Prefeito de Vitória da Conquista é “calunduzeiro”, diz Zé Raimundo

O deputado Zé Raimundo (PT) chamou o prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão de “calunduzeiro”, ao lamentar atritos criados pelo alcaide com outras autoridades durante a pandemia. A crítica – usando o termo comum no interior do estado para classificar pessoas que se irritam sem motivo – se deu durante a sessão plenária virtual … Leia Mais






Deputado Zé raimundo se preocupa com a reabertura gradual do comércio conquistense


O deputado Zé Raimundo (PT) está acompanhando atentamente a reabertura gradual do comércio de Vitória da Conquista, desde ontem (01/06), conforme determinação da Prefeitura Municipal. Preocupado com a pandemia do novo coronavírus – que levou ao fechamento de lojas e serviços não essenciais desde 18 de março- o parlamentar, que foi prefeito no período de 2002 a 2008, tem conversado com especialistas e autoridades da área de saúde.

“Somos favoráveis ao diálogo com a sociedade e buscamos informações para acompanhar esse momento bastante preocupante, uma vez que a recomendação do secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, é da necessidade de esperar mais uns 15 dias até a pandemia chegar ao platô, ou seja se estabilizar, para começar a cair o número de casos de coronavírus no estado”, pondera o deputado. Ele manifestou a sua apreensão com a reabertura do comércio conquistense durante sessão plenária remota da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), ontem.

Zé Raimundo também destacou as ações do seu mandato, junto com o deputado federal Waldenor Pereira, que resultaram em investimentos recentes no valor de 3 milhões e 500 mil para a saúde em Vitória da Conquista. “Continuamos trabalhando na região, em parceria com os órgãos do governo do estado, em busca de alternativas para fortalecer as assistências à saúde e social, como também a economia local”.

Esclareceu que o fortalecimento da economia local se dá por várias ações, inclusive a que foi aprovada na sessão plenária de ontem, que facilita o pagamento do vale alimentação dos estudantes da rede pública estadual, consequentemente injetando R$ 44 milhões na movimentação da economia dos municípios. “Portanto, estão de parabéns o governador Rui Costa e o secretário da Educação, Jerônimo Rodrigues, por mais essa iniciativa para enfrentar a crise da pandemia”, ressaltou Zé Raimundo.


Prefeitura de Vitória da Conquista autoriza reabertura do comércio


Página da Prefeitura fornece orientações a empresários e cidadãos para uma retomada segura das atividades comerciais.

O prefeito de Vitória da Conquista autorizou a reabertura gradual do comércio. Ele seguiu orientação de um comitê formado por maioria das representações escolhidas pelo próprio executivo.

A Secretaria de Comunicação colocou no ar a página com o Plano de Reabertura do Comércio. Nela, informações importantes são fornecidas a empresários e cidadãos para a retomada das atividades comerciais de maneira segura.

O site foi dividido em três seções:

No Plano de Reabertura: estão contidas as informações sobre as cinco fases do processo, sobre o protocolo e monitoramento;

Em Empresários: Os donos de empresas têm os detalhes do protocolo de abertura com o detalhamento das cinco fases, medidas sanitárias, recomendações e fiscalização;

E em Cidadãos: A população de Vitória da Conquista também tem acesso ao cronograma, recomendações e os telefones para informações e denúncias.

O Comitê Gestor de Crise criou um protocolo que estabelece uma abertura gradual, organizada e coordenada. A partir de amanhã, 1º de junho, as empresas da fase 01 estão autorizadas a operar. Elas foram divididas em três grupos e vão funcionar em horários intercalados para evitar um fluxo grande de pessoas nas ruas.

Veja como fica:

A partir da definição dos novos protocolos para as fases seguintes do processo de reabertura, o site vai ser atualizado para fornecer as informações completas à população./Blitzconquista


Vitória da Conquista tem 4,5 mil notificações de pessoas com síndrome gripal; número contrasta com os divulgados nos boletins epidemiológicos do município


A síndrome gripal assim como a síndrome respiratória aguda grave podem ser por COVID-19.

Na última reunião do CMS – Conselho Municipal de Saúde (29) foi citado que no e-SUS – base de dados do Sistema Único de Saúde – que o número de casos de síndrome gripal no município se aproximava de 4,5 mil – dados lançados pela Secretária de Saúde do Município. Hoje os números devem ter ultrapassado esse número.

Na reunião anterior do CMS, realizada no dia 19 de maio, a diretora de Vigilância à Saúde do Município, Ana Maria Ferraz, foi questionada e informou que, naquele dia, existiam no sistema municipal 3.348 notificações de casos de síndrome gripal. Segundo Ana Maria, neste índice havia pacientes com critério para coleta de material para exame laboratorial ou não. O número já era muito superior aos informados nos boletins epidemiológicos. O BConquista alertou para a problema no dia 24 de maio – Números omitidos: Conquista tem quase 4 mil notificações de síndrome gripal.

Os dados ainda destoam dos apresentados diariamente nos boletins epidemiológicos da Secretaria de Saúde do Município. No boletim deste sábado (30), a prefeitura informou que seriam 1,428 mil notificações e 988 casos descartados. São pelo menos três mil notificações a menos do que informado oficialmente aos Governos do Estado e Federal.

Em todos os boletins, a Prefeitura afirma que as definições operacionais adotadas pela Vigilância Epidemiológica municipal são especificadas pela Nota Técnica COE Saúde Nº 54 de 8 de abril de 2020 (atualizada em 10 de maio de 2020), da Secretaria de Saúde do Estado. Entretanto, a nota técnica orienta que o Covid-19 seja descartado em casos de pacientes com síndrome gripal quando submetidos a exame Laboratorial: Amostra clínica coletada, preferencialmente, até o sétimo dia de início de sintomas, processada em laboratório público ou privado”; por critério clínico-epidemiológico – “Caso suspeito da COVID-19 com histórico de contato próximo ou domiciliar, nos últimos 7 dias antes do aparecimento dos sintomas, com caso confirmado laboratorialmente para COVID-19 e para o qual não foi possível realizar a investigação laboratorial específica, caso suspeito da COVID-19 com exames de imagens compatíveis.”; ou “por teste rápido, imunofluorescência, elisa ou quimioluminescência: Caso suspeito da COVID-19 com teste imunológico (Teste Rápido ou quimioluminescência ou sorologia clássica para detecção de anticorpos) positivo para anticorpos IgM e/ou IgG”.

Considerando que a Secretaria de Saúde do Município apresenta nos boletins epidemiológicos diários um valor inferior ao informado ao e-SUS, os dados tem chamado atenção da imprensa da capital. Com dados ainda defasados, o Bahia notícias publicou a matéria “Vitória da Conquista não atualiza notificações e registra 2.919 casos suspeitos da Covid-19”. Além de não atualizar, a prefeitura omite mais de 3 mil casos, já que as notificações atualizadas no e-Sus devem ter ultrapasso 4,5 mil nesse sábado (30).


O PCB e as Eleições em Vitória da Conquista


O Partido Comunista Brasileiro (PCB) já regularizou seu registro no Tribunal Eleitoral e agora desenvolve debate interno sobre as eleições de 2020. A perspectiva é formular um projeto programático para Vitória da Conquista, a ser discutido abertamente com a comunidade, a partir do eixo central “Poder Local e Organização Popular”. Em seguida, apresentaremos nossa campanha para concorrer ao pleito eleitoral do município.

O PCB está organizado em Vitória da Conquista, tendo importantes quadros que atuam na vida social e política da cidade, a exemplo da universidade pública, da luta pela terra e do combate às opressões. A militância do PCB, da UJC (União da Juventude Comunista) e dos coletivos partidários – UC (Unidade Classista), CFCAM (Coletivo Feminista Classista Ana Montenegro) e
LGBT Comunista, tem contribuído com a organização de trabalhadoras e trabalhadores, mulheres, jovens, negras e negros e população LGBT, tendo em vista a transformação da realidade social da nossa cidade.

Conforme sua tradição, o PCB constrói articulações políticas sérias, honestas e transparentes, pautadas por princípios publicamente anunciados e não pelo oportunismo eleitoral. Nesta perspectiva, convida a população a dialogar sobre alternativas concretas de alteração da realidade municipal, com proposições factíveis, especialmente para os grupos historicamente
excluídos dos lugares de poder.

Em breve, pós-pandemia e definição do calendário eleitoral, realizaremos um amplo seminário para debater coletivamente “Poder Local e Organização Popular” em Vitória da Conquista, com vistas a construção de um projeto político e social avançado para a nossa cidade.

Pelo Poder Popular na perspectiva do Socialismo!

Vitória da Conquista, 21 de maio de 2020

Comissão Municipal Provisória do PCB


Povo de Inhobim apela para Dida


Os deputados Waldenor Pereira e José Raimundo Fontes dotaram Vitória da Conquista de diversas emendas parlamentares, para auxiliar a Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista, na promoção de pavimentação de ruas, notadamente nos distritos de José Gonçalves, Pradoso, Bate-Pé, Inhobim, Veredinha e Batuque, alguns desses distritos foram beneficiados com alguma ação da Prefeitura. Entretanto o prefeito jamais falou a verdade para a população, não disse quem era ( o pai da criança) parte esses recursos deveriam ser utilizados em Inhobim, mas ao que parece o prefeito Pereira, demora a fazer e, quando faz, faz mal feito.
A polução recorre sempre ao ex-vereador Moizés da Silva Santos, o popular Dida, para incrementar sua luta e reivindicações.
A prefeitura, através do prefeito Pereira prometeu pavimentar a Rua Plínio Flores, mas não fez a devida drenagem e, nem passou a máquina para compactar o cascalho. só podia virar lama, a população clama por responsabilidade.


Agentes de fiscalização registram Boletim de Ocorrência contra vereador


 

Na tarde dessa quinta-feira (14), agentes de fiscalização do setor de Posturas, da Secretaria Municipal de Serviços Públicos (Sesep), compareceram ao Distrito Integrado de Segurança Pública (Disep) para registrar um Boletim de Ocorrência contra um vereador que tentou intervir no trabalho dos fiscais, proferindo insultos durante a autuação a um estabelecimento que estaria operando de maneira irregular.

Os agentes faziam a apuração de uma denúncia sobre uma barbearia que estaria em funcionamento, desobedecendo o Decreto 20.293 – que regulamenta, no município, estabelecimentos comerciais para a prestação de serviços não essenciais durante a crise do coronavírus.

Durante a abordagem, feita com a presença da Polícia Militar, a empresa autuada não apresentou alvará de funcionamento, Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) e ainda mantinha suas operações nas dependências de outro estabelecimento – que exercia outra atividade comercial. Dessa forma, o imóvel teve que ser totalmente interditado.

Conflito na Interdição: Salomão impede Gerência de Posturas, mas com a PM loja é interditada em Vitória da Conquista

A Procuradoria Geral do Município assiste juridicamente os servidores públicos e os orientou pelo registro da ocorrência na delegacia policial, para fins de apuração de fato criminoso. “A Procuradoria Geral lamenta o fato que é um péssimo exemplo. Cabe às autoridades públicas não utilizarem da violência como meio para a solução de conflitos. A PGM recomenda cada cidadão: diante um conflito, evite violência, e prefira procurar a Justiça”, declarou a procuradora Nadjara Régis.

No Disep, os agentes de fiscalização e o secretário municipal de Serviços Públicos, Luis Paulo Santos, prestaram depoimento e lavraram o boletim contra o vereador. “Os servidores municipais estão trabalhando, sempre orientados por organizações e especialistas em saúde, para manter as medidas de distanciamento que protejam a população do vírus. Dessa forma, a Prefeitura se coloca ao lado dos agentes que sofreram o agravo no cumprimento do seu dever, dando toda a atenção possível a eles e tomando as medidas legais contra seu agressor” declara Luis Paulo.