Bahia busca novos investimentos alemães em encontro internacional

Encontro Econômico Brasil-Alemanha ocorre na capital do Rio Grande do Norte Com oito grandes empreendimentos alemães implantados na Bahia que, juntos, geram 2,3 mil empregos e somam cerca de R$ 4 bilhões em investimentos, o Governo do Estado participa do Encontro Econômico Brasil-Alemanha (EEBA-2019), para ampliar o fluxo de negócios com investidores do país europeu, … Leia Mais


Brasil começa importação de uva e alho do Egito

E mais: comissão brasileira tenta abrir mercado na Arábia Saudita, Kuwait e Emirados Árabes Em um movimento comercial, o Brasil começou a importação de uva e alho vindos do Egito. Essa decisão vem após o país árabe abrir o mercado deles para a importação de produtos lácteos brasileiros. “Essa decisão foi anunciada pela ministra da … Leia Mais




Cordeiros, Mirante e Ribeirão do Largo entram no PAA alimentos

Os municípios de Cordeiros, Mirante e Ribeirão do Largo foram incluídos no Programa PAA alimentos, por solicitação dos deputados Waldenor Pereira (federal) e Zé Raimundo (estadual), segundo informou a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS). A iniciativa visa contribuir para o combate a fome e a desnutrição infantil e fortalece … Leia Mais


Greve faz Correios suspender serviços com hora marcada no país



Trabalhadores dos Correios em greve, em Belo Horizonte — Foto: Gabi Coelho/G1Trabalhadores dos Correios em greve, em Belo Horizonte — Foto: Gabi Coelho/G1

Trabalhadores dos Correios em greve, em Belo Horizonte — Foto: Gabi Coelho/G1

Os Correios decidiram suspender temporariamente as postagens de serviços com hora marcada (Sedex 10, Sedex 12, Sedex Hoje) por causa da greve dos funcionários da empresa iniciada na quarta-feira (11).

Apesar da suspensão de parte dos serviços, os Correios afirmam que a rede de atendimento está aberta em todo o país e que serviços como “SEDEX e PAC continuam sendo postados e entregues em todos os municípios”. Para mais informações, os clientes podem entrar em contato pelo telefone 0800 725 0100.

A estatal informou ainda que já colocou em prática o chamado “Plano de Continuidade de Negócios “para minimizar os impactos da paralisação de funcionários à população. “Medidas como o deslocamento de empregados administrativos para auxiliar na operação, remanejamento de veículos e a realização de mutirões estão sendo adotadas”, disse a empresa.

Os funcionários dos Correios entraram em greve geral por tempo indeterminado. Segundo a Federação Interestadual dos Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras dos Correios (Findect) e a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), que todos os 36 sindicatos de trabalhadores dos Correios aderiram à greve por tempo indeterminado.

A direção dos Correios ingressou ainda na quarta-feira com ação de dissídio coletivo no Tribunal Superior do Trabalho (TST). A audiência de conciliação está marcada para esta esta quinta-feira, às 13h30, em Brasília.T.

Razões da greve

A categoria pede reposição da inflação do período e é contra a privatização da estatal, que foi incluída no mês passado no programa de privatizações do governo Bolsonaro.

Os trabalhadores querem também a reconsideração quanto a retirada de pais e mães do plano de saúde, melhores condições de trabalho e outros benefícios.

O que diz a empresa

(mais…)


Codevasf participa de audiência sobre o Projeto Público de Irrigação do Iuiú, na Câmara dos Deputados


A Codevasf participou nesta terça-feira (10), na Câmara dos Deputados, de audiência pública da Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia. O encontro promoveu diálogo sobre potencialidades, desafios e ações de implantação do Projeto Público de Irrigação do Iuiú, localizado na região do Médio São Francisco – especificamente em áreas dos municípios de Iuiú, Malhada e Sebastião das Laranjeiras, no sudeste do estado da Bahia.

O empreendimento foi apresentado na audiência pelo diretor da Área de Desenvolvimento Integrado e Infraestrutura da Codevasf, Sérgio Costa. “O Projeto de Irrigação do Iuiú tem diversas potencialidades agrícolas”, disse. “O tomate industrial e o feijão são culturas que podem alavancar [a produção]. No final do plano é possível chegar a uma produção bruta no Iuiú de R$ 712 milhões, ou seja: com todos os lotes ocupados e produzindo, é possível chegar a R$ 712 milhões de produção por ano”, explicou.

A Codevasf concluiu recentemente a atualização do estudo de viabilidade técnica, econômica e ambiental do projeto de irrigação. Entre as potencialidades agrícolas do projeto estão as culturas de frutas como abacaxi, banana, mamão, maracujá, goiaba, limão e manga, e de itens como cebola, cenoura e pimentão. Estimativas indicam que a produção do projeto permitirá a geração de 25,5 mil empregos diretos e 38 mil empregos indiretos.

Estudos preliminares apontaram área útil de 88 mil hectares, com dois sistemas hidráulicos, denominados Iuiú Sul, com 30 mil hectares, e Iuiú Norte, com 58 mil hectares. Houve previsão de implantação de 1.859 lotes agrícolas para irrigação no projeto: 1.231 lotes de seis hectares, para pequenos produtores; 628 lotes de entre 20 e 50 hectares, para produção empresarial; e 160 lotes de 20 hectares, para assentamentos do Incra. (mais…)


Vitória da Conquista sedia Encontro de Revendedores de Combustíveis


Evento acontece no dia 13 e faz parte do Ciclo de Encontros Regionais 2019 para discutir o segmento

O Encontro de Revendedores de Combustíveis de Vitória da Conquista e Região vai discutir questões relevantes do segmento, como Verticalização, Self Service e venda direta para posto, palestra que será realizada pelo presidente do Sindicombustíveis Bahia, Walter Tannus Freitas. O evento, que acontece no dia 13 (sexta-feira), a partir das 8h, na Pousada Conquista Resort Spa, faz parte do Ciclo de Encontros Regionais 2019 e tem como objetivo preparar o revendedor para enfrentar os constantes desafios do negócio.

Outros assuntos atuais que serão discutidos são: Planejamento Sucessório e Proteção Patrimonial; MTE, Terceirização e Convenção Coletiva: problemas e cuidados trabalhistas e o que fazer para prevenir as autuações. O ponto alto do encontro é o debate sobre Fiscalização – dia a dia do Revendedor, que tem a participação dos órgãos fiscalizadores, tornando-se um momento para esclarecer dúvidas diretamente com quem fiscaliza. Além disso, o consultor organizacional e coach Túlio Gadelha vai falar sobre as Transformações no varejo de combustíveis – Incertezas e caminhos possíveis.

Na conversa com o coach Gadelha, ele vai abordar a precocidade do envelhecimento da aprendizagem frente à velocidade de produção de conhecimento; sobre o panorama econômico brasileiros e baiano; highlights do varejo de combustível; novos players; o comportamento do novo consumidor frente a preço e entrega de produto e o papel do empresário. (mais…)


IBGE: São Desidério (BA) é o maior município agrícola do país em 2018


A publicação Produção Agrícola Municipal 2018 (PAM 2018), divulgada hoje (5) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), aponta que o município que mais se destacou no país no ano de 2018 em termos de valor de produção foi São Desidério, na Bahia, beneficiado pelas condições climáticas favoráveis da região. De acordo com o IBGE, o valor de produção é o mesmo que valor bruto de produção. Eles pegam o chamado “preço de porteira”, que é o preço livre de fretes e impostos, e multiplicam pelo total produzido. O resultado é o valor de produção. A cidade baiana teve R$ 3,6 bilhões em valor de produção, aumento de 54,4% em comparação com 2017. A principal cultura local é a soja, com 1,6 milhão de toneladas e valor de produção de R$ 1,8 bilhão.

O gerente de Agricultura do IBGE, engenheiro agrônomo Carlos Alfredo, destacou em entrevista à Agência Brasil que São Desidério também é grande produtor de milho e de algodão herbáceo, tendo produzido 513,3 mil toneladas de algodão herbáceo (+75,4%), com valor de produção de R$ 1,5 bilhão; e 558,1 mil toneladas de milho (+45%), com valor de produção de R$ 281,7 milhões. Alfredo lembrou que o algodão é um produto que tem alto valor agregado. Isso fez com que o município, somando todas as culturas, se destacasse como o primeiro do Brasil.

A cidade não sofreu os efeitos das condições climáticas desfavoráveis para a produção de milho, como ocorreu em outras regiões. “Em São Desidério, eles não tiveram problemas com seca”. São Desidério desbancou o município mato-grossense de Sorriso, que caiu da primeira colocação para a terceira no ‘ranking’ das maiores economias agrícolas brasileiras, com valor de produção de R$ 3,3 bilhões (alta de 0,7% sobre 2017). O principal produto também é a soja, com 2,2 milhões de toneladas e valor de produção de R$ 2 bilhões.

Agência Brasil

 


Valor das aposentadorias deve cair de 20% a 30% se reforma for aprovada


Parlamentares e especialistas pedem mais mobilização contra a reforma da Previdência, que vai atacar o bolso de 200 milhões de brasileiros, estima o senador Paulo Paim

GERALDO MAGELA / AGÊNCIA SENADO

Os senadores Paulo Rocha (e) e Paim (d): “Eu tenho dito que essa votação da reforma da Previdência é a votação das nossas vidas, essa de fato vai atingir no mínimo 200 milhões de brasileiros”

São Paulo – Quem está em dúvida, e ainda não decidiu se apoia ou não a reforma da Previdência, deve considerar esta questão: a reforma, em tramitação no Senado, vai cortar de 20% a 30% do valor das aposentadorias, se comparada à forma de cálculo atual. A advertência foi feita hoje (3) pelo especialista em direito previdenciário Diego Monteiro Cherulli, ao participar da última audiência pública sobre a reforma da Previdência (PEC 6/2019) antes da votação do relatório preliminar da proposta na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que deve ser realizada nesta quarta-feira (4).

“Hoje o benefício previdenciário é calculado pela média dos 80% maiores salários de contribuição. O cálculo da média, que era dos 80%, foi alterado para a média de 100% dos salários. Só nessa alteração há uma perda de 20% a 30% do valor do benefício”, destacou o especialista. Essa perda ocorre porque, com a média dos 80% atualmente vigente, o contribuinte pode desprezar os menores salários de contribuição, e assim alçar um valor um pouco mais alto para a aposentadoria.

O senador Paulo Paim (PT-RS) disse que a reforma vai prejudicar no mínimo 200 milhões de brasileiros. “Eu tenho dito que essa votação da reforma da Previdência é a votação das nossas vidas, essa de fato vai atingir no mínimo 200 milhões de brasileiros. Os outros dez milhões, que são os super ricos, esses não estão preocupados. Mas o Brasil, como é o país de maior concentração de renda do mundo, vai ter impacto negativo com essa reforma”, disse Paim.

A oposição se articula pela derrubada da PEC. Os senadores Zenaide Maia (Pros-RN), Jaques Wagner (PT-BA) e Rogério Carvalho (PT-SE) também criticaram a proposta em análise no Senado por entenderem que terá efeito negativo na área social, especialmente para os mais pobres. A proposta recebeu 394 emendas, em sua grande maioria da oposição.

Zenaide Maia alertou que a reforma vai destruir a economia dos pequenos municípios. “Ninguém pode acreditar que uma reforma da Previdência gera emprego. O que ela faz é tirar mais de um R$ 1 trilhão da economia; vai terminar de falir os pequenos e médios municípios”, afirmou.

O senador Jaques Wagner pediu mais mobilização nas ruas contra a reforma. “A nossa batalha aqui pesa muito pouco se a batalha na rua, se a batalha nos estados não estiver sendo construída”, alertou.

Já o senador Rogério Carvalho (PT-SE) lembrou da inconstitucionalidade na aprovação da reforma. “Essa reforma entra em vigor imediatamente com consequências que serão o empobrecimento da população ou de um grupo populacional de grande vulnerabilidade, que são os mais idosos.”

(mais…)


ENERGIA SOLAR- Bahia pode crescer 92% em potência instalada no mercado de geração distribuída


Produzir a própria energia elétrica a partir de fontes renováveis e fornecer o excedente para a rede de distribuição são realidades possíveis nos dias de hoje. A fonte solar fotovoltaica foi o grande responsável pelo crescimento exponencial da geração distribuída (GD) no país, por ser um sistema de fácil instalação, vida útil longa e maior viabilidade financeira. De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), a Bahia tem 177 megawatt (MW) de potência instalável neste setor energético e a possibilidade de crescimento do estado é de 92%.

A Bahia conta, atualmente, com 14,75 MW em potência instalada, o que corresponde a 1.305 unidades geradoras (imóveis que têm placas instaladas) e 1.576 unidades que recebem créditos. Cerca de 32% das unidades geradoras estão localizadas em Salvador, Lauro de Freitas e Camaçari. Entretanto, 27% da potência instalada está em Alagoinhas e Salvador. As informações constam no Informe Executivo de Energias Renováveis, do mês de agosto, divulgado nesta semana pela SDE.

O investimento em geração distribuída é de baixo impacto ambiental, auxilia na redução do carregamento das redes e diversifica a matriz energética. “Nós temos o melhor potencial solar do país e já somos líderes na geração centralizada de energia solar fotovoltaica. A intenção é trabalhar uma nova frente e criar uma política de desenvolvimento do setor de micro e minigeração, que alcance especialmente os principais polos do interior”, afirma João Leão, vice-governador e secretário da pasta.

Para viabilizar o crescimento baiano no setor de GD, a SDE montou um grupo de governança, com representantes do setor privado e o Sebrae, para alavancar a exploração da micro e minigeração de energia solar. A intenção é atrair uma indústria de componentes para o estado.

“Acredito que o grupo de governança terá um papel fundamental no fomento desse novo mercado e da tecnologia para atração de novos negócios. Temos municípios que não têm nenhuma instalação fotovoltaica na Bahia e muitas pessoas que sequer conseguem entender como funciona a geração distribuída. Em uma segunda fase, pretendemos promover o estímulo de uma cadeia de produtos para que tenhamos a fabricação no estado. O mercado de GD tem um futuro brilhante”, afirma Daniel Kunz, da Associação Baiana de Energia Solar e diretor regional da Associação Brasileira de Geração Distribuída (ABGD).

Segundo Laís Maciel Lafuente, diretora de Interiorização do Desenvolvimento da SDE, a intenção da política é atingir todo o território baiano: “Percebemos que é preciso fazer chegar ao interior uma maior divulgação sobre o mercado solar fotovoltaico. Com ela, a tendência é a demanda crescer. A ideia é estabelecer parcerias com instituições de ensino espalhados pelo estado para formar profissionais nesse mercado e termos mão de obra adequada. Nosso objetivo é gerar demanda suficiente de projetos para atrairmos fábricas de componentes para equipamento solar”. (mais…)


Feira de Agricultura Familiar em Caculé reúne expositores e produtores de toda a região


A II FEAF – Feira de Agricultura Familiar da Serra Geral e Festival de Cultura Baiana reuniu mais de quatro mil agricultores familiares de toda a região em Caculé nestes sábado (31) e domingo (1º). Participantes da cidade e dos municípios de Ibiassucê, Caetité, Rio do Antônio, Guajeru, Licínio de Almeida, Mortugaba, Jacaraci, Presidente Jânio Quadros, Malhada de Pedra, Pindaí, Candiba, Palmas de Monte Alto, Iuiú, Riacho de Santana, Guanambi, Tremedal, Piripá, Lagoa Real e Brumadoque expuseram seus produtos, receberam contribuições tecnológicas e mudas e participaram de palestras na área de produção de orgânicos, gestão e contabilidade de cooperativas e melhoramento genético animal.

Os deputados Waldenor Pereira (federal) e Zé Raimundo (estadual) participaram da abertura do evento ao lado de outras autoridades locais e regionais, como o diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), Wilson Dias, do presidente da Cooperativa de Assessoria Técnica e Educacional para o Desenvolvimento da Agricultura familiar (Cootraf), Edgar Filho, do coordenador da Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar no Estado da Bahia (Fetraf), Rosival Leite, do superintendente da Agricultura Familiar (Suaf), Ademilson da Rocha (Tiziu), da presidente da União das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Unicafes-BA), Regina Dantas, além de vereadores, prefeitos e ex-prefeitos da região.

A FEAF é uma realização da Cootraf, com o apoio do Governo do Estado e de outras instituições públicas e privadas e organizações da sociedade civil e este ano teve como tema “Convivendo com o Semiárido e Gerando Sustentabilidade”.

Durante a abertura oficial foram entregues 250 mil mudas de palma e 20 mil mudas frutíferas e essência florestais, além de equipamentos como um tanque Pipa, uma máquina forrageira, um microtrator e um kit de apicultura que beneficiará centenas de agricultores familiares da coordenação de agricultura familiar. (mais…)