Brasil tem 97.256 óbitos e 2,2 milhões de recuperados, diz Ministério da Saúde

Nas últimas 24 horas, foram registrados 1.437 óbitos e notificados 57.152 novos casos do novo coronavírus Agência Brasil Foto: Robson Valverde/SES-SC   Balanço do Ministério da Saúde divulgado nesta quarta-feira (5) mostra que o Brasil tem 2.859.073 casos acumulados de Covid-19. Segundo o Ministério, desse total, 70,7% se recuperaram da doença, ou seja, 2.020.637 pessoas; … Leia Mais


Planalto diz que coronavírus contaminou 5% dos servidores da Presidência

Secretaria Geral divulgou nota Palácio tem 3.400 funcionários 178 contraíram a covid-19 Funcionário faz limpeza no Planalto após Bolsonaro ser diagnosticado com a covid-19divulgação Em nota divulgada nessa 3ª feira (4.ago.2020), a Secretaria Geral da Presidência afirmou que, desde o começo da pandemia até 31 de julho, 178 casos de covid-19 foram confirmados entre os … Leia Mais



Vacina russa contra Covid-19 mostra ‘resposta imunológica inequívoca’ em todos os voluntários

“Resultados dos exames de controle mostram claramente que houve uma resposta imunológica inequívoca obtida através da vacina. Nenhum efeito colateral ou complicações foram detectados nos voluntários”,informou o Ministério da Defesa russo Pessoa manipula frasco com etiqueta nomeando vacina contra Covid-19. (Foto: REUTERS/Dado Ruvic) Sputnik – O último exame de controle realizado em voluntários que receberam vacina … Leia Mais



Covid-19: o que fazer com as compras ao chegar em casa?


A higienização dos produtos alimentícios após a compra deve ser um hábito, devido a possível contaminação por agentes que podem deteriorar os alimentos ou causar doenças. No entanto, antes da pandemia da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, muitas pessoas não tinham o costume de fazê-lo.

Pensando em orientar sobre as dúvidas que surgiram quanto aos procedimentos adequados de higienização dos alimentos, o Projeto de Extensão Engenharia de Alimentos em Ação (Engenhação) e o Grupo de Embalagens de Alimentos (GAE), ambos coordenados pela professora Cristiane Patrícia de Oliveira, no campus de Itapetinga, produziram uma cartilha informativa sobre os cuidados adequados com as compras ao chegar em casa.

“Nossos trabalhos são com embalagens de alimentos. Diante disso, despertou a nossa atenção as pesquisas relacionadas ao tempo de vida do vírus nos diferentes materiais. Verificamos que nos materiais utilizados para embalar alimentos, o vírus poderia sobreviver até 5 dias. Verificamos também que muitas pessoas não compreendiam o porquê do uso do álcool 70% e não o álcool 96%, entre vários outros questionamentos relacionados às disciplinas do curso de Engenharia de Alimentos e aos temas das nossas pesquisas”, destacou a professora.

Para Aléssia Carvalho, aluna do oitavo semestre do Curso de Engenharia de Alimentos e voluntária da Iniciação Científica, o desenvolvimento de um trabalho como esse é de fundamental importância, uma vez que são disponibilizadas informações necessárias que muitas pessoas ainda não têm acesso. “O levantamento dessas informações permite a comunidade em geral a possibilidade de tirar algumas dúvidas a respeito de como higienizar as embalagens de forma correta e assim colocar em prática no seu dia a dia”, explicou.

Como forma de compartilhar as informações contidas na cartilha, a coordenação tem feito uso, principalmente, das redes sociais, além disso a HUB Itapetinga tem impulsionado a divulgação junto à comunidade itapetinguense.

Acesse a Cartilha



Cantora Vanusa é diagnosticada com mal de Alzheimer


Atualmente a artista vive com a filha e os netos em um imóvel humilde, localizado no interior de São Paulo

Foto: Leo Lemos / Divulgação
Foto: Leo Lemos / Divulgação

 

A cantora Vanusa, de 72 anos, foi diagnosticada com Alzheimer. A situação da artista foi revelada pela filha, Aretha Marcos, do relacionamento da cantora com o compositor Antonio Marcos, que morreu em 1992.

“Minha mãe está com Alzheimer, uma doença degenerativa. Ela permanece sob cuidados médicos”, contou.

Vanusa está sob os cuidados de médicos e em entrevista ao programa ‘Domingo Espetacular’, Aretha contou que na época da briga delas, em 2016, após uma entrevista da mãe para Gugu Liberato, ela já estava doente.

“Eu passei por muitos momentos difíceis na minha vida, mas também tive momentos muito bons. Posso dizer que ter pedigree duplo – com pai e mãe famosos – não é fácil. Meus pais sempre foram muito bons em tudo o que se propuseram a fazer e eu sempre fui desapegada a padrões, rótulos”.

Atualmente elas vivem em um imóvel humilde, como descreve Aretha, localizado no interior de São Paulo.


 Reforma Tributária é luz no fim do túnel


 

 

Renata Abreu

Acabamos de registrar o pior semestre em empregos com carteira assinada fechados em 28 anos. Quase 1,5 milhão de vagas evaporaram. E olha que a metodologia do Caged/IBGE considera apenas pessoas que não estão trabalhando, mas estão procurando emprego. Isso significa que o buraco é bem maior do que a gente imagina, porque não contabiliza os que desistiram de procurar trabalho, seja por causa do confinamento social, sabiam que não adiantaria procurar nada agora ou porque perderam a esperança. Preocupante!

A pandemia do coronavírus pegou nossa economia de calças curtas, ainda cambaleando para sair dos elevados índices de desemprego dos últimos anos. E hoje temos um mercado mais bem fragilizado, com quase 13 milhões de desempregados e 35 milhões de trabalhadores na informalidade.

Fora o contingente de empresas quebradas e extintas. De acordo com o IBGE, mais de 500 mil fechamentos de empresas no Brasil foram decorrentes da crise sanitária, com a quase totalidade (99,2%) na categoria micro. Outras 4,1 mil tinham porte intermediário, de 50 a 499 empregados, e 110 eram grandes empresas, que tinham mais de 500 empregados.

É desolador! E esse quadro tende a piorar com o fim do auxílio emergencial às camadas mais vulneráveis da sociedade e dos acordos do Programa Emergencial do Emprego e da Renda, conforme a Lei 14.020/20. As empresas sobreviventes desse tsunami bacteriológico econômico, diante do faturamento menor, terão dificuldades para adequar a folha salarial. Dificilmente, terão força para recontratar os demitidos, se nada for feito.

São sombrias as projeções para a recuperação da atividade econômica, corremos sério risco de 2020 acabar com 18% de desempregados. A retomada da agenda de reformas, aliada à estabilidade política, pode alterar esse cenário.

Precisamos oferecer alternativas aos mais alijados do mercado de trabalho. Compete ao Congresso e o governo federal manterem-se mobilizados para amparar os mais carentes, oferecendo outro programa social de renda ou até mesmo prorrogando o auxílio emergencial.

É preciso não esmorecer nos esforços para manter as empresas em funcionamento, para que empregos e renda sejam efetivamente garantidos. A Reforma Tributária surge como um caminho mais sólido para trazer de volta a confiança das empresas e injetar novo ânimo nos negócios. Estamos todos empenhados para que a mudança no sistema tributário seja votada ainda neste segundo semestre na Câmara dos Deputados.

Mas não pode ser uma reforma pequena, que se torne uma mera mudança de carga setorial. A retomada da economia, com geração de emprego e renda, exige um sistema tributário menos complexo e menos burocrático, que reduza a pesada carga de impostos paga por todos, que traga mais competitividade ao nosso produto no Exterior e que permita mais dinheiro na mão do trabalhador.

Feito isso, dá pra ver a luz no fim no túnel e sair do escuro econômico!Feito isso, dá pra ver a luz no fim no túnel e sair do escuro econômico!Feito isso, dá pra ver a luz no fim no túnel e sair do escuro econômico!

Renata Abreu é presidente nacional do Podemos e deputada federal por São Paulo


Acidente deixa 8 mortos e mais de 20 feridos na BR-277, no Paraná


Um engavetamento envolvendo mais de 20 veículos deixou oito pessoas mortas e 23 feridos na BR-277, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. Uma queimada atrapalhou a visão de vários motoristas

Acidente envolve 20 veículos em São José dos Pinhais, no Paraná
Acidente envolve 20 veículos em São José dos Pinhais, no Paraná (Foto: Reprodução (Globo))

Um engavetamento entre 22 veículos deixou oito pessoas mortas e pelo menos 23 feridas por volta das 22h30 de domingo (2), na BR-277, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. A informação foi confirmada pelos bombeiros e pela Polícia Rodoviária Federal (PRF)

Sete vítimas morreram no local e uma delas morreu posteriormente, no Hospital Cajuru.

Uma queimada atrapalhou a visão de vários motoristas. A informação foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros.

Segundo o Coronel Prestes, que participou do atendimento às vítimas, o acidente envolveu 15 carros, cinco motocicletas, um carro da polícia militar e um caminhão.


  UFRB seleciona tutores para curso de Formação Docente em Tecnologias Digitais


 

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) abre seleção de tutores para atuarem temporariamente na Educação a Distância. O processo seletivo visa a formação de cadastro de reserva para atuação de tutores EaD no curso de Formação Docente em Tecnologias Digitais.

A inscrição deverá ser feita até o dia 05 de agosto próximo, na página de concursos da UFRB. O processo seletivo em questão não gera qualquer vínculo empregatício com a UFRB, seja ele de natureza estatutária ou celetista, sendo de caráter temporário na qualidade de bolsista e podendo ser rompido a qualquer tempo.

O tutor deverá cumprir dez horas semanais de atividades realizadas a distância junto à coordenação do curso. O valor da bolsa é de R$ 765,00 (setecentos e sessenta e cinco reais), concedido para atuação em atividades típicas de tutoria.

Dúvidas e informações sobre a seleção deverão ser obtidas exclusivamente pelo e-mail: selecaotutoriaead@progep.ufrb.edu.br.

Confira o Edital Tutoria EAD Nº 01/2020 e a Retificação Nº 01.

Mais informações no site de concursos da UFRB.


Brasil zera fila de tratamento de hepatites virais e garante estoque até 2021


Ministério da Saúde divulga dados inéditos de hepatites virais no país, com destaque para Hepatite C, que apresentou queda na taxa de mortalidade e no número de óbitos

No Dia Mundial de Combate às Hepatites Virais (28/7), o Brasil comemora avanços nas ações para eliminação das hepatites virais até 2030. O Ministério da Saúde reestruturou o modelo de aquisição, programação e distribuição dos medicamentos para hepatites virais em agosto de 2019 e agora se prepara para reestruturar o modelo de dispensação. O resultado é o fim da espera dos medicamentos pelos pacientes. Foram adquiridos 50 mil tratamentos para hepatite C em março deste ano para garantir o abastecimento da rede por, no mínimo, um ano, bem como há estoques dos medicamentos para hepatite B que devem abastecer a rede até o primeiro trimestre de 2021.

O Ministério da Saúde distribuiu 54.710 tratamentos para hepatite C entre 2019 e junho de 2020. Como isso, ultrapassou-se a marca de mais de 125 mil pessoas tratadas com os novos antivirais de ação direta (DAA), que curam mais de 95% dessas infecções. “O envio dos medicamentos deixou de ser realizado trimestralmente e passou a ser feito mensalmente, permitindo maior agilidade para atendimento dos pacientes. Com maior controle também é possível o envio do estoque de segurança, que corresponde a 20% do consumo apresentado pelos estados”, destacou Arnaldo Correia.

Segundo o diretor Gerson Pereira, apesar do cenário da pandemia da Covid-19, esse foi um ano importante para o combate às hepatites virias. “Garantimos o abastecimento de medicamentos para as hepatites e conseguimos desburocratizar o tratamento desses pacientes, porque quem precisa de medicamento tem pressa”, ressaltou.

As distribuições de medicamentos, bem como o número de pacientes efetivamente tratados para as hepatites B e C podem ser acompanhados por meio do Painel Informativo sobre tratamento das hepatites virais, lançado este ano e que confere maior transparência às informações.


Detran-BA libera aulas e exames práticos para primeira habilitação


O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-BA) publicou, neste sábado (1°), a portaria que regulamenta a retomada das aulas e exames práticos de direção, com protocolos de segurança sanitária validados pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab). As autoescolas credenciadas ao Detran-BA aguardavam a liberação do órgão para a volta das atividades, que recomeçam no dia 10 de agosto, com distanciamento, uso de máscaras e álcool em gel e a proibição de acompanhantes, nos espaços onde são realizadas as avaliações dos candidatos.

Para habilitação categoria A (motos), o aluno deverá usar o próprio capacete. Está proibido o compartilhamento de capacetes das autoescolas. Antes de qualquer atividade e a cada troca de candidato, é obrigatória a higienização da motocicleta.

Para habilitação categoria B (carros), está prevista a desinfecção do veículo, antes da partida. Durante as aulas e provas práticas, as janelas do carro deverão permanecer abertas. Se for necessário, o ar condicionado poderá ser usado, desde que o filtro do equipamento esteja limpo. A cada troca de aluno, o interior do veículo deverá ser higienizado.

As autoescolas que não cumprirem as regras estarão sujeitas às punições previstas na legislação. Os estabelecimentos poderão sofrer advertência, suspensão das atividades e até cassação do credenciamento.