I Mostra de Experiências da Atenção Primária à Saúde da Macrorregião Sudoeste da Bahia

A primeira edição da Mostra de Experiências da Atenção Primária á Saúde da Macrorregião Sudoeste, organizada pelo NRS-Sudoeste/SESAB, terá como tema central “Atenção Primária à Saúde: básica ou complexa?”. O evento, programado para ocorrer nos dias 19, 20 e 21 de novembro de 2019, no Complexo de Saúde de Vitória da Conquista, localizado na Avenida Olívia Flores, nº … Leia Mais



Pedido de doação de Sangue


HGVC Hospital Geral de Vitória da Conquista

O Hemoba de Vitória da Conquista pede o apoio da comunidade para realizar doação de sangue, preferencialmente que já seja doador, que pese acima de 60 quilo, tipagem sanguínea O negativo ou O positivo para confecção de plaqueta. Haja vista que existem pacientes graves que dependem desse hemocomponentes para sobreviver.

Recomendações gerais:

  • Não vim dirigindo moto ou bicicleta;
  • Não usar bebidas alcoólicas por 12 horas;
  • Ter dormido bem a noite por no mínimo 6 horas;
  • Vir bem alimentado evitando alim

Saúde pode perder R$ 9,46 bilhões em 2020 com regra do teto de gastos; isso vai melhorar o atendimento aos pacientes


Saúde pode perder R$ 9,46 bilhões em 2020 com regra do teto de gastos

Foto: Agência Brasil

Criada pelo governo de Michel Temer em 2017, a regra do teto de gastos, que estabelece um limite para o crescimento do investimento do governo federal, poderá acarretar na perda de R$ 9,46 bilhões na área da Saúde, em 2020. A informação é de um levantamento realizado pelo G1 e confirmado pela Secretaria de Orçamento Federal, vinculada ao Ministério da Economia.

Segundo a publicação, na proposta orçamentária do próximo ano, encaminhada ao Congresso Nacional em agosto, o governo propôs um orçamento de com R$ 122,9 bilhões, o que ultrapassa em R$ 920 milhões do mínimo fixado pela regra do teto dos gastos, que equivale ao piso do ano anterior, corrigido pela inflação.

Pela regra anterior, o valor destinado à saúde em 2020 seria 15% da receita corrente líquida. Com isso, pela norma anterior ao teto, o piso deveria ser de R$ R$ 132,3 bilhões. De acordo com o levantamento, a diferença entre o valor que deveria ser aplicado pela regra anterior e o proposto pelo governo corresponde à possível perda para o próximo ano: R$ 9,46 bilhões.

Para que isso se confirme, o Congresso deve aprovar os valores propostos pelo governo. Para ampliar os gastos, entretanto, o Legislativo teria que cortar gastos em outros setores. “Isso fica cada vez mais difícil. Porque todas as áreas estão sofrendo contingenciamento [bloqueio] grande. Como estamos chegando perto do limite, tirar de uma área para colocar em outra fica cada vez mais uma não possibilidade”, avaliou Felipe Salto, diretor-executivo da Instituição Fiscal Independente (IFI), ligada ao Senado Federal.


Biópsia guiada por fusão de imagens aumenta precisão no diagnóstico do câncer de próstata


Tecnologia que chegou à Bahia este ano apresenta-se como ferramenta diagnóstica importante

 

O diagnóstico do câncer de próstata evoluiu muito nos últimos anos. Uma das técnicas mais avançadas para confirmar a doença, a biópsia prostática combinada com fusão de imagens, chegou à Bahia este ano, embora em alguns estados brasileiros do sul e sudeste o procedimento já não seja tão recente. A principal vantagem da inovação é a maior precisão no diagnóstico, principalmente de câncer clinicamente significante. Pacientes que apresentam taxas elevadas de PSA (Antígeno Prostático Específico) e/ou nódulos suspeitos no exame de toque retal , ou até alterações suspeitas na ressonância multiparamétrica da próstata, podem ter indicação para realizar o procedimento.

De acordo com o urologista e mestre em oncologia, Augusto Modesto, neste tipo de biópsia, as imagens da ressonância magnética multiparamétrica da próstata se fundem às do ultrassom transretal para teleguiar a retirada de fragmentos das áreas suspeitas do órgão, que serão analisados. Desta forma, a punção é feita em regiões onde, nas imagens, aparecem áreas suspeitas. Além disso, punções sistemáticas são realizadas.

“A biópsia transretal realizada sem o software de fusão de imagens é feita de forma aleatória, o que significa que quando o médico está realizando o procedimento pelo ultrassom não vê a lesão na próstata. Por isso, ele colhe sistematicamente fragmentos que podem não conter uma amostra do tumor, mesmo que o paciente o tenha. Outra limitação é que o fragmento biopsiado pode conter apenas uma área menos agressiva do câncer de próstata, o que acaba não ajudando muito na definição do melhor tratamento”, frisou o especialista. (mais…)


Setembro Verde & Amarelo: Como os profissionais de saúde podem ajudar na luta contra o suicídio


A união de diversas especialidades médicas no reconhecimento do público de risco pode ser fundamental para a prevenção do suicídio.

A cada 40 segundos, uma pessoa tira a própria vida. A cada ano, um milhão de pessoas se suicidam. No Brasil, são 32 duas mortes por dia. Os números trazidos pelo Centro de Valorização da Vida (CVV) chocam e provocam desconforto. O suicídio ainda é um tabu rodeado de preconceitos pela sociedade. Abrimos esse texto com estatísticas para chamar atenção e, principalmente, provocar o diálogo.

No Setembro Amarelo de 2019, vamos valorizar a comunicação e a troca de informações. Falar sobre o assunto é a melhor forma de ajudar. O suicídio é uma questão de Saúde Pública, assim, convidamos diversas áreas e especialidades da saúde para lutar conosco nesta ação de prevenção.

Em 2006, o Ministério da Saúde publicou a portaria n.º 1876 com diretrizes nacionais sobre a prevenção do suicídio a serem implantadas em todas as unidades de atenção à saúde. Nela, discorrem-se orientações para assegurar atendimento adequado ao paciente com risco.

O contato com pacientes com tendências pode acontecer dentro da rotina dos centros médicos e clínicas: a orientação mais importante é ouvi-los e demonstrar empatia. Mensagens de respeito pelo que a pessoa diz é uma forma de acolhimento. Nos casos em que o indivíduo sobreviveu à tentativa, não o julgue, nem o coloque em uma posição de inferioridade. Especialistas da saúde são aptos para salvar vidas independentemente das circunstâncias.

Profissionais de atenção primária, como enfermeiros: vocês podem perceber os sinais de pacientes que cogitam suicídio através do diálogo e das interações nos cuidados básicos.

Profissionais de serviços especializados: a abordagem correta no atendimento também é de fundamental importância para a prevenção. Levem em consideração os aspectos individuais de cada caso e conversem com os familiares! (mais…)


Hospital de Base vai ganhar 48 leitos de enfermaria e serviço de politrauma


Publicação sobre resultados de homologação de concorrência pública para nova ampliação do Hospital Geral de Vitória da Conquista, o conhecido Hospital de Base, saiu nesta quarta-feira (25), no Diário Oficial do Estado e foi destacada pelo deputado Zé Raimundo como mais uma ação do Governo da Bahia para beneficiar o município e a região Sudoeste. De acordo com informações oficiais da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab),solicitadas pelo parlamentar, trata-se da obra de ampliação da Enfermaria para 48 leitos e implantação dos Serviços de Politrauma, cujo investimento é estimado em R$ 3 milhões 600 mil, oriundos do tesouro do Estado.

A ampliação no Hospital de Base é mais um motivo de comemoração do deputado Zé Raimundo, que coincidentemente recebeu em seu gabinete,ontem (24), a visita do secretário da Saúde, Fábio Vilas-Boas, quando ele confirmou que o novo hospital Afrânio Peixoto, também Vitória da Conquista, deve ser concluído até março do ano que vem. O parlamentar lembra que tem feito várias gestões, junto com o deputado federal Waldenor Pereira, para assegurar melhorias à Saúde no município conquistense. “Nós, inclusive, já destinamos ao Hospital de Base um total de R$ 2 milhões 750 mil, através de emenda parlamentar, para despesas com aquisição de materiais de consumo e médico hospitalar, além de reforço das dotações a título do Piso de Atenção Básica e de procedimentos de média e alta complexidades”.

De acordo com a nota técnica da Sesab, a implantação de uma Unidade de Internação com 48 leitos, terá 24 clínicos e 24 cirúrgicos, e tornou-se essencial à ampliação de 20 leitos de UTI Adulto realizada no Hospital de Base, porque funcionará como retaguarda no tratamento progressivo dos pacientes. A nova obra visa à ampliação de 1.066,20m² da estrutura física existente, com objetivo de ampliar o número de leitos de enfermaria, que será composta também por: Posto de Enfermagem/Prescrição Médica; Farmácia Satélite; Conforto Médico; Conforto Multiprofissional; Copa; Sala de Utilidades e Estar de Acompanhantes. (mais…)


Comissão se reúne com novo secretário municipal de Saúde


Imagem Comissão se reúne com novo secretário municipal de Saúde

Durante a manhã dessa segunda-feira, 23, a Comissão de Saúde e Assistência Social da Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC), composta pelos vereadores Viviane Sampaio (PT) – presidente; Cícero Custódio (PSL) – relator; e Adinilson Pereira (PSB) – membro, se reuniu com o novo secretário municipal de Saúde, Alexsandro Nascimento Costa, com o objetivo de se apresentar ao chefe da pasta e apresentar algumas demandas.

“A Comissão de Saúde, desde que iniciou os seus trabalhos nessa legislatura, tem esse cuidado de estar se apresentado aos secretários municipais de Saúde e nessa gestão como é o quinto secretário, nós estamos com essa mesma medida”, explica a presidente da Comissão.

Na oportunidade, os parlamentares questionaram a respeito da demora na resposta de ofícios e requerimentos enviados pela Câmara, da falta de medicamentos, da demora na realização de cirurgia eletivas, bem como da relação do município com a Clínica Santa Clara, com a Santa Casa de Misericórdia e o Consórcio da Policlínica Regional de Saúde. Além disso, os vereadores questionaram os motivos das enormes filas na Central de Marcação de Consultas.

De acordo com o secretário, o problema da falta de medicamentos é fruto de problemas em uma licitação. Quanto às cirurgias eletivas e ao relacionamento com a Santa Casa, a Clínica Santa Clara  e o Consórcio da Policlínica Regional de Saúde, Alessandro Costa explicou que o Executivo Municipal tem se movimentado para regularizar a questão, com remanejamentos de verbas e estabelecimento de novos acordos.
Outro assunto a respeito do qual o chefe da pasta da Saúde prestou esclarecimentos foram as grandes filas na Central de Marcação. De acordo com o que foi dito, as longas filas se devem a mudanças no sistema de marcação implementado em agosto. A equipe de Sistema da Informação da secretaria já está mobilizada para encaminhar a resolução do problema.

Viviane assegurou que a Comissão de Saúde continuará com as ações de fiscalização. “Continuaremos com os nossos trabalhos de fiscalização, de acompanhamento, aguardando que o poder público possa dar uma resposta mais célere tanto à comissão na resposta aos ofícios, quanto em ações efetivas para a população”, garantiu a vereadora.

Operação em Planalto apreende 490 quilos de carnes clandestinas


Fiscalizações apertam o cerco e estabelecimentos irregulares estão sujeitos à multa e até mesmo interdições.

Nesta terça, dia 10, foram apreendidas em torno de 490 quilos de carnes bovina, suína e ovina na cidade de Planalto, sudoeste da Bahia. A ação realizada foi uma operação conjunta entre o Ministério Público, a Vigilância Sanitária do município e contou também com o apoio da  Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB).

De acordo com a ADAB, as carnes eram provenientes de abate sem inspeção e não estavam em condições ideais de refrigeração. A mercadoria estava à venda em estabelecimentos da feira livre local, onde foi identificada como imprópria para consumo humano, assim como é todo e qualquer produto de origem clandestina.

Cinco estabelecimentos foram vistoriados. Entre eles, dois açougues tiveram carcaças apreendidas. Em supermercados também foram identificados produtos de laticínio, como queijos, e embutidos fora da validade.

Os estabelecimentos investigados foram notificados e  as mercadorias, apreendidas e descartadas.

“As ações têm que ser pontuais e é também necessária a conscientização dos consumidores quanto a compra desses produtos”, diz Luiz Eduardo Ribeiro Pedreira, inspetor da ADAB.  (mais…)