Transporte público foi um dos temas mais debatidos na Câmara em 2019

Em 2019, o debate sobre problemas relacionados ao transporte público ocupou espaço significativo na pauta da Câmara Municipal. Vereadores, repetidamente, cobraram do Governo Municipal uma posição para viabilizar a melhoria dos serviços oferecidos à população. Empresas sem cumprir contrato, transporte irregular, mobilidade urbana, irregularidades no transporte escolar e outros assuntos ligados ao transporte foram apresentados … Leia Mais


Estradas do Bate- Pé estão abandonadas pela Prefeitura

A Zona Rural de Vitoria da Conquista, agradece a Deus pelas chuvas que vem na hora certa , ajudando muito o Agricultor familiar, mas nós precisamos fazer à nossa parte, veja que três anos se passou e a administração municipal não fez a manutenção devida das estradas principais e os ramais , esse é o … Leia Mais


Câmara Municipal encerra 2019 com a marca do trabalho

O ano de 2019 na Câmara Municipal de Vitória da Conquista foi marcado pelo trabalho. O Legislativo Municipal, mais uma vez, esteve imbuído no objetivo de garantir que o município caminhe no sentido certo, através do bom uso do Tesouro Municipal, bem como da elaboração e apreciação de leis que assegurem melhorias na qualidade de … Leia Mais


Capitão Bombardine cobra do Prefeito Pereira a Guarda Municipal

Sessão da Câmara de Vereadores de Conquista, última quarta-feira, o Presidente do Movimento Contra a Morte Prematura, André Cairo, Personificado no Capitão Zé Trombone Bombardine, cobrou do Prefeito Herzem Gusmão Pereira, a Guarda Municipal, de Placa em punho, “Senhor Prefeito, a Guarda Municipal vai ser instalada agora, ou nunca?” Bem visto pela Plenária! Quando se … Leia Mais


Câmara debate papel da mulher na política em audiência pública

  A Câmara Municipal de Vitória da Conquista promoveu nesta quinta-feira, 12, uma audiência pública com o tema “O papel da mulher na política”. A proposta da discussão foi feita pela mesa diretora do Legislativo e apoiada por todos os parlamentares. O tema proposto faz parte da Campanha Faça a Diferença, que objetiva conscientizar os … Leia Mais


 Projeto da guarda municipal movimentou a sessão dessa quarta-feira, 11


Imagem Pauta: Projeto da guarda municipal movimentou a sessão desta quarta-feira, 11

 Projeto da guarda municipal movimentou a sessão desta quarta-feira, 11

O projeto da guarda municipal foi o tema principal da sessão desta quarta-feira, 11, realizada na Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista. O agente patrimonial Fábio Sampaio usou a tribuna para falar da legalidade do aproveitamento da categoria na nova função. Os parlamentares se mostraram favoráveis à aprovação do projeto que cria a guarda municipal e ressaltaram a importância dela para a cidade.
Os representantes do Hospital dos Olhos de Conquista também usaram a tribuna. Eles falaram sobre a realização de um informativo sobre a captação e transplante de córneas no município de Vitória da Conquista.
Os organizadores da Copa Alto Maron e o atleta de jiu-jitsu Vítor Oliveira Santos foram homenageados com moções de aplauso da Câmara.
Durante a sessão desta quarta-feira, os vereadores votaram, em segunda discussão, os projetos de lei nº 04/2019 e 12/2019; e em primeira discussão, o Projeto de Lei Complementar nº 01/2019, e o de nº 03/2019, sendo  solicitada a dispensa de pauta para última votação.

Cori cobra manutenção nos viadutos da Régis Pacheco e do Guarani


O vereador Coriolano Moraes (PT) destacou, em seu pronunciamento na manhã desta sexta-feira, 22, durante a sessão ordinária, a solicitação que fez à prefeitura municipal, juntamente com o Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (Crea), para realização de uma vistoria nos viadutos do bairro do Guarani e da Avenida Régis Pacheco, mais conhecido como ‘Bigode de Pedral’. “Conversei com o engenheiro Fernando Gomes, que projetou toda a obra, e ele explicou que havia a concepção de fazer calçamento na lateral (Bigode de Pedral), sistema de drenagem, e tudo que faz parte da mobilidade urbana, mas o projeto foi mudado”.

Cori apresentou fotos das duas estruturas e confirmou que as mesmas precisam de intervenções urgentes. “A estrutura de sustentação está comprometida, não está segura, por isso solicitamos a urgente intervenção nos dois locais”, afirmou.

O vereador falou da Guarda Municipal e citou a importância dela para a cidade, mas lembrou que é preciso cautela. “Vamos nos debruçar sobre esse projeto, estudar, analisar e aprovar da melhor forma. Essa é uma luta que atende aos servidores”, disse.

Por fim, reforçou seu apoio às creches e escolas conveniadas. “Faremos uma reunião na tarde de terça-feira, 26, para tentarmos resolver a situação das instituições conveniadas”.


No valor de R$ 360 mil, Pereira contrata mais uma empresa de consultoria; já são 65 milhões gastos sem qualquer licitação


 

Já no terceiro ano de mandato, o prefeito Herzem  Pereira  (MDB) continua realizando contrações de empresas de consultorias para sanar problemas que deveriam ser identificados no começo da gestão. Sob a justificativa de modernizar o setor público,  a prefeitura de Vitória da Conquista contratou recentemente a Verba Legis Publicações e Consultoria Limitada atuará na assessoria da área tributária.

A consultoria custará ao cofres públicos R$ 360 mil, e foi realizada com dispensa de licitação. Além dos altos valores pagos às empresas de outras cidades, a inexigibilidade de licitações também tem sido recorrentes no governo Herzem, ou seja, não a a possibilidade de disputa de preços e serviços.

Grande parte das obras realizadas  no município, também obedeceram o critério de não licitar nada, a soma já ultrapassa a casa dos 65 milhões re reais sacados do erário, sem que a sociedade tivesse a oportunidade de saber se a opção foi pelo melhor preço. Com a máxima de que ” Deus está no comando” os mortais comuns aceitam passivamente a ideia de que está tudo nas mão de Deus.

O município que tem  várias escolas onde o corte de energia por falta de pagamento virou rotina, postos de saúde fechado por corte do serviço de água, escolas sem merenda por corte do gás, e hospitais restringindo os atendimentos devido a falta de pagamento por parte da Prefeitura, realmente só Deus para salvar os contribuintes conquistenses.

Apesar disso, o prefeito gasta fortuna do erário público  palestrando em São Paulo, lá encontra uma pequena plateia de gatos pingados, não podemos dizer que Deus esteja no comando da Prefeitura, mas sim um prefeito equivocado com a realidade do povo.



Pereira pode mexer mais uma vez no seu conturbado secretariado


—–

Mais dois secretários do Governo de Herzem  Pereira podem estar na berlinda. Kairan Rocha, secretário de Administração, e Geane Oliveira, Secretária de Governo, podem cair a qualquer momento.

De acordo com o radialista Deusdete Dias, Geane tem perdido prestígio desde que vereadores pediram sua cabeça. A secretária teria sido apontada por edis como empecilho nas negociações entre o executivo e legislativo. Atualmente quem faz esse elo é o procurador Paulo Maurício.

Ainda segundo o radialista, o secretário de Administração recebeu uma ligação do prefeito para tomar uma bronca. A conversa não teria sido nada amigável, disse Deusdete.

Na verdade o governo Pereira  “mexe” quase que todo tempo em seu secretariado, esse improvisado desde o início do governo, Pereira fez a valer a sua máxima, de que estaria governando com os melhores quadros administrativos do município, mas isso, só na visão administrativa dele, baseada em sua larga  experiência em gestão pública.

Ninguém sabe quais os critérios que o prefeito Herzem Pereira utiliza para escolher seus secretários, imaginamos que seja algo divino, a secretaria de saúde teve 5 titulares em quase três anos de governo;  a secretaria de administração 4, a secretaria de educação 3; secretaria do meio ambiente 3;  a secretaria de agricultura 4; a secretaria de serviços públicos, 4; a  secretaria de mobilidade urbana, 3; a procuradoria jurídica, 2; a secretaria de administração 4; a secretaria de finanças 3, a EMURC- Empresa Municipal de urbanismo  que tem status de secretaria, também teve mudança de seu titular por 5 vezes.

Se fosse utilizada a técnica do futebol, deveria ser mudado o técnico do time,todavia, esse foi eleito em assembleia e essa é soberana.

Não sabemos se há algum problema, entre o atual prefeito e a secretária Geanne Cássia, o que sabemos é que, se trata de amigos íntimos, inclusive a secretária emprestou sua casa, para que o prefeito fizesse sua morada enquanto alcaide do município. Seria uma ingratidão de Pereira em demitir uma amiga tão fiel, mesmo porque, acreditamos que a professora Geanne, se redimiu do fato de tê-lo alcunhado,  com o célebre nome de” BOCA DE ALUGUEL.


“De que adianta o tapete na entrada, se a casa não tem piso?”: Populares do Morada Nova se recusam aceitar 200 metros de asfalto


Os moradores do loteamento Morada Nova, em Vitória da Conquista, estão dispostos a lutar para que a prefeitura pavimente as sete ruas da localidade. Desde o início da semana os manifestantes impedem que máquinas da prefeitura realizem os trabalhos de pavimentação de um trecho que dará acesso à creche que está em fase de conclusão.

Na manhã desta quarta-feira (13), os moradores estavam esperançosos com uma reunião realizada com o secretário de mobilidade urbana. Porém, os representantes dos moradores do loteamento saíram frustrados da reunição e informaram que não houve avanço. Nem a proposta de pavimentação total da via onde está a creche e dos corredores de ônibus foi aceita pelo executivo, revelaram.

Indignados, os moradores retornaram para porta da creche e impediram que uma equipe de terceirizados da Coelba continuasse o serviço de ligação da rede de energia elétrica do prédio.

Eles afirmam que não há como aceitar que a prefeitura pavimente um pequeno trecho.

“De que adianta o tapete na entrada, se a casa não tem piso? 200 metros de asfalto não basta no bairro Morada Nova, Sr. Prefeito!”, dizia um cartaz seguro por uma moradora./ blitzconquista


Pereira não paga, Unimec não atende e a população carente saúde sofre


O hospital Unimec anunciou que vai restringir atendimentos pelo SUS. O comunicado foi divulgado nessa quinta-feira (14).

De acordo com o hospital, a prefeitura está com pagamentos em atrasos e os valores são “bastante significativos”, entretanto o comunicado não informa o valor total do débito. Por conta da inadimplência da Prefeitura, a unidade comunicou que não tem como adquirir insumos para realizar atendimentos. Com estoque reduzido, o hospital optou em restringir atendimentos no final de semana prolongado, pois “reservamos o pequeno suprimento que ainda dispomos, para os casos de urgência em obstetrícia”.

Ainda segundo o hospital, a prefeitura tem conhecimento da restrição nos atendimentos e “já sinalizou o encaminhamento da atualização da situação”.  A unidade de saúde esclarece que a situação será normalizada com o recebimento dos pagamentos devidos pela Prefeitura.

Recentemente, Conquistenses tiveram atendimentos suspensos na Policlínica Regional e na emergência e em cirurgias eletivas no Hospital São Vicente. Os motivos foram os mesmos alegados pela Unimec.

No caso da policlínica, a Prefeitura negou existir débitos. A informação foi desmentida pela direção da Policlínica e pelo próprio secretário de Saúde, em reunião do Conselho Municipal de Saúde (Prefeitura de Conquista dá calote na Policlínica Regional; saúde beira o colapso). No caso do São Vicente, a Prefeitura chegou a afirmar que a unidade estava devendo ao Município. Um impasse foi criado, pois técnicos alegaram que os procedimentos adotados pela Prefeitura foram inadequados (Prefeitura atrasa repasse e provoca suspensão de atendimentos e cirurgias no São Vicente). Parte do débito foi pago e a unidade normalizou os atendimentos. Porém, anunciou que irá descontinuar a maternidade até 1º de dezembro (Hospital São Vicente pode fechar maternidade a qualquer momento, em Conquista).

o site  BConquista apurou que  a Prefeitura de Vitória da Conquista está inadimplente com algumas clínicas e também enfrenta dificuldades para honrar compromissos com a Unidade de Oncologia do Hospital Samur, que também atende pelo Sus. Todavia o prefeito Pereira Gusmão gasta o dinheiro público comprando fogos de artifício para comunicar inaugurações de restauração de obras em praças e avenidas, sem demonstrar qualquer preocupação com a saúde  da população mais carente, aquela que não contempla a beleza do ajardinamento de uma praça ou avenida em detrimento de sua saúde.