Professor titular de Harvard fará palestra na Associação Comercial da Bahia

Ele foi diretor geral do IPEA e por duas vezes ministro-chefe da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência Foto: Reprodução/GGN   Único latino-americano catedrático na Universidade de Havard, o professor Roberto Mangabeira Unger dará palestra no próximo dia 31 de maio, a partir das 17 horas, na Associação Comercial da Bahia (Comércio). O evento é uma … Leia Mais


Um bando de malucos à solta….

O governo Bolsonaro está fazendo água por todos os lados. Consequência do golpe parlamentar que destituiu a presidenta Dilma e da prisão absurda e ilegal de Lula, chegou ao poder sem nenhum projeto político-administrativo para o Brasil, substituindo esta necessidade real por inventivas guerras ideológicas e uma profusão de desbaratados factoides midiáticos. Mas, as poderosas … Leia Mais




Prof. Cori cobra investimentos para fomentar a economia da Zona Rural


Imagem Prof. Cori cobra investimentos para fomentar a economia da Zona Rural

Durante a Sessão Especial desta quarta-feira, 22, o vereador Prof. Cori (PT) iniciou sua fala afirmando que o cenário atual de decisões do governo, impede qualquer comemoração por parte do trabalhador rural.

O parlamentar salientou que a feira livre do distrito de Bate-Pé já foi mais movimentada e gerava muito lucro aos comerciantes, mas hoje está parada, com pouquíssimas barracas funcionando e em crise.

Cori afirmou que o governo tem que assumir o papel de investidor no setor público-privado e indutor da economia e que a estrutura de geração de renda para os trabalhadores rurais deve ser mantida.

Segundo o parlamentar, quando o governo corta 30% do Bolsa Família e rejeita os pedidos de aposentadoria da Zona Rural faz com que a economia dessas localidades quebre, e afirmou que faltam políticas públicas de orientação para a produção e a educação, além de mais investimentos para desenvolver a economia local. Afirmou que não há políticas públicas nos governos federal, estadual e municipal.

O vereador criticou que medidas pequenas são discutidas, enquanto a fomentação da economia das localidades rurais não recebe a devida importância e, por fim, criticou a reforma trabalhista do governo Temer e afirmou que se caso a Reforma da Previdência do governo Bolsonaro for aprovada, mais de 3.500 municípios brasileiros vão ser prejudicados.

Sindicato dos Rodoviários: Chapa inscrita recorrerá à Justiça para manter eleição


O jurídico do Sindicato dos Rodoviários de Vitória da Conquista e Região – SINTRAVC está entrando com um mandado de segurança para suspender a liminar da 2ª Vara do Trabalho que determinou o cancelamento da eleição do Sindicato, que aconteceria amanhã(23). A decisão da Justiça ocorreu após um grupo de oposição alegar irregularidades no processo eleitoral. O presidente do Sintravc, Álvaro Souza, afirma que as alegações são improcedentes.

Álvaro concorre ao seu terceiro mandato consecutivo como presidente

Além de questionar os prazos eleitorais e a divulgação para a inscrição, a oposição apontou que única chapa inscrita “Força, Luta e Transparência”, comanda pelo atual presidente do Sindicato, Álvaro Souza, tinha apenas 28 membros, sendo que o mínimo exigido pelo Estatuto são 58 filiados.

No entanto, o Sintravc garante que a fundamentação da oposição foi totalmente diversa da realidade dos fatos e a Justiça foi induzida ao erro. ” Houve litigância de má-fé no pedido feito pela oposição, que utilizou o nome de um ex-rodoviário que agora está vendendo gás e não tem nada a ver com rodoviários”, diz a nota do Sindicato.

Em entrevista ao Programa Brasil Notícias, na Brasil FM, Álvaro Souza afirmou que a sua chapa cumpriu todas as exigência do estatuto, e ao contrário do que alega a oposição, tem 66 membros inscritos. O presidente tenta garantir que a eleição aconteça amanhã (23).


Jesus, Reformista ou Revolucionário


Padre Carlos

Belo Horizonte nas décadas de oitenta e noventa, era o grande centro teológico da América Latina. Para esta cidade, os bispos e provinciais de muitas congregações religiosas, enviavam seus estudantes para os diversos institutos teológicos que havia naquela cidade.
Esta oportunidade de estudar no olho do furação teológico, me proporcionou a conhecer grandes mestres desta área, foram eles que pregaram em meu peito o amor pelos estudos dos textos bíblicos e pelas pesquisas que diz respeito a estes no decorrer do tempo e da história.
Quando nos propomos a escrever sobre o Jesus histórico, tínhamos consciência que teríamos que nos apropriar da hermenêutica para entender o campo de estudo relacionado à forma como interpretamos a Bíblia. E da exegese para a interpretação real da Bíblia ao extrair o significado do texto bíblico.
O nosso objeto de estudo é entender como um simples carpinteiro das baixas colinas da Galileia passou a ser visto como uma ameaça ao sistema estabelecido, como um problema social e religioso a ser combatido. Não podemos esquecer sua visita ao templo e a expulsão dos comerciantes do local, foram estes comportamentos que foram considerados atos terroristas, crimes gravíssimos e uma afronta aos sacerdotes líderes do povo Judeu rebelando assim, contra o status quo daquela elite.
A passagem de Jesus pelos territórios da Judeia, Samaria e na Galileia, curando aleijados, dando de comer aos pobres, ensinando pessoas a dividir o pão e afrontando cobradores de impostos, levaram o sistema a considerar Jesus Cristo como um vírus que cada vez mais infectava pessoas e as rebelavam afrontando assim todo o sistema, um verdadeiro revolucionário e alvo da mais pesada penas da justiça da sua época.
O que pensavam os judeus do século 1º d.C. a respeito do galileu que falava e agia com autoridade? Acreditava que se tratava do Messias, o descendente do rei Davi cujo trabalho seria derrotar os inimigos de Israel e implantar o Reino de Deus na Terra. Acredito que essa era a visão que Jesus teve inicialmente sobre si mesmo. Só com o tempo ele vai tomando consciência da sua missão. Quando abordamos este assunto, não podemos enveredar em um discurso da cultura cristã e sim no tema do judaísmo de veia revolucionária que existia no século 1º d.C., do qual para a comunidade Jesus era um representante. Desta forma, não podemos esquecer que estamos abordando aqui a “busca pelo Jesus histórico”. O problema do pesquisador é que, fora do Novo Testamento, não há quase nenhum vestígio do homem que iria alterar de modo permanente o curso da história humana. A referência não bíblica mais antiga e mais confiável de Jesus é do historiador judeu Flávio Josefo, do século I (morto em 100 d.C.).
Assim, voltando aos acontecimentos que antecederam sua prisão e condenação, não poderíamos deixar de lembrar ao leitor, que o templo de Israel, naquela época, era o centro administrativo, religioso e político do povo Judeu, lá os sacerdotes que comandavam as leis e que detinham poder político sobre o povo de Israel se alocavam e realizavam suas atividades, era o centro de cobrança de impostos e sede do governo. Foi nesse espaço que, num acesso de raiva, Jesus Cristo derruba as mesas dos cambistas e expulsa os vendedores de comida barata e souvenirs. Solta as ovelhas e o gado prontos para serem vendidos para sacrifício e abre as gaiolas de pombos, colocando as aves em fuga. (mais…)


Nova etapa do recadastramento biométrico dos eleitores começa em todo país


Segundo as metas estabelecidas pelo Tribunal Superior Eleitoral, até 2022, 100% dos eleitores devem fazer o cadastramento

Foto: Agência Brasil

A Justiça Eleitoral começou a nova etapa do recadastramento biométrico dos eleitores em todo o país. No total, mais de 750 municípios poderão fazer este recadastramento até o fim do ano.

Se você ainda não fez, é importante ficar atento com o cronograma da sua cidade. Para isso, você deve acessar o site tse.jus.br, ir no link “Eleitor e Eleições”, clicar na aba “Biometria” e em seguida em “Acompanhamentos”. Lá você deve acessar a “Revisão biométrica 2019/2020”, onde será possível ver até quando você poderá fazer este recadastramento.

Lembrando que para se cadastrar, basta ir ao cartório eleitoral mais próximo da sua casa, e levar um documento com foto, ou seja, a carteira de identidade ou de motorista, além de um comprovante de residência.

Segundo as metas estabelecidas pelo Tribunal Superior Eleitoral, até 2022, 100% dos eleitores devem fazer este cadastramento, que trará mais segurança e mais agilidade para as eleições.

Cintia Moreira

Com 3 anos de formação, Cintia sempre optou pelo radiojornalismo. Em uma de suas experiências profissionais ganhou um prêmio jornalístico e jura que não tem pautas de preferência. Sua única preferência é que tenham pautas.

55 anos da Orquestra Filarmônica Maestro Vasconcelos será comemorada na Câmara


Imagem 55 anos da Orquestra Filarmônica Maestro Vasconcelos será comemorada na Câmara

Os 55 anos da Orquestra Filarmônica Maestro Vasconcelos, será comemorado na Casa do Povo no próximo dia 23 de maio, quinta-feira, a partir das 14h, através de uma audiência pública proposta pelo vereador Valdemir Dias (PT).

A Orquestra é mantida pela Prefeitura de Vitória da Conquista, com a finalidade alfabetizar e aprimorar a cultura intelectual. Foi fundada em 10 de setembro 1963 por iniciativa do Lions Clube, na época presidido por Fernando Dantas. A primeira diretoria era composta por grandes nomes conquistenses, dentre eles o Senhor Gil Passos Moreira, diretoria essa que adquiriu uma casa na rua 10 de novembro que servia de sede da Filarmônica, e era também uma escola de alfabetização e música para os filhos dos músicos, que posteriormente substituíram seus pais.

A Casa do Povo estará aberta para que, não só músicos e componentes da Filarmônica participem, mas toda a população conquistense.


Direitos e deveres do trabalhador rural serão discutidos na Câmara


 

A Casa do Povo abordará, durante a sessão especial desta quarta-feira, 22, o dia do trabalhador e da trabalhadora rural. O objetivo é esclarecer, principalmente para o público-alvo, seus direitos e ressaltar as lutas e conquistas desse povo.

No evento serão discutidas, entre outras coisas, a proposta da reforma da presidência e seus impactos para o trabalhador do campo, além de propor ações de melhorias para a vida e para o dia a dia de cada um deles.

A sessão mista é uma iniciativa do mandato da vereadora Nildma Ribeiro (PCdoB). A Casa do Povo estará aberta para que autoridades, especialistas e toda a comunidade esteja discutindo o tema.


“Vitrine” discute processo de envelhecimento da população


Como estamos envelhecendo? Entendendo que há uma mudança geracional na forma da sociedade lidar com o envelhecimento da sua população, o penúltimo episódio da segunda temporada do Programa Vitrine conversa sobre essas questões. A convidada para o bate-papo é a professora Alba Benemérita Alves Vilela, do Departamento de Saúde 2 da Uesb.

Na entrevista, a docente revela como o idoso é visto socialmente e a própria concepção do idoso no século 21. Alba destaca ainda pesquisas que vêm sendo desenvolvidas, tanto na Uesb, sobretudo com o Programa de Pós-Graduação em Enfermagem e Saúde, como em outras universidades do Brasil.

“A gente acha que a gente não vai envelhecer, que a gente vai ser sempre bonito, simpático e atraente. O jovem de hoje, em sua maioria, diante de tanta diversidade que ele tem na sociedade, ele tem se visto pouco no processo de envelhecimento”, observa Alba.

Confira abaixo a entrevista na íntegra:

https://www.youtube.com/watch?v=aFSKji7FGEc