Seminário Virtual homenageia o Dois de Julho

Na falta de festejos na rua esse ano por conta da pandemia, o Dois de Julho – data da independência da Bahia – foi comemorado em alto estilo pelos deputados Waldenor Pereira (federal) e Zé Raimundo (estadual), que promoveram um debate de historiadores sobre esse marco histórico. Os parlamentares receberam no seu 15º Seminário Virtual … Leia Mais


Pedro Tavares lamenta morte da ex-deputada Virgínia Hagge

O deputado estadual Pedro Tavares (DEM), lamentou o falecimento da ex-deputada estadual, Virgínia Hagge, ocorrido na manhã deste domingo (14/06), em Itapetinga. O parlamentar lembra a relação de amizade e a parceria política com a ex-deputada, mãe do prefeito de Itapetinga, Rodrigo Hagge e filha do ex-deputado estadual e ex-prefeito Michel Hagge. “Perco muito mais … Leia Mais



Igaporã recebe ambulância de emenda de Zé Raimundo

Ambulância para o município de Igaporã acaba de ser liberada pela Secretaria Estadual da Saúde para reforçar o serviço local e transportar pacientes em segurança. O equipamento – de marca e modelo Chevrolet / S10 LS DS4, ano 2020– entregue hoje (20) ao prefeito José Suly Fagundes, foi adquirido através de recursos de emenda parlamentar … Leia Mais


Presidente diz que desconhece detalhes sobre compras de respiradores

Charles Tang, da CCIBC, teria dito em entrevista que governo da Bahia negociou com empresa fantasma; em carta, ele se desculpou Foto: Reprodução/ Twitter @CharlesATang   O presidente da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-China (CCIBC), Charles Tang, admitiu que não conhece detalhes sobre a compra de respiradores feita pelo governo baiano. Em carta endereçada … Leia Mais


Futebol de luto com a morte de Schmidt


 
 Carlos González – jornalista

“Nunca mais o despotismo regerá nossas ações, porque com tiranos não combinam. Tricolores, corações”. No dia 9 de setembro de 2013, ao tomar posse na presidência do Esporte Clube Bahia, Fernando Roth Schmidt, em seu discurso, parafraseou o Hino da Independência da Bahia, de autoria do alferes Ladislau dos Santos Titara, numa alusão ao grupo que impôs ao Tricolor um regime ditatorial que durou 19 anos. Democrata, esportista, administrador, advogado, político e professor universitário, Schmidt faleceu na madrugada de hoje (dia 4), aos 76 anos, no Hospital Jorge Valente, em Salvador, vítima de complicações neurológicas.

Primeiro clube brasileiro a realizar eleições diretas, após anos de batalhas na Justiça, os sócios do Bahia elegeram Fernando Schmidt, com 67% dos votos válidos, para um mandato tampão de pouco mais de um ano. A Arena Fonte Nova recebeu no dia 7 de setembro de 2013, numa democrática festa cívica, mais de 5 mil torcedores. Sócio remido desde outubro de 1983, orgulho-me de ter participado do processo eleitoral do meu clube e de ter sido eleito membro do Conselho Deliberativo.

Cavalheiro, afável no trato social, Schmidt conseguiu reunir em torno de sua administração aqueles que lhe fizeram oposição no pleito de 2013. Apesar do pouco tempo no cargo, conseguiu colocar a casa em ordem, tirando praticamente o clube do zero, pois até uma parte do seu valioso patrimônio, os troféus, estavam no lixo. Além do título de campeão baiano de 2014, Schmidt recuperou o Fazendão, que estava na iminência de ir a leilão, e deu continuidade à construção do novo centro de treinamento, em Dias d’Ávila.

“Em 15 meses pavimentou o processo de recuperação e ampliação do patrimônio azul, vermelho e branco”, registrou hoje o Bahia em nota oficial. Nos anos 70, a década de ouro do heptacampeonato baiano, Schmidt ocupou a presidência entre 1975 e 1979. Durante sua gestão foi adquirido o CT do Fazendão Tricolor, que deu a estrutura necessária para que o Bahia conquistasse seu segundo título brasileiro, em 1988.

Estudante universitário, Fernando Schmidt participou de atos pacíficos contra a ditadura militar (1964 a 1985). Com a volta do regime democrático foi eleito vereador por Salvador. Posteriormente, foi secretário municipal (1986 a 1988), diretor da Codeba, ministro interino do Trabalho (2003) e secretário do governo do estado (2013).

Vestindo a camiseta azul do seu time, com o escudo e as duas estrelinhas do lado esquerdo, Fernando Schmidt está agora ao lado de outros grandes tricolores, como os fundadores e diretores do clube em 1931, capitaneados por Waldemar Costa, o primeiro presidente. Lá estavam outros tricolores, que deixaram o seu nome gravado na história do clube de maior torcida do Nordeste:  Adroaldo Ribeiro Costa, Teixeira Gomes, Rubem Bahia Ribeiro, Lourinho e Jones (chefes de torcida), Osório Villas Boas, Antônio Pithon, Hamilton Simões, Antônio Miranda, Alemão (massagista), Nélson Pinheiro Chaves, José Bahia Ramos, e os jogadores Biriba, Roberto Rebouças, Lessa, Tyrso, Vicente Arenari, Marito, Gílson Porto e outros que vestiram a camisa das três cores.

Fernando Schmidt foi sepultado hoje, às 15 horas, no Cemitério do Campo Santo.


Mandatos dos deputados Waldenor e Zé Raimundo trabalham em home office com sistema de deliberação remota


Seguindo medidas de segurança e distanciamento social como em vários lugares do Brasil e do mundo, devido à pandemia do coronavírus (COVID-19), os mandatos dos deputados Waldenor Pereira (federal) e Zé Raimundo (estadual), mudaram suas rotinas de atuação, com a adesão do home office, ou seja, o trabalho tem seguido normalmente, só que de casa.

Assim que as medidas de isolamento social foram recomendadas pelas autoridades de saúde, os mandatos adotaram a modalidade, para proteção dos deputados, assessores e lideranças políticas, como prefeitos e vereadores, que são atendidos nos escritórios de Vitória da Conquista e nos gabinetes em Salvador (Assembleia Legislativa da Bahia) e Brasília (Câmara dos Deputados).

Reuniões diárias são realizadas virtualmente com todos os assessores por meio de um aplicativo de teleconferência, para demandas e informes. Além disso, os deputados continuam participando das sessões rotineiras e de votações, tudo pela internet, inclusive aos fins de semana, se forem convocados.

“Acredito que temos trabalhado ainda mais nesse período de pandemia, por conta das demandas necessárias neste grave momento que estamos vivendo. A Câmara dos Deputados tem apreciado importantes matérias de enfrentamento à pandemia do coronavíruse e a comunicação foi ampliada, com a necessidade de produção de notícias diárias de nossos mandatos, com a divulgação das providências, como recursos de emendas parlamentares, marcações de entrevistas, produção de informativos”, afirmou Waldenor.

“Tem sido um método bem eficiente de trabalho e que tem rendido bons resultados. Todos os nossos assessores estão comprometidos em atender as demandas locais e regionais, na medida do possível. Continuamos encaminhando e acompanhando as ações possíveis em benefício da nossa cidade e região, especialmente as de combate à pandemia e de apoio econômico à população mais fragilizada. Na Assembleia Legislativa, temos votado importantes medidas solicitadas pelo governador Rui Costa para amenizar o sofrimento da população que mais precisa e socorrer os diversos municípios do nosso Estado”, explicou Zé Raimundo.


Vale-alimentação para 800 mil alunos é aprovado na ALBA


Cerca de 800 mil alunos da rede pública estadual serão beneficiados com o vale-alimentação que o Governo do Estado estará garantindo, com recursos próprios no valor de R$ 44 milhões. A medida emergencial no período da crise da pandemia foi aprovada hoje (14) em mais uma sessão remota da Assembleia Legislativa da Bahia, em os deputados votaram de casa mesmo, seguindo a recomendação dos organismos internacionais e nacionais de saúde para conter a pandemia do coronavírus, como foi o caso de Zé Raimundo (PT).

“Estamos fazendo a nossa parte, eu os colegas do nosso legislativo, preservando a nossa saúde e a saúde das pessoas, como também nos esforçando para ajudar o nosso governo a adotar as medidas de emergência para socorrer às pessoas carentes, como a isenção do pagamento de água e luz já aprovados, e agora, com o vale-alimentação para os estudantes. O governador Rui Costa tem dado exemplo de cuidado com a vida das pessoas, como deve ser o compromisso dos governantes. E nós, como legisladores, também cumprimos o nosso papel”, comentou Zé Raimundo após a sessão do Sistema de Delibração Remota – SDR, que também aprovou a decretação do estado de calamidade em 76 cidades.


Principais barragens da Bahia recuperam volume útil


As chuvas ocorridas nos últimos meses na Bahia promoveram a recarga de reservatórios importantes para a garantia da segurança hídrica da população baiana. Nesta segunda-feira (13), os principais reservatórios do estado estão operando com volume útil em condições satisfatórias para alimentar os mais diversos sistemas de abastecimento de água operados pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) e pela Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia (Cerb), empresas vinculadas à Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS).

Para o secretário de Infraestrutura Hídrica e Saneamento,Leonardo Góes, o aumento no volume das barragens, diante de um cenário de emergência na saúde pública, cria uma condição favorável para o abastecimento de água na Bahia, atendendo além da população em geral, que necessita de acesso a água para realizar as atividades diárias e de higienização, essenciais para o enfrentamento à pandemia do coronavírus, atende também os sistemas públicos e privados de saúde.

Maior reservatório do estado, com uma capacidade total de armazenamento de 34,11 bilhões de metros cúbicos de água, a Barragem de Sobradinho estava operando com 25% de volume útil em novembro de 2019 e agora encontra-se com 84%, podendo passar dos 90% até o fim do mês. Dessa forma, segundo a SIHS, é possível atravessar bem o restante do ano, sem restrições nos usos que dependem desse reservatório, dentre eles abastecimento humano e a agricultura irrigada, que é a principal atividade econômica ao longo desta bacia, que abriga quase 50% do território baiano.

A Barragem de Pedra do Cavalo, responsável pelo abastecimento de água da Região Metropolitana de Salvador (RMS) e mais a região de Feira de Santana, encontra-se com 73,22% da capacidade, proporcionando segurança hídrica para cerca de 4 milhões de habitantes. Outras três barragens que abastecem Salvador e região também estão com volumes altos: Santa Helena (90,04%), Joanes I (102,11) e Joanes II (93,85).

A Barragem de Apertado está apresentando uma recuperação gradativa, depois de ter atingido o volume morto no fim de 2019, com menos de 3% do volume, e hoje se apresenta com 16,79%, com mais de 18 milhões de metros cúbicos de água. A recuperação de Apertado é importante para dar suporte à atividade agrícola irrigada do Alto Paraguaçu, garantindo a manutenção de milhares de empregos na região. (mais…)


Isenção de pagamento de consumo de água é aprovada pela Assembleia Legislativa


A isenção do pagamento da conta de água durante 90 dias para os baianos em situação de vulnerabilidade foi aprovada na manhã deste sábado (04), em sessão virtual da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA). O deputado Zé Raimundo (PT), que é presidente da Comissão de Constituição e Justiça, considera que esta foi mais uma importante votação do Legislativo em apoio à iniciativa do governador Rui Costa (PT), realizando a votação através do Sistema de Deliberações Remoto (SDR), tal qual a que aprovou ontem a isenção das contas de luz para quase 900 mil famílias. O PL 23.812/2020 autoriza o Executivo a pagar a conta de água de 860 mil baianos inscritos no cadastro social da Embasa e que consomem até 25 m³ por mês.
“O que realmente importa é a vida das pessoas. É com esse objetivo, esse sentimento que o nosso governo está enfrentando a crise devido ao coronavírus. E nós, deputados, estamos juntos nesse propósito”, ressaltou Zé Raimundo após participar da votação, em sua casa, em Vitória da Conquista. A ALBA aprovou também o PL 23.813/2020, colocado em pauta logo em seguida, que dispõe sobre procedimentos complementares para enfrentamento a emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus. Assim, o Legislativo autoriza o Executivo a fazer aquisição ou locação de bens e de prestação de serviços para a rede pública de saúde, durante a situação de emergência, com dispensa de licitação.

Vacina
Depois de votar na sessão virtual, Zé Raimundo postou em sua página no Instagram (@depzeraimundo), foto e texto chamando atenção para os cuidados pessoais nesses tempos de pandemia. “Nessa fase de isolamento físico, precisamos estar prevenidos. Raramente saio de casa, só para o essencial. Saí tomando todos os cuidados para me imunizar contra a influenza. A vacinação é muito importante para o público alvo da campanha, porque ajuda na proteção e também no diagnóstico correto. Por isso, se você faz parte desse público, se proteja!”, escreveu o deputado.


Governo da Bahia propõe que famílias inscritas na Tarifa Social da Embasa, com consumo menor que 25m³, não paguem conta de água por três meses


Mais de 233 mil famílias de baixa renda, em diversos municípios baianos, terão suas contas de água pagas pelo Governo do Estado, pelos próximos 90 dias, conforme proposta anunciada nesta quinta-feira (2), pelo governador Rui Costa. A medida visa socorrer a parcela mais carente da população dos efeitos econômicos provocados pela pandemia de coronavírus. Para receber esse benefício, os clientes devem estar inscritos na categoria Tarifa Social da Embasa, voltada para famílias de baixa renda (ver requisitos a seguir), além de ter consumo de água menor do que 25 metros cúbicos (m³) por mês.

Para que a proposta entre em vigor, o governo estadual encaminhará um projeto de lei à Assembleia Legislativa da Bahia, retornando em seguida para a sanção do governador. Cerca de 860 mil pessoas devem ser beneficiadas pela isenção temporária da conta de água, proporcionando uma transferência imediata de renda à parcela economicamente mais vulnerável da população baiana.

Perguntas e respostas

Quem tem direito à Tarifa Social da Embasa? A Tarifa Social está disponível para imóveis residenciais com apenas um domicílio, e que estejam sob a responsabilidade dos beneficiários do Programa Bolsa Família do Governo Federal.

Qualquer imóvel pode ter Tarifa Social? Não. Mesmo que o titular seja um beneficiário do Programa Bolsa Família, o imóvel precisa atender aos seguintes critérios físicos (verificados em vistoria): área construída menor ou igual a 60 m²; padrão Coelba mono ou bifásico; até o máximo de oito pontos de utilização de água; inexistência de piscina.

Se o cartão estiver em nome de uma pessoa e a ligação da Embasa estiver em nome de outra, pode ser concedido o benefício? O titular da matrícula da Embasa precisa ser o portador do cartão do Programa Bolsa Família. Caso não seja, pode ser solicitada a alteração de titularidade, para que o beneficiário do Bolsa Família passe a ser responsável pelo contrato de prestação de serviços da Embasa.

Como é possível solicitar a Tarifa Social? Diante da situação atual, em que as lojas de atendimento presencial da Embasa estão fechadas, o serviço pode ser solicitado através da Agência Virtual (site www.embasa.ba.gov.br e App Embasa).

Como o cliente inscrito na Tarifa Social vai saber que sua conta foi paga pelo Governo do Estado? A isenção do pagamento será discriminada na fatura contemplada pelo benefício da lei que será sancionada pelo governador após aprovação pela Assembleia Legislativa. O benefício da isenção irá valer a partir da publicação da lei.

O que as pessoas deverão fazer para terem acesso a essa isenção dada pelo Governo? A Embasa aplicará o benefício automaticamente para as ligações que estiverem enquadradas como Tarifa Social, o usuário não precisará fazer nenhum tipo de solicitação.


Governo do Estado vai pagar conta de água de mais de 860 mil de baianos por três meses


Após garantir o pagamento, pelos próximos 90 dias, da conta de luz de 677 mil famílias baianas, o governador Rui Costa anunciou, no fim da manhã desta quinta-feira (2), durante entrevista coletiva virtual com jornalistas do interior, que os clientes da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) com Cadastro Social e consumo de um volume de até 25 metros cúbicos de água por mês também terão os tributos pagos pelo Estado, durante o mesmo período. O objetivo é aliviar a situação financeira das famílias mais vulneráveis, em meio à pandemia do coronavírus.

“São mais de 860 mil de baianos que se encaixam nesses critérios e vão poder economizar o dinheiro que seria usado para pagar a conta de água. Além disso, as 677 mil ligações de energia elétrica beneficiam diretamente mais de dois milhões de pessoas que residem na Bahia. Juntos, esses valores representam mais do que uma cesta básica, por exemplo”, explicou o governador.

Acompanhado do secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, Rui também informou que, nos próximos dias, duas novas máquinas chegarão ao Laboratório Central do Estado (Lacen), dobrando a capacidade de testes da unidade. Os novos equipamentos devem chegar dentro de um prazo de 15 dias, aumentando de 300 para 600 a capacidade de testes realizados por dia na unidade, que está funcionando todos os dias, durante as 24 horas. Também foi informada a compra de 1 milhão de máscaras para serem distribuídas entre os municípios.

Crise planetária

Durante a entrevista, o governador parabenizou a união de todos os prefeitos e prefeitas no combate à pandemia. “Estamos enfrentando uma tempestade com raio, trovoada, maré alta, terremoto, tudo ao mesmo tempo. É uma crise planetária, com escassez dos materiais e insumos da saúde. Os preços desses insumos foram para a estratosfera, enquanto isso a arrecadação dos estados e dos municípios vai despencar”, enfatizou.

Rui lembrou que a estratégia adotada pelo governo para garantir o atendimento da população de todo o estado foi a montagem de centros regionais de triagem. Isso não inviabilizaria, no momento, que os municípios montem sua própria estrutura, bloqueando uma unidade de saúde específica para fazer esse tipo de serviço, sem prejuízo para os pacientes e profissionais de outros equipamentos da sua rede de saúde. Entre os centros de triagem citados pelo governador estão o Hospital da Chesf, em Paulo Afonso, e as UPAs de Ipiaú e Gandu.

Vacinação

Sobre a vacinação contra H1N1 no interior do estado, Fábio Vilas-Boas chamou a atenção dos municípios que fizeram a imunização sem levar em conta a questão da prioridade, deixando descobertos os mais vulneráveis. “Nesse momento, a vacinação é voltada para quem tem mais de 60, menos que cinco, grávidas, profissionais de saúde e pessoas com doenças crônicas e autoimunes. Não faz sentido vacinar jovens com 20 anos e faltar vacina para quem mais precisa”, afirmou o secretário, informando que mais unidades da vacina deverão ser entregues pelo Governo Federal nos próximos dias e distribuídas para os municípios.