Erra, rouba mas não faz: Vídeo: PSDB admite que “errou”, mas faz suspense sobre os erros que diz ter cometido


O Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) divulgou nesta terça-feira (8), em redes sociais e de televisão e rádio, um vídeo de 30 segundos em que admite ter cometido erros, mas sem apontar quais foram eles. Enumerando uma série de situações em relação às quais diz ter acertado, o partido provoca a curiosidade de telespectadores e internautas ao convidar o público para, no próximo dia 17, a partir das 20h30, conhecer “as ideia e posições do PSDB diante do futuro do Brasil”.

Veja o filmete:

 

“O PSDB acertou quando criou o Plano Real. Mas agora, errou. Acertou quando lutou pelas ‘Diretas Já’ e anistia [a fatos relativos à ditadura]. Agora, errou. Foi quem implantou os ‘agentes de saúde’. Mas agora, errou. O PSDB errou e tem que fazer uma autocrítica. Não adianta pedir desculpas”, diz o filmete de 30 segundos, entrecortando a narrativa sobre os acertos com declarações de que errou feitas por atores.

Levado a público dias depois da manutenção do senador Tasso Jereissati (CE) como presidente interino do partido, o vídeo levanta especulações sobre que tipo de erro está a se admitir agora. Afastado do comando da legenda em 18 de maio, depois de que foi gravado pedindo R$ 2 milhões a Joesley Batista, delator da Operação Lava Jato, o senador Aécio Neves (PSDB) pode ser um protagonista da tal autocrítica no próximo programa partidário, mas nada foi adiantado pelos tucanos.