UESB emite nota sobre implantação da Policlínica Regional de Saúde em Conquista e em defesa da professora Monalisa Barros

por Reitoria Nestes últimos dias, diferentes meios de comunicação deram destaque a uma fala do prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Pereira Gusmão, em que o mesmo se refere, de forma negativa, em geral, ao processo de implantação de uma Policlínica Regional de Saúde, mediante consórcio interfederativo envolvendo o Governo do Estado e diferentes municípios … Leia Mais


Vereadores elegem nova Mesa Diretora da Câmara Municipal


Imagem Vereadores elegem nova Mesa Diretora da Câmara Municipal

Os vereadores da Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC) elegeram a nova Mesa Diretora do Poder Legislativo Municipal, nesta sexta-feira, 21. A eleição em escrutínio secreto, que ocorreu com chapa única, conduziu, com 20 votos a favor, o vereador Luciano Gomes à Presidência da Casa, cargo que o edil deverá exercer de 2019 a 2020.

Confira a composição completa da Mesa Diretora para o biênio 2019-2020:
Presidente: Luciano Gomes (PR)
1º Vice-presidente: Gilmar Ferraz (MDB)
2ª Vice-presidente: Nildma Ribeiro (PCdoB)
1º Secretário: Valdemir Dias (PT)

2º Secretário: Cícero Custódio (PSL)

Após a contagem dos votos, o presidente eleito da nova Mesa Diretora da Casa, Luciano Gomes (PT) destacou que a nova formação da mesa atende à representatividade das cadeiras do Legislativo. “Nós conseguimos construir uma chapa com grande representatividade”, disse ele ressaltando a presença feminina, e de quase todos os partidos com mandatos no Legislativo Municipal. “Serão 21 vereadores representando a população de Vitória da Conquista”, assegurou Gomes. (mais…)


Câmara Municipal homenageia Carlos Jehovah em audiência pública


 

 

Na noite desta segunda-feira, a Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC) realizou uma audiência pública em homenagem ao poeta, escritor e teatrólogo conquistense Carlos Jehovah. A homenagem é fruto da iniciativa dos mandatos dos vereadores Professor Cori (PT) e Fernando Jacaré (PT).

Foi uma noite dedicada à arte, com apresentações musicais, de teatro e declamação de poesia. A audiência pública celebrou a trajetória de Carlos Jehovah, escritor, poeta, teatrólogo e incentivador cultural. Fundador e diretor do Grupo de Teatro Avante Época, Casa da Cultura e outras entidades culturais de Vitória da Conquista, Carlos Jehovah Brito Leite tem um papel de destaque no panteão dos imortais acadêmicos brasileiros, seja pelo seu legado como encenador, diretor, dramaturgo, memorialista ou escritor, como foi consagrado, especialmente por sua obra em parceria com Esechias Lima, Auto da Gamela (obra de 1980, prefaciada pela escritora Raquel de Queiroz e bem recebida em vários locais do Brasil) e mais quase uma dezena de outros livros publicados.

Durante o evento, foi exibido um vídeo sobre o homenageado. A produção é assinada pela turma do segundo semestre do curso de Jornalismo da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia.

O diretor geral da FAINOR, Edgard Larry, gravou um vídeo em homenagem a Jehovah. No vídeo, explicou que não pôde participar da audiência porque está em Brasília, onde receberá uma premiação pela FAINOR.

O vereador Professor Cori (PT) defendeu uma maior vinculação da educação à cultura. Para ele, Vitória da Conquista necessita valorizar os artistas. Ele acredita que é preciso criar estratégias de incentivo a partir do orçamento municipal, uma forma também de estimular a produção cultural.

A vice-presidente da Casa da Cultura e membro da Academia Conquistense de Letras, Poliana Policarpo, apontou que o homenageado é uma figura que se destaca pelo amor universal. “Este é Carlos Jehovah. Um ser que para mim representa o que se chama de amor universal, o amor fraterno, como o de uma filha para um pai”, disse ela. (mais…)


Aeroporto de Vitória da Conquista: investimentos chegam aos R$ 150 milhões; a metade foi do Governo do Estado da Bahia


Fotos: BLOG DO ANDERSON

Muito tem se falado sobre o Aeroporto Glauber Rocha que está prestes a ser inaugurado. De acordo com Denisson de Oliveira, Diretor de Terminais e Aeroportos da Secretaria de Infraestrutura do Estado da Bahia (SEINFRA), o projeto custou R$ 150 milhões, sendo a metade dos cofres do Governo do Estado da Bahia e a outra da Secretaria de Aviação Civil. “O Governo Federal participou com exatamente a metade desse valor de R$ 150 milhões, e os outros R$ 75 milhões foram do Estado. O Estado da Bahia investiu muito também aqui e trabalhou muito para realização, concretização desse equipamento aeroportuário”, afirmou Denisson ao blog do anderson. A expectativa é que as obras sejam concluídas até o final do ano. Para o prefeito de Vitória da Conquista, Sr. Pereira Gusmão, é preciso contar mentiras à população na tentativa de descaracterizar  o Governo da Bahia, que, na verdade é o autor da obra, lógico que, como a Aviação é de controle nacional, há uma participação do governo federal, como em toda obra de ferrovia, porto marítimo e porto para aviões,  Esse fato ocorre em todo o Brasil, além de dizer que o Governo estadual entrou apenas com 1% do custo da obra, o prefeito mente em relação a história do equipamento, tentando atribuir o começo da obra a uma Emenda parlamentar do então senador Antônio Carlos Magalhães  Junior, o que é mentira, assim como iniciativas dos irmãos investigados por crimes judiciais, Lúcio e Geddel Vieira Lima, amigos íntimos do prefeito Pereira, uma coleção de mentiras. Esse aeroporto nasceu da iniciativa do governo Dilma Roussef, atendendo à requerimento do então governador Jaques Wagner e claro que sensibilizado pela Câmara de Vereadores da cidade, sob o comando do então vereador Gildásio Silveira, além do empresário José Maria Caires que promoveu a discussão e muitas audiências públicas de sensibilização, como também do ativista  André Paulo de Barros Cairo, entre outras lideranças, portanto, não há nem um centavo de emenda parlamentar nessa obra,  O que o prefeito fala, não se consegue um vestígio de verdade. Ao contrário o atual prefeito sempre desdenhou de todos os movimentos em prol do aeroporto, inclusive dizendo que seria inaugurado em 2.030.

(mais…)


Um adeus ao Cadete que era, na verdade, um marechal


Vi um vídeo emocionante sobre a trajetória do fotógrafo Antônio Francisco da Costa Neto, que Vitória da Conquista conheceu como Cadete. O documentário, curto, mas responsável por nos falar de uma história de mais de 80 anos, foi visto por muita gente nos últimos dias, infelizmente, pelo mais triste dos motivos: Cadete morreu no começo do sábado, 1º de dezembro. O paraibano que escolheu ser conquistense e que ajudou a revelar muito desta cidade, deixou o lugar que escolheu viver por mais de meio século, onde criou seus filhos e de onde tornou-se um dos personagens mais importantes.

É certo que ele estava silencioso nos últimos tempos. Ficava mais em casa, porque até gente como ele se debilita em algum momento da vida. Mas, eu estou falando de debilidade física. No caso de Cadete, quem o conheceu, com aquele pique, energia e a voz, rouca, mas sempre dois tons acima, ecoando nos ambientes a força que ele tinha por dentro, era mais difícil pensar que ele se recolheria tão cedo.

Há um tempo vinha falando com o filho dele que pegou o mesmo apelido (que virou nome), o médico Clodoaldo Fernandes Costa, que eu queria ir na casa dos pais dele para bater um papo com Cadete. Queria escrever algo sobre ele, não sobre o fotógrafo, que é a memória mais acesa que Vitória da Conquista tem dele, mas sobre o jornalista. Sim, eu tenho essa mania de chamar de jornalista todo mundo que um dia eu vi fazendo o que jornalista faz. E eu vi Cadete fazendo. Se ele não era jornalista, seria se tivessem lhe sobrado tempo e oportunidade.

WhatsApp Image 2018-12-03 at 23.09.54

Aliás, Cadete pai poderia ser jornalista, Cadete filho e o mais novo (dos homens) Clodomar também. Está ali uma casa em que o povo é chegado a esse negócio de escrever, publicar, divulgar, comunicar. O pai fez isso por quase a vida inteira. Do carro de propaganda volante, aos guias (turísticos, comerciais, etc.), que eram verdadeiras revistas em formato de bolso, com a história de Vitória da Conquista, personagens, casos. O que hoje a gente pode achar com uma pesquisa no Google, Cadete colocava nos guias que fez por muito tempo. Simplesmente tudo. Dos endereços da chamada alta sociedade aos cabarés, com os nomes de suas damas proprietárias.

(mais…)


O Lomantão abandonado e a grosseria do Secretário municipal Marcos Ferreira


Esse foi o estádio entregue  à atual administração pelo prefeito Guilherme Menezes, todavia nada foi feito para mantê-lo em bom estado de conservação, mesmo que o Vitória da Conquista, único time local que utiliza o estádio, dispute cerca de seis ou oito partidas por ano, não justifica a situação de abandono que  vemos agora. lembrando que  no ano passado foi a mesma coisa, veja foto abaixo

Foto: Blog do Anderson/ Hoje se encontra  nesse estado

Para o secretário  Marcos Ferreira, se dirigindo a quem criticou o estado lastimável em que o estádio se  encontra,  preferiu ao invés de lembrar de grandes glórias do técnico do botafogo e da seleção brasileira João Saldanha, entende por bem  utilizar de uma grosseria de João Saldanha para ofender a cidade de Vitória da Conquista veja:

Depois dessa declaração lamentável  feita por um secretário de governo, colocamos abaixo uma série de imagens do estádio, entregue em perfeito estado ao atual governo, vejam:

Mas o Lomantão está assim: 


Câmara Municipal homenageará poeta, escritor e teatrólogo conquistense Carlos Jehovah


Imagem Câmara Municipal homenageará poeta, escritor e teatrólogo conquistense Carlos Jehovah

A Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC) realizará nesta segunda-feira, 3, às 19 horas, uma audiência pública em homenagem ao poeta, escritor e teatrólogo conquistense Carlos Jehovah. A homenagem é fruto da iniciativa do mandato do vereador Professor Cori (PT).

Fundador e diretor do Grupo de Teatro Avante Época, Casa da Cultura e outras entidades culturais de Vitória da Conquista, Carlos Jehovah Brito Leite tem um papel de destaque no panteão dos imortais acadêmicos brasileiros, seja pelo seu legado como encenador, diretor, dramaturgo, memorialista ou escritor, como foi consagrado, especialmente por sua obra em parceria com Esechias Lima, Auto da Gamela (obra de 1980, prefaciada pela escritora Raquel de Queiroz e bem recebida em vários locais do Brasil) e mais quase uma dezena de outros livros publicados.

A audiência, como de costume, será aberta ao público. Participe! O Plenário Carmen Lúcia, da Câmara Municipal, fica na Rua Coronel Gugé, 150, 1º andar, no Centro.


Morre Cadete ( 85 anos)


Uma das personalidades que mais retratou e colaborou com o progresso de Vitória da Conquista se despede. Aos 85 anos, Antônio Francisco da Costa Neto ou simplesmente Cadete, paraibano de Uiraúna, faleceu na noite desta sexta-feira (30).

Foto Anderson Oliveira

Casado com Dona Ozelina Fernandes Duarte desde 1956, Cadete é pai de quatro filhos: Clodovaldo, Clodoaldo, Clodomar e Clodege. Na imagem acima, registrada pelo BLOG DO ANDERSON na tarde do último dia 1º de junho na Churrascaria Los Pampas, Cadete estava junto de sua esposa e com o seu filho, o médico Clodoaldo Cadete Fernandes Costa.

 

O velório acontece na Loja Maçônica Fraternidade Conquistense e sepultamento o sepultamento será no Cemitério Parque da Cidade Real, às 16 horas do sábado (1).

Cadete revolucionou a fotografia em Vitória da Conquista, comunicativo e falando alto, ele mesmo pregava nos postes da cidade a propaganda do seu foto,  estava em todos os lugares da cidade, promoveu o concurso  ” o bebê mais bonito da cidade”  as pessoas votavam no mais bonito e a exposição desses que são senhores com mais de 50 e sessenta anos  hoje,  era feita na antiga loja de Addhemar Galvão, mais ou menos  onde é hoje a loja Ricardo Eletro da  praça Barão do Rio Branco.  Conversando comigo ele disse que infelizmente não anotou os nomes dessas crianças de outrora,  Há muito tempo não via cadete, mas sempre tivemos um respeito e uma admiração recíproca, por ocasião do cinquentenário da Loja maçônica  fraternidade conquistense ele me disse:   ” Você é o melhor jornalista dessa cidade, mas o melhor fotógrafo sou eu, portanto, não adianta fotografar, na manchete do jornal ” HOJE” você colocará a foto que eu vou tirar” . Quanto ao melhor jornalista, foi carinho dele, mas inegavelmente ele foi um dos melhores fotógrafos da cidade e coloquei sim a foto da manchete principal do jornal, a foto tirada por ele. Registro aqui também que  Cadete fez um jornal com o nome Conquista Regional, que homenageava os cinco “C”. os cadetes da família, foi por muito tempo também representante do jornal  ” A Tarde” em Vitória da Conquista.  Que Deus lhe coloque no lugar devido.