STF envia processo contra Benito Gama para TRE-BA


Com restrição do foro privilegiado, Supremo entende que instância inferior deve analisar; inquérito aponta depósitos de aproximadamente R$ 150 mil sem prestação de contas

Foto: Rodrigo Aguiar/bahia.ba
Foto: Rodrigo Aguiar/bahia.ba

 

Com a restrição do foro privilegiado, o Supremo Tribunal Federal (STF) passou o processo contra o deputado federal Benito Gama (PTB) para o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA). O inquérito aponta que parlamentar cometeu crime de falsidade ideológica eleitoral.

De acordo com denúncia da Procuradoria Geral da República (PGE) Benito teria feito três depósitos de R$ 50 mil em uma conta para utilizar em sua campanha em 2014, sem prestar contas do valor. Por não ter relação com o mandato atual do parlamentar, já que na época ele ainda não era deputado federal, o Supremo entende que o processo compete a instância inferior.

A defesa de Benito Gama, de acordo com o G1, disse que “ele é um político ficha limpa, sem nenhum processo de corrupção ou improbidade administrativa e nega qualquer envolvimento com o processo enviado ao TRE-BA”, e que Benito “afirma confiar na Justiça e que a mesma continuará fazendo o seu trabalho de forma competente”.

Ao todo, até então, a restrição do foro privilegiado retirou do Supremo processos de pelo menos 44 deputados e sete senadores.