Waldenor está confiante na reeleição de Lúcio Meira em Mirante

O deputado federal Waldenor Pereira participou de ato político na campanha à reeleição do prefeito de Mirante Lúcio Meira (PT), na última sexta-feira (23), e voltou para a casa muito confiante com a vitória do companheiro de partido no próximo dia 15 de novembro. Waldenor que acredita que o povo vai reconduzir à cadeira de … Leia Mais


Apoio de Bolsonaro derrete campanha de Russomanno em São Paulo

Em setembro, Datafolha apontava que 64% dos paulistanos não votariam em um candidato de Bolsonaro em hipótese nenhuma. Cenário atual confirma a tendência Apenas 11%, um em cada dez eleitores, votariam no indicado pelo presidente São Paulo – O derretimento de Celso Russomanno  (Republicanos) e o aumento de sua rejeição, mostrados pelo Datafolha em pesquisa divulgada … Leia Mais


Justiça confirma: Não existe qualquer irregularidade com a pesquisa hojeinData, que a apresenta Zé Raimundo com 38,68 das intenções de voto

O ex-prefeito Zé Raimundo (PT) larga na frente para a disputa da Prefeitura Municipal em Vitória da Conquista, aponta pesquisa HOJEinData, realizada entre os dias 18 e 21 de setembro. Segundo o levantamento, o petista tem 38,68% das intenções de voto, contra 29,63% do candidato emedebista. Herzem Gusmão Pereira. A margem de erro da pesquisa … Leia Mais





Nota de Esclarecimento


 

A Coligação A Conquista do Futuro informa que não houve impugnação das pesquisas eleitorais eleitorais divulgadas em Vitória da Conquista, nos dias 1 e 3 de outubro, sobre as eleições municipais de 2020.

Realizadas pelo A TARDE/Potencial Pesquisa e pelo Hoje InData, as duas pesquisas são válidas e estão devidamente registradas na Justiça Eleitoral, atendendo a todas as exigências legais.

Nesta terça (13), o juiz eleitoral Cláudio Augusto Daltro deferiu liminar a partir de representação apresentada pela coligação do segundo colocado nas pesquisas que questiona a divulgação da margem de erro.

A margem de erro, no entanto, está sendo regularmente divulgada e apresentada na propaganda eleitoral do candidato Zé Raimundo.

Afirmar que a pesquisa foi cancelada ou proibida pela Justiça é uma demonstração que existe em curso uma tentativa para desvirtuar o foco do debate político-eleitoral e para confundir a população da cidade.


Cancelamento de debates é perda para processo eleitoral, mas condução limitava


Especialistas destacam que, apesar de importantes para discussão política, previsibilidade tira chance de eleitores fazerem juízo de valor

 

Retorno de uma certa normalidade, mas nem tanto. A preocupação com aglomerações e possibilidade de transmissão do novo coronavírus foi o argumento adotado por emissoras de televisão que desistiram de promover debates eleitorais no primeiro turno das eleições. O formato é tradicional instrumento de propaganda e informação de campanhas desde os anos 1980, quando as eleições foram retomadas no Brasil.

Cerca de 40 anos depois, o eleitor tem algumas opções: se programar para assistir aos horários eleitorais no rádio ou na televisão; buscar ativamente informações sobre seus candidatos na internet e nas redes sociais; acionar suas redes de relacionamento para discutir entre as melhores opções para sua cidade.

“Isso varia muito. Não sei o que as pessoas vão fazer pra compensar o debate eleitoral. Não é por falta ou excesso de maturidade que as pessoas vão fazer isto ou aquilo. As pessoas reagem de acordo com as circunstâncias”, explica o cientista político Paulo Fábio Dantas.

O cancelamento do debate gerou insatisfação entre alguns candidatos à prefeitura de Salvador. A major Denice Santiago (PT) disse em nota à imprensa que a situação prejudica o processo eleitoral ao impedir que a população possa comparar as propostas dos candidatos que se dispõem a governar Salvador.

A deputada Olívia Santana (PCdoB) entendeu ser fundamental que a população tenha direito de assistir aos debates na TV aberta pelo mesmos motivos mencionados pela candidata petista. Ao falar sobre “preservar o direito à democracia”, Olívia ainda disse que apenas quem ganha com o cancelamento é o candidato do prefeito ACM Neto, Bruno Reis (DEM), líder nas pesquisas.

Já o candidato Celsinho Cotrim (PROS) lamentou que as emissoras tenham aberto mão do debate político e disse ser estranha a “conivência de alguns políticos” no que chamou de “tentativa de cerceamento” da discussão de propostas. O deputado Hilton Coelho (PSOL) também lamentou o cancelamento dos debates, visto como um “lavar as mãos” diante dos diversos projetos das candidaturas.

Até então, apenas o debate da TV Band foi realizado na capital baiana. O encontro entre sete candidatos, cujos partidos ou coligações têm pelo menos cinco cadeiras na Câmara dos Deputados, aconteceu no último dia 1º. As emissoras, no entanto, não são legalmente obrigadas a promoverem debates.

“O que o eleitor pode fazer é buscar informações sobre candidatos de outras formas. O horário eleitoral gratuito continua no ar até o dia 12 de novembro, temos redes sociais, outras modalidades de propaganda que a lei permite que os candidatos realizem. Cabe ao eleitor buscar a informação”, sugere o professor Jaime Barreiros, da Universidade Federal da Bahia.

Perdas, mas com ressalvas

Apesar das possibilidades que podem compensar o formato de debates, é consenso entre os especialistas ouvidos pela reportagem a perda para a sociedade. Jaime Barreiros lembra que o debate ao vivo permite que os candidatos sejam contestados em relação a toda produção de marketing que existe no horário eleitoral.

“Acho que perda, sim, porque o debate tem peculiaridade de ser ao vivo, de o candidato não estar como produto; pode ser desnudado pelos adversários. Nesse aspecto há perda muito grande”, avalia.

(mais…)


Candidato do MDB mente, ao dizer que “Justiça impugna pesquisa” do Indata, ao contrário a Justiça manteve a pesquisa por não encontrar qualquer irregularidade


Lamentavelmente o MDB divulgou para a sociedade conquistense uma mentira, em momento algum a Justiça, através da da 41ª Zona Eleitoral de Vitória da Conquista, impugnou pesquisa eleitoral do HojeinData, em 28 anos de trabalho na área, embora por três vezes o Sr. Hérzem Gusmão Pereira tentou, todavia, foi derrotado em todas ela, como será demonstrada em matéria futura. Apenas , em relação a divulgação feita em programa eleitoral, determinou que a coligação encabeçada pelo candidato José Raimundo, informa-se a margem de erro da pesquisa em sua apresentação na propaganda eleitoral no Rádio e na TV, dizer que a Justiça impugnou a pesquisa é uma mentira que salta aos olhos; como também uma vergonha para as pessoas de bem, mas por certo, algo corriqueiro para quem tem ausência de caráter.

Nos foi encaminhada a nota abaixo assinada pelo MDB,  onde se lê a manchete criminosa, envolvendo a JUSTIÇA, numa total falta de respeito aos cidadão conquistenses,  como também ao magistrado que, em sua sentença, não IMPUGNOU pesquisa alguma, o MDB, aproveitou da situação para cometer injúria. Ações criminosas como essa, devem ser combatidas na raiz.

Não há nenhuma pesquisa impugnada em Vitória da Conquista, nem a pesquisa do jornal A Tarde, tampouco a pesquisa INDATA, mas algo é latente nessa disputa política, existe uma ideia suja em tentar imputar nódoa em que usa roupa limpa,  sem que esses serviçais da infâmia entendam que existem pessoas que atravessam o lamaçal com sapato branco e ao final da travessia permanecem limpos; entretanto, o que é pior. Eles entendem, eles sabem.

A pesquisa HojeinData foi realizada entre os dias 18 a 21 de setembro no município de Vitória da Conquista e apresentou o seguinte resultado, após a oitiva de 928 pessoas:

Zé Raimundo-             38,68%

Herzem Gusmão         29,63%

Davi Salomão               6,46%

Maris Stela                    2,04%

Cabo Herling                 0,53%

Ferdinand Martins         0,53%

Romilson Filho               0,43%

A margem de erro da pesquisa foi de 3.15 pontos percentuais para mais ou para menos,  para um intervalo de confiança  de 95% dessa forma, os dois principais colocados poderiam estar, caso a eleição fosse dia 21 de setembro data do encerramento da consulta:

Zé Raimundo           41,83%

Herzem Gusmão     32,78%

Assim como o resultado, também poderia ser assim:

Zé Raimundo            41, 83%

Herzem Gusmão       26, 49%

Veja a decisão do Juiz, onde pode-se ver que não menção de impugnação de pesquisa, mas sim a proibição da divulgação irregular, ou seja faltando o destaque para o período de realização, assim como a margem de erro. mantidas essas informações a pesquisa pode ser divulgada livremente, ao colocar a nota , o MDB tenta passar para a população que a pesquisa estaria proibida por erro da empresa, coisa que absolutamente é mentira. conforme decisão judicial abaixo, lamentavelmente alguns integrantes da Imprensa Conquistense publicaram como verdade o release criminoso do MDB: veja a decisão  Ipsis litteris:

DECISÃO

Vistos, etc.

Cuida-se de Representação Eleitoral ingressada pela Coligação “O Trabalho Tem Que Continuar” visando impugnar a pesquisa eleitoral divulgada de forma irregular pelos Representados José Raimundo Fontes e a Coligação “A Conquista do Futuro”, no dia 09 de outubro de 2020 em horário eleitoral gratuito no sistema de rádio, uma vez que divulgaram somente os números da pesquisa, sem fazer qualquer referência à margem de erro, contrariando o que preconiza o art. 78 da Res. TSE nº 23.610/2019 e, em razão disso, propagando desinformação acerca do cenário político atual.

Desse modo, solicita o Representante a concessão de liminar para que os Representados se abstenham de divulgar a pesquisa impugnada, bem como qualquer outra pesquisa/consulta manipulada a populares.

Ouvido o Ministério Público, o referido órgão manifestou-se pela procedência da presente representação eleitoral, já que de fato, os dados necessários foram omitidos e a divulgação irregular da pesquisa afeta e desequilibra a igualdade no pleito eleitoral ao induzir o eleitorado a erro.

Esse é o breve relatório, passa-se à fundamentação e decisão da liminar solicitada.

Sabe-se que a pesquisa eleitoral é artifício de suma importância durante o desenvolvimento de uma eleição, sendo relevante instrumento de marketing para as campanhas políticas e servindo como influência para o eleitorado na hora da decisão concreta do voto.

Pois bem, de acordo com o art. 78, da Resolução do TSE de nº 23.600 de 12 de dezembro de 2019:

Art. 78. Na divulgação de pesquisas, no horário eleitoral gratuito, devem ser informados, com clareza, o período de sua realização e a margem de erro, não sendo obrigatória a menção aos concorrentes, desde que o modo de apresentação dos resultados não induza o eleitor em erro quanto ao desempenho do candidato em relação aos demais.

A princípio, compactuo com o posicionamento exposto pelo Ministério Público, em seu parecer de constante do ID 15030219. Como bem pontuado pelo Parquet:

No caso concreto, trazido ao conhecimento deste Juízo, ao utilizar-se de horário eleitoral gratuito para divulgar que a “Pesquisa jornal a tarde aponta Zé na liderança absoluta das intenções de voto para Prefeito de Vitória da Conquista e a Pesquisa Hoje In data confirma Zé disparado com 9 (nove) pontos de vantagem”, sem esclarecimento devido sobre o período de sua realização e a margem de erro referente a cada pesquisa, a propaganda produzida pelos Representados induziu o eleitor a erro ao ocultar tais as informações, determinadas pela norma eleitoral, as quais seriam aptas a permitir ao eleitorado uma interpretação de forma não-viciada sobre a intenção de voto dos cidadãos conquistenses.

Desse modo, analisando os presentes autos, em juízo de cognição superficial inerente às medidas de urgência previstas no Código de Processo Civil, aplicável subsidiariamente à espécie, nota-se que a liminar solicitada na inicial merece ser acolhida.

Estão perfeitamente caracterizados os pressupostos para sua concessão, quais sejam, a verossimilhança das afirmações iniciais, caracterizada pela comprovação da ocultação dos dados necessários à divulgação da pesquisa eleitoral, uma vez que a propaganda em análise está em desacordo com o que estabelece o art. 78 da Res. TSE nº 23.610/2019.

Patente também o fundado receio de dano irreparável ou de difícil reparação, já que a continuação da divulgação da pesquisa eleitoral de forma irregular tende a induzir os eleitores a erro durante a eleição que se avizinha.

Desta forma, outra solução não se impõe, senão, a concessão da liminar solicitada.

Posto isso, e por tudo mais que dos autos consta, com fulcro no art. 300 do CPC, aplicável subsidiariamente à espécia, DEFIRO a liminar solicitada para DETERMINAR que os Representados abstenham-se de divulgar irregularmente a pesquisa ora impugnada, bem como outras pesquisas/consultas manipuladas, sob pena de multa.

No prosseguimento, nos termos do art. 18 da Res. TSE nº 23.608/19, NOTIFIQUE-SE a Representada para, querendo e no prazo de 02 (dois) dias, apresentar defesa, sob as penas da lei.

Com a juntada da respectiva defesa ou transcorrido o prazo legal sem a sua apresentação, retornem os autos conclusos.

Intime-se e cumpra-se.

Vitória da conquista, 12 de outubro de 2020.

Cláudio Augusto Daltro de Freitas

Juiz Eleitoral

 

 

 


Zé Raimundo tem 9 pontos à frente de Herzem Gusmão, aponta pesquisa HOJEindata


O ex-prefeito Zé Raimundo (PT) larga na frente para a disputa da Prefeitura Municipal em Vitória da Conquista, aponta pesquisa HOJEINdata, realizada entre os dias 18 e 21 de setembro. Segundo o levantamento, o petista tem 38,68% das intenções de voto, contra 29,63% do candidato emedebista. Herzem Gusmão Perera.

A margem de erro da pesquisa é de 3.15  pontos percentuais para mais ou para menos. Na sequência, está o vereador David Salomão (PRTB), com 6,46%. Depois, aparece MarisStella(Rede) com 2,04,  Cabo Herling (PSL),  com 0,53%, seguido do professor Ferdinand Martins, com 0,53%; além de Romilson Filho (PP)  com 0,43%

Dos entrevistados, 14% afirmaram não saber em quem votar e 7,65% disseram que irão votar em branco ou anular. Quanto a rejeição,  37,6% dos entrevistados responderam que não rejeitam nenhum dos nomes apresentados;  30,6% responderam que rejeitam o candidato Herzem Gusmão; 12,82% responderam que rejeitam o candidato Zé Raimundo; 11,74 rejeitam David Salomão;  2,80% rejeitam Maristela Schiavo, 2,37% rejeitam o Cabo Herling, 1,40% rejeitam Ferdinand Martins,  Romilson filho é rejeitado por 1,47%,  o,64% dos entrevistados disseram que rejeita todos.

Os dados técnicos da pesquisa seguem abaixo:

Registro no Tribunal Superior Eleitoral, (TSE)  BA-08008/2020

Número de identificação: BA-08008/2020 Data de registro: 27/09/2020
Cargo(s): Prefeito, Vereador Data de divulgação: 03/10/2020
Empresa contratada/ Nome Fantasia: CNPJ: 33855115000117 – HOJE COMUNICACOES PESQUISA E JORNALISMO LTDA / HOJE INDATA Eleição: Eleições Municipais 2020
Entrevistados: 928 Data de início da pesquisa: 18/09/2020
Data de término da pesquisa: 21/09/2020 Estatístico responsável: AUGUSTO DA SILVA ROCHA
Registro do estatístico no CONRE: 7655 Valor: R$ 9.000,00
Contratante é a própria empresa? Sim (Nota fiscal não exigida)
Contratante(s): CNPJ: 33855115000117 – HOJE COMUNICACOES PESQUISA E JORNALISMO LTDA
Pagante(s) do trabalho: CNPJ: 33855115000117 – HOJE COMUNICACOES PESQUISA E JORNALISMO LTDA
Metodologia de pesquisa:
A abordagem utilizada consiste na aplicação de uma amostragem aleatória representativa da população residente no município, com 16 anos ou mais de idade. A amostra é selecionada em dois estágios, sendo que no primeiro faz-se uma divisão da amostra proporcionalmente ao número de habitantes acima de 16 anos de idade dentro de cada área geográfica intra-municipal. No segundo estágio, para cada área geográfica, os respondentes são selecionados respeitando-se quotas proporcionais controladas por região geográfica, sexo e faixa etária, de acordo com o perfil da população em estudo e obedecendo ao regime de quotas do TSE de 2020 .

Plano amostral e ponderação quanto a sexo, idade, grau de instrução e nível econômico do entrevistado; intervalo de confiança e margem de erro:
O plano Amostral segundo os itens exigidos por lei seguem descritos: Universo: Eleitorado do Município de VITÓRIA DA CONQUISTA, com 16 anos ou mais. Amostragem – A pesquisa ira entrevistar 928 eleitores.

Coeficiente de confiança e margem de erro – A amostra a nível municipal tem uma margem de erro de 3,19% para um intervalo e confiança de 95% As ponderações em relação a sexo, idade, grau de instrução e nível econômico , estão descritas no questionário refletindo estatisticamente a proporção do eleitorado consultado. Dados /Censo 2010/ TSE ESTATÍSTICA DO ELEITORADO DO MUNICÍPIO DE VITÓRIA DA CONQUISTA- BA GÊNERO :Masculino 46,00% Feminino 54,00% Faixa Etária: De 16 a 24 anos 14,40% ; De 25 a 34 anos 22,22% ; De 35 a 44 anos 22,96% ; De 45 a 59 anos 24,55% ; Mais de 60 anos 15,87% Grau de Instrução: Analfabeto/Lê e escreve 16,00%; Ensino Fundamental Incompleto ou Completo 28,90%; Ensino Médio incompleto ou Completo 38,70%; Ensino Superior Incompleto ou Completo 16,50% Renda: Até 01 Salário Mínimo (R$1045,00): 29,50%; De 1 a 2 salários mínimos 27,02%; De 2 a 5 salários mínimos 29,23%; Acima de 5 salários mínimos 14,29%

Sistema interno de controle e verificação, conferência e fiscalização da coleta de dados e do trabalho de campo:
Sistema interno de controle e verificação, conferência e fiscalização da coleta de dados e do trabalho de campo: O trabalho de coleta de dados é acompanhado in loco por supervisores de campo. Após os trabalhos de campo os questionários são criticados, codificados e digitados. São selecionados aleatoriamente 20% (vinte por cento) dos questionários para uma verificação posterior com ligações telefônicas para os números indicados nos formulários, Em caso de dúvida, o formulário é descartado e o entrevistador chamado para esclarecimentos.

Dados relativos aos municípios e bairros abrangidos pela pesquisa. Na ausência de delimitação do bairro, será identificada a área em que foi realizada a pesquisa(conforme §7º. do art. 2º. da Resolução-TSE nº. 23.600/2019, A partir do dia em que a pesquisa puder ser divulgada e até o dia seguinte, o registro deverá ser complementado, sob pena de ser a pesquisa considerada não registrada; na ausência de delimitação do bairro, será identificada a área em que foi realizada):
(50) Alto Maron, (14)Aíton Sena,(48) Candeias, (20)Cruzeiro ,(16) Primavera(30), Boa Vista, (44)Espírito Santo, (32)Felícia, (18) Jurema, (24)Guarani, (36)Centro, (16)Lagoa das Flores, (28)Recreio; correspondendo a Zona Leste da cidade; (82) Zabelê,(74) Patagônia, (18)Jatobá, (10),Distrito Industrial do Imborés,(42) Brasil, (34) Bateias, (32)Ibirapuera,(18) Aparecida, (18)São Pedro, (28) Campinhos; correspondendo a Zona Oeste da cidade ; (16)Cabeceira do Jibóia, (20)São Sebastião, (32)José Gonçalves, (12) Pradoso,(20) Bate-Pé,(20) Iguá,(22) Inhobim,(12|) Veredinha, (10)São João da Vitória(Batuque)(10) Dantelândia, e (10)Cercadinho, correspondendo a Zona Rural de Vitória da Conquista.


Nas 5 maiores cidades da Bahia, PCdoB e PSDB são líderes em candidatos a vereador; veja


Nas 5 maiores cidades da Bahia, PCdoB e PSDB são líderes em candidatos a vereador; veja

Foto: Cláudia Cardozo / Bahia Notícias

PCdoB e PSDB possuem o maior número de candidatos a vereador nas cinco maiores cidades da Bahia – Salvador, Feira de Santana, Vitória da Conquista, Camaçari e Juazeiro. Eles desbancam partidos como Republicanos e PSL, que lideram o quesito nos 95 maiores municípios brasileiros (leia mais aqui), e PT e DEM, siglas dos principais líderes políticos do estado no momento: o governador Rui Costa (PT) e o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM). Os dados foram obtidos pelo Bahia Notícias a partir de dados disponibilizados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 

O PCdoB possui 187 postulantes aos Legislativos nos cinco municípios citados, enquanto o PSDB vem atrás, com 177. Fecham o “top 5” PL (175), Avante (173) e Republicanos (172).

Enquanto isto, o partido do qual Neto pertence – e é presidente nacional – é o oitavo na lista, com 157 candidatos. O PT, de Rui, aparece mais à frente, em sexto com 166.

Partido pelo qual o presidente Jair Bolsonaro (PSL) foi eleito em 2018, o PSL é somente o décimo no ranking, com 144 candidatos, e está atrás, inclusive, do PSC, nono na tabela, que não possui candidaturas em Camaçari e Juazeiro – é o único entre os 10 primeiros que não possui nomes para tentar chegar às Câmaras das cinco cidades escolhidas.

Partido do vice-governador João Leão, o PP vem apenas em 12º na classificação, com 140, empatado com o Cidadania, que vence a disputa por ter apenas candidatos em Salvador (43), Camaçari (32) e Feira (65), onde lidera de forma disparada como legenda com maior número de postulantes ao Legislativo. 

Legenda do vice-presidente Hamilton Mourão, o PRTB é apenas figurante na lista, em 24º, com 87 candidatos a vereador. São 30 em Salvador, 25 em Conquista e 32 em Juazeiro. 

 

Arte: Priscila Melo / Bahia Notícias

POUCA PARTICIPAÇÃO
Na outra ponta da tabela, estão UP e PCB, únicos partidos que possuem candidatos apenas na capital, com um e três, respectivamente.

Antepenúltimo na lista que conta com 31 partidos é o PCO, que tem uma candidatura em Salvador e seis em Feira. Fecha o “Z4” o Novo, com 26 candidatos – 16 na capital e 10 em Feira. Também nas últimas colocações, em 27º, o PSOL tem 62 candidatos. No entanto, possui representação em todos os cinco maiores municípios do estado./Bahia Noticias


Não haverá debates na TV em Vitória da Conquista;RedeTV! também cancela debate e aumenta “apagão” nas eleições municipais


Temendo proliferar o  ” COVID” 19, as emissoras de tv cancelam debates, fontes informam que a TV Sudoeste não realizará debate em Vitória da Conquista

(Foto: Reprodução)

Revista Fórum – A RedeTV! anunciou nesta quarta-feira (7) que também não realizará debate entre os candidatos que disputam as eleições municipais no primeiro turno. A decisão acompanha Record, SBT e CNN Brasil.

“A RedeTV! informa que decidiu cancelar o debate eleitoral entre os candidatos à Prefeitura de São Paulo no primeiro turno, agendado para o dia 23 de outubro, visando preservar a saúde de todos os envolvidos e manter os protocolos”, disse a emissora em nota enviada ao portal Notícias da TV.

Segundo o canal, “testes preliminares e pilotos foram realizados em busca de alternativas para viabilizar o encontro seguindo as medidas de precaução”, mas a conclusão foi pela impossibilidade do encontro.