Não se deve negar água; Gilmar afirma que Pereira soube do vídeo há 15 dias

Em entrevista ao radialista Deusdete Dias, no programa Redação Brasil da Brasil FM, nessa quarta-feira (15), o ex-secretário considerou normal o fato dos carros-pipas fornecerem água em sua propriedade. Ele revelou que o prefeito teve conhecimento do ocorrido há mais de 15  dias. Porém, a nota sobre determinação de apuração do caso só foi divulgado … Leia Mais




Todos nós queremos o parque ambiental do Verruga, apesar do Edmundo…

Mesmo residindo há vinte e três anos em Vitória da Conquista, durante os quais trabalhei vinte na Prefeitura Municipal, assim como toda a cidade, eu nunca ouvira falar do advogado Edmundo Ribeiro Neto. Admito que possa ter sido uma falha minha, mas prefiro acreditar que se trata de uma figura inexpressiva. O mencionado advogado veio … Leia Mais


 Prefeitura de Vitória da Conquista abastece com carros pipa, fazenda do Secretário de Agricultura


Executivo diz que irá apurar denúncia com rigor e que “até a apuração ser concluída… a Operação Pipa seja administrada pelo DESERG e esteja sob o comando oficial do gabinete.”

Nesta segunda viralizou nas redes sociais um vídeo em que mostra dois carros pipas a serviço da Prefeitura de Vitória da Conquista abastecendo reservatórios da fazenda apontada como sendo do secretário de agricultura, Gilmar Ferraz. O BConquista recebeu o vídeo original e as fontes garantem que se trata da fazenda  Anteiro, localizada na região de São João da Vitória, mais conhecida como Batuque.

Ao site Sudoeste Digital, Gilmar alegou que a área foi cedida a prefeitura. “Eu cedi uma área para o viveiro de melhoramento genético da cultura da mandioca e como eu não tenho água doce lá na propriedade o meu filho pediu que mandassem água porque lá não tinha para fazer a molhação”, defendeu-se. Contudo não apresentou o termo que comprove tal parceria com o município.

Ao BConquista a Prefeitura informou que a Secretaria de Transparência apurasse a denúncia com rigor. “Até a apuração ser concluída, o prefeito determinou que a Operação Pipa seja administrada pelo DESERG e esteja sob o comando oficial do gabinete”. texto e foto Blitzconquista

O vídeo foi publicado nas redes sociais e ao fundo há declarações do prefeito sobre probidade administrativa. Veja;

Leia a nota na íntegra:


NOTA À IMPRENSA 


A Prefeitura de Vitória da Conquista tomou conhecimento, através da imprensa, que caminhões-pipa abasteceram de água a fazenda do secretário de Agricultura, Gilmar Ferraz.

Diante deste fato, o prefeito Herzem Gusmão determinou que a Secretaria de Transparência, que recebeu título de mais eficiente do Nordeste, apurasse a denúncia com rigor. 

O secretário Diego Rocha começa, ainda hoje, o processo de investigação.

Até a apuração ser concluída, o prefeito determinou que a Operação Pipa seja administrada pelo DESERG e esteja sob o comando oficial do gabinete.

 

Secom 

13 de janeiro de 2020


Sem obra de drenagem Av. Bartolomeu de Gusmão inunda mais uma vez


A chuva torrencial que caiu em Vitória da Conquista nessa segunda-feira (06) gerou transtornos em  toda cidade. Um dos locais mais críticos, foi a Av. Bartolomeu de Gusmão. A via ficou inundada, dificultando o tráfego de veículos.

O problema é causado pela não realização da obra de drenagem, antes prevista para ocorrer juntamente com a regularização do nível do asfalto, realizado em novembro de 2017.

No início do governo Pereira, muitos problemas se acumularam na cidade, a nova equipe de governo herdou o projeto e o capital para executar obras de drenagem e recapeamento dos 13 principais corredores de transporte de Vitória da Conquista, todavia ,o prefeito da cidade preferiu  enfeitar a lama com gás neon,tentando demonstrar serviço, promoveu o recapeamento da Av. Bartolomeu de Gusmão de maneira açodada e apostou que as chuvas seriam fracas, e não inundariam a avenida.  Com muita propaganda, pintou os caules das árvores, dotou a avenida de uma iluminação de LED e conseguiu aplausos, principalmente dos imprudentes.  Em 2019, uma chuva mais forte mostrou que  falta drenagem no local. Apesar do projeto e o valor deixados para o atual prefeito, no seu bojo previa uma nova drenagem, fato que não ocorreu e mais uma vez o povo foi enganado.

Com  repavimentação foi realizada às pressas, antes da implantação da drenagem pluvial, que não deverá ser feita no atual governo, resta aos moradores de Vitória da Conquista, orações e mais orações, isto porque o atual prefeito faz pregação para que o povo ore, pois só o fato da sua chegada ao governo já é uma bênção para o povo. Então Oremos..texto original Blitz Conquista


Transporte público foi um dos temas mais debatidos na Câmara em 2019


Imagem Balanço de 2019: Transporte público foi um dos temas mais debatidos na Câmara

Em 2019, o debate sobre problemas relacionados ao transporte público ocupou espaço significativo na pauta da Câmara Municipal. Vereadores, repetidamente, cobraram do Governo Municipal uma posição para viabilizar a melhoria dos serviços oferecidos à população. Empresas sem cumprir contrato, transporte irregular, mobilidade urbana, irregularidades no transporte escolar e outros assuntos ligados ao transporte foram apresentados pelos parlamentares e discutidos com setores da sociedade para que soluções fossem tomadas.

Zona rural sem transporte escolar – Em meados de 2019, denúncias em veículos de comunicação e reclamações de alunos e seus familiares chegaram à Casa dando conta da falta de transporte escolar municipal em algumas localidades da zona rural. O problema foi causado em decorrência do processo de licitação para esse serviço. A população criticou a Prefeitura por fazer muito tarde a licitação, já dentro do ano letivo, deixando alunos sem aula por falta de transporte. Foi relato problemas em localidades rurais como Limeira, Pradoso, São Sebastião, Bate-Pé, Capinal, Iguá e Inhobim. O tema foi debatido em reuniões e na tribuna da Câmara pelos vereadores que cobraram uma solução por parte da Prefeitura. Esta, à época, garantiu que resolveria o problema e garantia o cumprimento de 200 dias letivos, sem prejuízo para os alunos.

Crise no transporte coletivo – Logo nos primeiros meses do ano, a população foi surpreendida com a suspensão das atividades da Viação Cidade Verde em linhas que havia assumido com a retirada da Viação Vitória, no fim de 2018. O não cumprimento dos acordos entre Cidade verde e a Prefeitura foi uma das alegações da empresa para abandonar as linhas. A partir daí diversas discussões começaram a surgir e a Câmara Municipal entrou no processo como conciliadora entre empresa de ônibus e Prefeitura. Diversas reuniões na Casa do Povo foram realizadas com a intenção de se chegar a um acordo.

“Ninguém defendeu a Cidade Verde nesta Casa mais do que eu, e continuo fazendo essa defesa. A empresa presta um serviço de qualidade, mas temos um compromisso com a verdade. Quem foi intransigente e desrespeitou o Legislativo, não comparecendo as reuniões, foi a Cidade Verde e não o Executivo Municipal”, contou o presidente da casa, Luciano Gomes durante as negociações.

Durante o processo, a Casa montou uma comissão especial para acompanhar o desdobramento do caso. Com a saída da Cidade Verde do Lote 1, a comissão de vereadores apresentou ao prefeito demandas dos usuários, principalmente os da zona rural que ficariam sem transporte público. Em resposta, o Executivo contratou, em caráter emergencial, ônibus para suprir essa necessidade até que o problema fosse resolvido inteiramente. “Procuramos o prefeito porque nós vereadores não podíamos deixar que a zona rural ficasse sem ônibus”, explicou o presidente da Câmara. Ele avalia que naquele momento foi a melhor decisão tomada.  Uma nova empresa de ônibus passou a operar na cidade suprindo as linhas que até então eram de competência da Viação Vitória. A Viação Rosa vem sendo administrada pela própria Prefeitura.

Transporte alternativo em pauta – Em setembro, após diversas discussões em torno do transporte público e alternativo da cidade, vereadores participaram de uma Audiência Pública sobre o Plano Municipal de Transporte Público, realizada pelo Governo Municipal. Atualmente os parlamentares vem cobrando, de forma intensa, uma solução para o transporte alternativo na cidade, uma expectativa não só dos vereadores, mas sobretudo de motoristas e também dos usuários do transporte público.

Em 2020, a comissão formada por vereadores para fiscalizar o transporte público continuará atuando sempre em busca de um serviço de qualidade para a população.


Estradas do Bate- Pé estão abandonadas pela Prefeitura


A Zona Rural de Vitoria da Conquista, agradece a Deus pelas chuvas que vem na hora certa , ajudando muito o Agricultor familiar, mas nós precisamos fazer à nossa parte, veja que três anos se passou e a administração municipal não fez a manutenção devida das estradas principais e os ramais , esse é o retrato da Zona Rural de Vitoria da Conquista. essa observação feita pelo líder comunitário Júnior Figueiredo chama atenção da Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista para o descaso com o morador da zona rural.


Câmara Municipal encerra 2019 com a marca do trabalho


Imagem Câmara Municipal encerra 2019 com a marca do trabalho

O ano de 2019 na Câmara Municipal de Vitória da Conquista foi marcado pelo trabalho. O Legislativo Municipal, mais uma vez, esteve imbuído no objetivo de garantir que o município caminhe no sentido certo, através do bom uso do Tesouro Municipal, bem como da elaboração e apreciação de leis que assegurem melhorias na qualidade de vida da população conquistense.

“A Casa do Povo é também a casa do trabalho. Os 21 vereadores, todos eles, trabalham para que Vitória da Conquista seja um lugar melhor tanto para quem mora na cidade, quanto para quem mora na Zona Rural”, aponta o presidente da Câmara, Luciano Gomes (PL). “Aqui são tomadas as decisões que envolvem o município e tudo isso acontece por meio da atuação responsável dos vereadores”, explica ele.

Através das sessões especiais, ordinárias, itinerantes, audiências públicas e atividades de comissões, temas importantes de interesse público foram discutidos e medidas foram deliberadas.

Confira os números:

• 1.952 Indicações apresentadas

• 191 pareceres de projetos de lei

• 145 projetos de lei do Legislativo

• 102 moções de aplauso

• 82 requerimentos de Tribuna Livre

• 57 sessões ordinárias realizadas

• 29 audiências públicas

• 19 projetos de lei do Executivo

• 3 sessões itinerantes realizadas

• 1 CPI formada e finalizada


Capitão Bombardine cobra do Prefeito Pereira a Guarda Municipal


Sessão da Câmara de Vereadores de Conquista, última quarta-feira, o Presidente do Movimento Contra a Morte Prematura, André Cairo, Personificado no Capitão Zé Trombone Bombardine, cobrou do Prefeito Herzem Gusmão Pereira, a Guarda Municipal, de Placa em punho, “Senhor Prefeito, a Guarda Municipal vai ser instalada agora, ou nunca?” Bem visto pela Plenária!

Quando se fala em Segurança Pública, o primeiro passo é Policiamento Ostensivo! Em Vitória da Conquista só existe Policia Militar e Policia Civil, faltando a Guarda Municipal, que o Movimento Contra a Morte Prematura vem cobrando à mais de 20 anos, com Manifestações, Audiências, Palestras, Seção da Câmara, Tribuna Livre, Ofícios, Personagens e apoio da Imprensa!

Em 2017, ao ser empossado, o Prefeito Herzem Gusmão, recebeu em Audiência André Cairo, Presidente do MCMP e Comissão de Moradores, protocolou e assinou Ofício do MCMP, com 114 reivindicações, contendo a Guarda Municipal, tendo passados dois anos e onze meses, sem ser instalada. Em 2012, André Cairo do MCMP, na Audiência com o Prefeito Guilherme Menezes, entregou Ofício com 48 itens reivindicatórios, contendo a Guarda Municipal, que é urgente e imprescindível! Finaliza Cairo, atento e enérgico.

Por: André Cairo – MCMP – Foto: Maciel Junior