Waldenor protesta contra Privatização dos Correios


O deputado Waldenor Pereira manifestou a solidariedade com os funcionários dos Correios de todo Brasil, especialmente da Bahia, condenando veementemente a decisão do governo federal de fechar 1.827 bancos postais no país, a partir de amanhã (11/10). Na Bahia, ressaltou, serão fechadas 440 agências. “Não podemos aceitar que esta empresa centenária, uma das instituições de maior credibilidade do Brasil, esteja ameaçada pelo governo golpista, incluída no programa de desmonte do presidente ilegítimo Michel Temer”, protestou na tribuna do plenário da Câmara Federal, na tarde de hoje (10).

A ameaça de privatização dos Correios, como lembrou Waldenor Pereira, já foi manifestada inclusive pelo ministro da fazenda, Henrique Meireles, e a decisão do fechamento de bancos postais e agências em todo o país sinalizam para a concretização do plano nefasto do governo “golpista e ilegítimo”. Já há inclusive o anúncio do plano de demissão voluntária, como observou o deputado, que se solidarizou e ofereceu o apoio a todos os servidores da empresa no país, citando de modo especial os da Bahia: Rubem, Petrônio e Nilto Santa Cruz, de Vitória da Conquista, Fabinho, de Condeúba e Isac Cunha, de Jequié.