Vamos salvar nossas vidas e a vida dos outros

Infelizmente o governo brasileiro, não tem a responsabilidade devida para com sua população. Em tempos de guerra, enchentes, grandes incêndios, fome, pandemias, é obrigação do Governo Federal suprir economicamente a população com dinheiro e alimentos para  que sua qualidade de vida, não sofra ao extremo, alguns perguntam, mas por  que isto? simples, Governo Federal é … Leia Mais


Editorial- Entre a lealdade patrocinadores e a traição aos eleitores

*Ernesto Marques Os artífices e financiadores da campanha que levou Vitória da Conquista a ser exposta ao ridículo em rede estadual de televisão, ao vivo e em cores, acrescentaram um passivo a mais na dívida histórica que acumulam com a cidade. Sabiam estar elegendo alguém capaz de trocar terrenos públicos por caminhões de cascalho. Sabiam … Leia Mais




Policlínica erra ao não atender pacientes de Vitória da Conquista e Itapetinga; Pereira acerta ao boicotar o equipamento?

  A matéria abaixo foi copiada do blog oficial da Prefeitura de Vitória da Conquista, a informação e opinião passadas, pelo prefeito Pereira, são inspiradas nos ensinamento de (Goebbels) ministro da propaganda nazista, onde a mentira parecia verdade, vamos analisar os parágrafos, apontando as intenções do   prefeito Pereira. Além do comunicado da diretora executiva da … Leia Mais


Vereador, afinal qual o seu papel na comunidade?


Paulo Nunes é jornalista- MTB/BA- 5848

Minha cara, minha nobre família conquistense, antes de tudo que lhe dizer que somos frequentadores da Câmara de Vereadores, desde os meus nove anos de idade, não que à época nós, nos   interessássemos  por política, mas porque tínhamos um padrinho, que foi vereador nessa cidade por quatro mandatos  consecutivos, e, tinha tamanha liderança política, que ao deixar a Câmara, indicou dois novos candidatos  para o pleito seguinte e ajudou a eleger os dois, trata-se de Dante Menezes, ele então nos levava para as sessões e ali,  prestávamos  atenção em tudo, isso nos  deu uma noção do que era o legislativo.

Na juventude, além de participarmos  de quase todos os comícios, como ouvintes,  também participávamos  das discussões políticas  nas residências, reuniões comuns no passado da nossa terra e, que hoje, é feita com muito esmero pelo ex-prefeito Guilherme Menezes,   lembramos  com orgulho de um debate com  Sebastião Castro, fato ocorrido na casa de mestre Milton Pintor. Quase uma hora de debate, Tião perdeu a reunião toda para tentar conquistar nosso primeiro voto,  ali defendíamos  Raul Ferraz, Tião nos deu uma aula de política, e nós,  alunos políticos  de Fernando Eleodoro, retrucamos com nossos arroubos de juventude, mas numa discussão bonita lastreada nas ideias socialistas da boa política, fomos  pra casa a felicidade estampada nos olhos, principalmente porque, as pessoas presentes e podemos  garantir que eram mais de cinquenta , falaram: o menino peitou Tião, mas não foi isso, nós apenas aprendemos  e argumentamos o que entendíamos  saber da  ciência política.

Voltando ao papel do vereador no seio social, falamos a vo você família conquistense, que assistimos  os principais momentos políticos e sociais da casa legislativa conquistense, tivemos  oportunidade de ouvir vereadores como: Elquisson Soares, Orlando Leite,  José Lacerda, Gésner Chagas, Lanteney Nunes,  José William, Lígia Matos,  Alexandre Pereira,  Fabrício Falcão, entre outros tantos bons vereadores que  a população de Conquista elegeu. Não me recordo de nenhum deles fazer indicação ao prefeito municipal para varrer rua, ou roçar mato na área urbana, as discussões eram acaloradas, cada um defendendo suas ideias, mas nada das discussões feriam o papel do vereador ou a Constituição Federal, ou qualquer lei superior às leis municipais.

Sabemos  que a cidade de Vitória da Conquista é uma cidade limpa, como sempre foi, desde os nossos tempos de criança, de  modo, que nem um vereador pode tentar levar para si, algo que não lhe concerne, ademais, se há algo que funciona no Governo Pereira, é o serviço de limpeza pública, tão bem executado pelo  Sargento  “Quincão” e achamos que, se a Prefeitura necessitar de pedido de vereador para limpar rua, será por certo a negação da política,  será uma anarquia geral. podemos  dizer ainda, que as vezes encontramos  o coordenador de limpeza da Prefeitura, nos bairros da cidade, ele sempre nos  aborda: Paulo Nunes, o que está errado aqui, falamos- nada “Quincão”, ele diz, você por  aqui, tá procurando coisa,  sempre respondemos, você tá limpando tudo. Por isso entendemos que não é necessário se ocupar o tempo das sessões legislativas, os papéis da Câmara, os funcionários da Câmara, pois tudo isso é sustentado com dinheiro público para mentir para os moradores, dizendo que vereador executa serviços, ou que tem ingerência sobre o  Executivo Municipal.  (mais…)


Imitando “ Toninho”, Pereira agora é malvadeza


Um governante antes de tudo, é um aplicador e guardião da Lei, por esse princípio, tem a obrigação de estabelecer a isonomia entre os cidadãos contribuintes para os cofres públicos.
Em Vitória da Conquista, existe um prefeito que gera situações hilariantes perante a população do município: depois de ter criado o fraldário cavalar, que não deu certo, o prefeito passou a “surrupiar” bancos das praças e os levar para futuras inaugurações de outras praças. O IBGE, ainda não concluiu o censo que determinaria a diminuição de “bundas” entre os bairros de Vitória da Conquista.
Antes porém determinou o fechamento dos cemitérios aos domingos e nas semanas no horário de almoço, pense num absurdo, pois é, até Octávio Mangabeira iria se surpreender com isso.
Todavia o mais grave ocorreu quando, para sustentar um acordo espúrio com os motoristas de veículos clandestinos, que operam no município, o prefeito, já investido no cargo de chefe do Executivo Municipal, não se deu conta que deveria honrar a liturgia do fardo que pesava sobre os seus ombros, quando pediu aos clandestinos que sustentassem a ilegalidade, não permitindo que outros ilegais, entrassem no fabuloso mercado do transporte coletivo, sem recolhimento de impostos e qualquer obrigação social.
Disse então, ipsis verbis: “ vocês beberam a água suja, agora eu peço a vocês que não deixem mais ninguém entrar”. Pasmem senhoras e senhores, isso é comportamento de um prefeito? No entanto o mandatário municipal não explicou à sociedade conquistense, como um grupo fora da lei, iria impor regulamentação territorial de mercado. Seria uma milícia armada?

Se a ninguém é dado ignorar a lei, por conseqüência, ninguém deve ser privado das benesses, como também do rigor da lei. Lição de direito, que parece que o nosso prefeito bacharel em Direito, não teve tempo de observar.
A verba publicitária constitucional, Pereira distribui para amigos, não respeita critério algum, ademais a publicidade pública não serve para informar à população sobre atos e fatos que a ajude a conviver em paz . Instruções educativas se fazem necessárias, informação sobre os diversos movimentos da administração, infelizmente em dois anos, não foi o que se viu na cidade. Agora conquistenses; o prefeito que gastou 3 milhões de reais em propaganda em 2018, entende que seu governo letárgico, precisa gastar o dobro, ou seja 6 milhões de reais em 2019. (mais…)


Esse é o verdadeiro Herzem Pereira; você mudou, piorou


Rigorosamente comprometido com a casta financeira que ajudou a elegê-lo, direciona os recursos dos SUS para seus amigos, exemplo claro do SAMU 192, onde doador de sua campanha, aluga ambulância para à Prefeitura, ao mesmo tempo, mantém um abatedouro de frangos sem a mínima condição de higiene. esse é o Pereira, na entrevista ao vivo, se porta com um atormentado, normalmente não diz coisa com coisa, todavia com o microfone aberto a máscara cai, mal educado, grosseiro, perseguidor, invejoso, não se situa nos preceitos republicanos.
A maioria da população não sabe, mas os principais devedores da Prefeitura, estão colados com o prefeito, nós não estamos falando de dívidas razoáveis, mas de dívidas acima de 500 mil reais. Desses ele nada cobra, ao contrário os apóia e é apoiado por esses, enfim, junta-se a esse casta,” para proibir o carinho de umbu, o carro de propaganda volante entre outros.
Minha cara, minha nobre família conquistense, depois de ouvir o áudio abaixo, você saberá o que Pereira, Geddel e Lúcio fizeram para agilizar a construção do aeroporto, a tal ” trava” que eles dizem que tiraram, ( apois!)
A Policlínica será dirigida de dois em dois anos por um dos prefeitos cooperados, mas Pereira jamais aceitaria isso, ele quer usar o Estado em benefício próprio, que usar os recursos governamentais buscando dividendos políticos. Se refere a um colega seu, como ” bosta” e tenta se esquivar em colocar os recursos, não preocupado com o município de Vitória da Conquista, mas muito principalmente com sua possível candidatura. Seguramente não honra a tradição dos prefeitos antecedentes, não está à altura nem da liturgia, muito menos da magistratura do cargo
Agora, perceba a qualidade do homem que você elegeu, ouvindo o àudio exclusivo do BLITZ CONQUISTA

 

 


Sobre o Lomantão e outras; vale a pena a verdade


*Paulo Nunes

Para entrar no assunto do gramado do Lomantão, é preciso partir de um ponto sobre o qual, não pode haver qualquer dúvida ou versão diferente da verdade: toda e qualquer espécie de grama, seja numa área verde, seja numa arena esportiva, aqui ou em qualquer parte do planeta, é fundamental a manutenção. Até a grama sintética (sintética!) que o Esporte Clube Bahia, sonha para a Fonte Nova, precisa de manutenção, quanto mais uma planta. Como qualquer ser vivo, qualquer variedade de grama está sujeita à ação de agentes físicos como o clima e a movimentação dos atletas, alé

(mais…)


Ingerência na Prefeitura de Vitória da Conquista


O blog do Paulo Nunes noticiou que o advogado Pedro Eduardo esteve presente numa reunião em Belo Horizonte, assim descreveu o blog: “Acompanhando os representantes do município integrou a comitiva também o Advogado da Viação Vitória, Sr, Pedro Eduardo, não se sabe nessa reunião, quais interesses o advogado representava”.

Essa informação da participação do advogado Pedro Eduardo na reunião, não é verdadeira, o blog aqui se desculpa com o advogado, assim como com a sociedade conquistense, ao confiar 100% na fonte, o jornalista errou, e neste ato pede as desculpas necessárias e espera que eventuais danos á imagem do advogado sejam reparados.

O blog não colocou na matéria, que o advogado Pedro Eduardo estaria cometendo ingerência na Prefeitura de Vitória a Conquista, mas, o texto poderia induzir os  leitores a pensar assim. não há no blog ou na pessoa   do jornalista Paulo Nunes, com 31 anos de história na profissão, nenhum interesse de macular a honra e a dignidade de quem quer que seja, temos  como meta  a solidariedade e a defesa dos mais fracos, sempre agimos por esse caminho. Natural que  nessa luta, alguns saiam machucados, inclusive nós.  Mas entendemos, que o reconhecimento do erro e o pedido sincero de desculpas é a atitude adequada aos democratas por essência. (mais…)


Êta pau Pereira: quem tem obrigação legal de preservar, não pode poluir


*Paulo Nunes- jornalista

Através do prefeito Herzem Pereira, em 18 meses de governo o MDB promoveu a quebra do sistema de transporte coletivo municipal. Provando definitivamente a máxima de que destruir sempre é mais rápido que construir, a atual administração municipal, que hoje conta com mais de 80% de rejeição da população, promoveu desastres sociais em todos os segmentos da administração pública: na Saúde, na Educação, no Bem-Estar Social e notadamente no transporte coletivo urbano.

O prefeito Pereira fez acordo com os proprietários de veículos que fazem o transporte clandestino na cidade, os recebeu com salgadinhos, água gelada e cafezinho no seu gabinete e pediu à sociedade conquistense que fizesse o mesmo, pois ali estariam os profissionais que transformariam a vida dos conquistenses para melhor. Além disso, mantém uma relação exagerada com o presidente do Sindicato dos Rodoviários, recebendo do mesmo orientação para contratar empresas para o transporte urbano do município, atitude razoável se esse fosse o Secretário de Mobilidade Urbana.

Antes, ainda na disputa pela Prefeitura de Vitória da Conquista, puxou para sua campanha como candidatos a vereança, a presidente do Sindicato dos Professores Geanne Cássia, o presidente do Sindicato dos Servidores Municipais José Marcos, o presidente do Sindicato dos Comerciários Gilmar Ferraz e o presidente do Sindicato dos Rodoviários Álvaro Souza.

Todos foram candidatos a vereador pela legenda do MDB, partido comandado por Geddel Vieira Lima e Herzem Gusmão Pereira, entretanto só Gilmar Ferraz conseguiu lograr êxito na eleição.

De qualquer sorte, um grande apoio político, mesmo porque esses sindicatos e seus representantes fizeram coisas não republicanas para ajudarem o atual prefeito na vitória eleitoral, bastando observar o quantitativo eleitoral dessa representação de mais de 17 mil eleitores em tese. Considerando as benesses feitas aos associados na pré-eleição, havia uma garantia de votos jamais vista na história sindical de Vitória da Conquista.

Pereira já possuía o apoio da direita festiva e da direita reacionária, o que adicionaria cerca de 40 mil votos aproximadamente. Faltava o xeque-mate. Pereira, então, busca um segmento marginal da economia, “os vanzeiros”. Ali descobre que são seiscentos veículos e seus condutores em contato direto com a população mais carente por aproximadamente dez horas por dia e, portanto, alcançaria com esse segmento ao menos 4 mil pessoas diariamente. A distribuição de propaganda eleitoral correu solta nos veículos, alguns foram plotados com a caricatura do atual prefeito. Aqui, se estima que Pereira conseguira votos suficientes para no primeiro turno ficar em primeiro lugar na disputa. (mais…)