Vitória da Conquista  registra mais quatro falecimentos por Covid-19

A Secretaria Municipal de Saúde divulgou o falecimento de mais quatro pacientes diagnosticados com Covid-19. Com isso, sobe para 53 o número de mortos pela doença no município. 50º óbito – Homem de 76 anos, morador do bairro Sumaré, portador de Hipertensão; foi internado no dia 13 de julho no Hospital Geral de Vitória da … Leia Mais


Coronavírus: 91.263 óbitos e 2,6 milhões de casos confirmados no Brasil


Somente nas últimas 24h, 1.129 pessoas morreram em decorrência da doença e 56.837 diagnósticos foram registrados

Coveiros com trajes de proteção enterram pessoa que morreu infectatada pelo novo coronavírus
Coveiros com trajes de proteção enterram pessoa que morreu infectatada pelo novo coronavírus (Foto: REUTERS/Amanda Perobelli)

Dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), mostram que o Brasil chegou, nesta quinta-feira (30), a 91.263 óbitos e 2.610.102 casos confirmados de coronavírus.

Somente nas últimas 24h, 1.129 pessoas morreram em decorrência da doença e 56.837 diagnósticos foram computados pela entidade.

São Paulo, Ceará, Rio de Janeiro, Bahia, Pará, Minas Gerais, Maranhão e Distrito Federal continuam sendo os estados mais afetados pela pandemia.

De acordo com o governo, na última semana, houve crescimento de casos em todas as regiões do país, principalmente no Centro-Oeste: os estados de Goiás e Mato Grosso estão entre os que chamam a atenção das autoridades.


Covid-19: Brasil ultrapassa 90 mil mortes e 2,5 milhões de casos


Nesta quarta-feira, 29, foram registrados novos 1.595 óbitos causados pelo vírus e 69.074 diagnósticos positivos para Covid-19 no País

Profissionais da área da saúde examinam paciente com Covid-19.
Profissionais da área da saúde examinam paciente com Covid-19. (Foto: REUTERS/Ricardo Moraes)

 O Brasil ultrapassou, nesta quarta-feira, 29, 90 mil mortes causadas pelo coronavírus, segundo o Ministério da Saúde. Foram registrados novos 1.595 óbitos causados pelo vírus. O País também contabilizou, nas últimas 24 horas, 69.074 diagnósticos positivos para Covid-19. Desde o início da pandemia, já foram 2.552.265 casos registrados.

Tanto no caso das infecções, quanto no das mortes foi um novo recorde diário, mas foi causado pelo atraso do estado de São Paulo, que não divulgou os números na terça-feira, 28. Segundo o secretário estadual de Saúde de SP, Jean Gorinchteyn, o atraso foi resultado de “uma incompatibilidade no acesso a essas informações”.

Nesta quarta, entretanto, uma nova notícia agradou o mundo em relação à pandemia. A primeira vacina contra Covid-19 em potencial da Rússia receberá aprovação regulatória local na primeira metade de agosto e será administrada a profissionais de saúde da linha de frente pouco depois, disse à Reuters uma fonte de desenvolvimento a par do assunto.


Brasil tem 2.484.649 infectados com a Covid-19 e 88.612 mortes


O balanço mais recente divulgado na terça-feira indicou 2.484.649 casos confirmados da Covid-19 e 88.634 mortes provocadas pela doença, sendo 897 confirmadas nas últimas 24 horas

Cemitério Nossa Senhora Aparecida – Manaus
Cemitério Nossa Senhora Aparecida – Manaus (Foto: Marcio James / Semcom)

247 – O Brasil tem 2.484.649 infectados com a Covid-19 e 88.612 mortes provocadas pela doença até as 8h desta quinta-feira (29), de acordo com dados das secretarias estaduais de Saúde apurados em levantamento do consórcio de veículos de imprensa. A informação é do portal G1. 

O balanço mais recente divulgado na terça-feira (28) indicou 2.484.649 casos confirmados da Covid-19 e 88.634 mortes provocadas pela doença no Brasil, sendo 897 confirmadas nas últimas 24 horas. Com isso, a média móvel de óbitos nos últimos 7 dias foi de 1.005, acrescenta a reportagem.

levantamento foi apurado por um consórcio inédito formado entre G1, O Globo, Extra, O Estado de S.Paulo, Folha de S.Paulo e UOL, com dados das secretarias estaduais de saúde. A iniciativa dos veículos de comunicação foi desenvolvida a partir de inconsistências nos dados apresentados pelo Ministério da Saúde na gestão do interino Eduardo Pazuello.


Conheça a curva de mortes por covid-19 nos 26 Estados e no Distrito Federal


 

Considera a média móvel em 7 dias

Indicador matiza eventuais variações

Já são 87.618 vítimas da doença

Valas no Cemitério Público Nossa Senhora Aparecida para enterrar vítimas da covid-19 no AmazonasAlex Pazuello/Semcom – 27.abr.2020

Poder360 compilou a média móvel de mortes pela covid-19 em 7 dias em todas as unidades da Federação. Esse indicador ameniza eventuais variações nos números.

O Brasil contabiliza 2.442.375 de casos confirmados e 87.618 mortes em decorrência da doença causada pelo novo coronavírus. Os dados foram atualizados às 18h desta 2ª feira (27.jul.2020) pelo Ministério da Saúde.

Conheça a curva e saiba a situação de cada Estado nos infográficos abaixo:

SITUAÇÃO NOS ESTADOS

Em 10 unidades da Federação a média móvel de mortes em 7 dias está em trajetória de alta. Outros 10 Estados estão em situação de estabilidade, e 7 registram queda.

(mais…)


paciente de 54 anos faleceu nesta segunda (27) por Covid-19 em Vitória da Conquista


Uma paciente faleceu nessa segunda-feira (27), vítima da Covid-19 em Vitória da Conquista. O 46º óbito registrado é de uma mulher de 54 anos, moradora do bairro Zabelê, sem comorbidades, que foi estava internada desde o dia 10 de julho no Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC), onde veio a óbito hoje por agravamento do estado de saúde.

Em cinco meses de notificações de casos suspeitos de Síndrome Gripal/Covid-19, a Secretaria Municipal de Saúde registrou 2.209 casos confirmados no município. Hoje, mais 61 pacientes que testaram positivo recuperaram-se da Covid-19 e o número de recuperados subiu para 1.645. Ainda estão em fase de recuperação, 518 pacientes (30 internados e 488 em tratamento domiciliar).

Estão sendo investigados 3.944 casos notificados que aguardam classificação final, sendo que 3.802 possuem critérios de coleta para exame laboratorial ou Teste Rápido* e 142 aguardam resultado laboratorial de exame RT-PCR. Dos pacientes em investigação, 2.723 recuperaram-se da Síndrome Gripal, 1.198 apresentam Síndrome Gripal leve e permanecem em tratamento domiciliar, 22 estão hospitalizados e um paciente foi a óbito com suspeita de infecção pela Covid-19 – caso aguarda resultado da investigação laboratorial.

Ocupação dos leitos – A rede SUS do município dispõe de 135 leitos (75 enfermarias e 60 UTI’s) exclusivos para tratamento da Covid-19. Nesta segunda (27), estão internados 85 pacientes, entre eles, residentes de Vitória da Conquista de outras 32 cidades do estado:

Clique para conferir o Boletim epidemiológico completo.

*Critérios estabelecidos pela Nota Técnica COE Saúde Nº 54 de 8 de abril de 2020 (atualizada em 04 de junho de 2020), da Secretaria de Saúde do Estado.

Call Center – A Secretaria Municipal de Saúde disponibiliza um Call Center para tirar dúvidas da população sobre a Covid-19 e atender pessoas que apresentem sintomas suspeitos.

  • Telefones fixos: (77) 3429-7451/3429-7434/3429-7436
  • Celulares: (77) 98834-9988/98834-9900/98834-9977/98834-9911

Quem receberá as primeiras vacinas contra a covid-19?


Profissionais de saúde devem ter prioridade na imunização, mas há divergências sobre quais grupos virão em seguida

Fotografia cedida pelo Governo de São Paulo mostra a aplicação, no dia 20, de uma vacina contra o novo coronavírus desenvolvida pelo
laboratório chinês Sinovac.
Fotografia cedida pelo Governo de São Paulo mostra a aplicação, no dia 20, de uma vacina contra o novo coronavírus desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac.EFE

Não haverá vacina contra a covid-19 para todos desde o começo e o processo pode se estender por vários anos. Rafael Vilasanjuan, diretor de Análise e Desenvolvimento do Instituto de Saúde Global de Barcelona (ISGlobal) e membro do conselho de administração da Aliança Global para Vacinas e Imunização (Gavi), explica que, por enquanto, a capacidade de produção mundial é de 2 bilhões de doses por ano. A população mundial chega a 7,5 bilhões de pessoas em “igualdade de risco”, segundo o especialista, embora alguns países se vejam mais afetados por sua situação econômica e sua logística governamental. Na melhor das hipóteses, poderemos ter 250 milhões de doses de vacinas por mês, se a produção for aumentada.

Quando a vacina estiver disponível, cada país receberá doses correspondentes a 20% de sua população, se aderir à iniciativa internacional Covax Facility, que busca facilitar o acesso mundial às doses, até agosto. O país tem de pagar antecipadamente esses 20%, promovendo assim a produção em função de seus recursos e garantindo sua quantidade de doses. O objetivo principal é que o mecanismo seja o mais equitativo possível.


Com coronavírus, apresentador do Sportv sofre trombose cerebral


O apresentador do Sportv Rodrigo Rodrigues, 45 anos, entrou em coma induzido após sofrer uma trombose cerebral. O jornalista foi diagnosticado com a Covid-19 há duas semanas

Rodrigo Rodrigues
Rodrigo Rodrigues (Foto: Reprodução (Youtube))

Diagnosticado com coronavírus há 15 dias, o apresentador do Sportv Rodrigo Rodrigues, 45 anos, entrou em coma induzido neste final de semana após sofrer uma trombose venosa cerebral.

Ele, que estava afastado do trabalho, foi internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital Unimed Rio, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, na noite do último sábado (25). O hospital informou que Rodrigues passou por uma cirurgia para diminuição da pressão intracraniana, de acordo com informações publicadas pelo portal UOL.

“O Hospital Unimed-Rio informa que o paciente Rodrigo de Oliveira Rodrigues deu entrada em nossa emergência na noite do último sábado, 25/07/2020, apresentando como sintomas cefaleia, vômitos e desorientação, além de possuir diagnóstico prévio de covid-19”, diz o boletim do hospital.

“Após a confirmação de trombose venosa cerebral, foi realizado, neste domingo, 26/07/2020, um procedimento para diminuição da pressão intracraniana. Neste momento, encontra-se sedado e internado na unidade de terapia intensiva”, acrescentou.

Na Globo desde 2019 Apresentador do Grupo Globo desde janeiro de 2019, Rodrigo Rodrigues tem passagens por diversas emissoras de televisão.

Trabalhou no SBT, TV Cultura, TV Gazeta e Band entre as emissoras abertas. Virou apresentador esportivo em 2011, quando foi contratado pela ESPN Brasil para comandar a edição noturna do “Bate-Bola”.

Saiu do canal esportivo da Disney em 2014, mas voltou no ano seguinte, onde foi o primeiro apresentado do programa “Resenha ESPN”. Deixou de vez a ESPN em 2016 e só voltou para um canal de esporte em 2017, quando assinou com o Esporte Interativo. Ficou no canal da Turner até o seu fim, em agosto de 2018, e seguiu no time quando os projetos dele foram migrados para a TNT e Space.

Em dezembro de 2018, deixou a emissora e aceitou proposta do Grupo Globo, assinando em janeiro de 2019. Virou apresentador do “Troca de Passes” em setembro de 2019, onde atua desde então.