uma cidade sem governo

Comentários fechados