Câmara Municipal homenageia Carlos Jehovah em audiência pública

    Na noite desta segunda-feira, a Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC) realizou uma audiência pública em homenagem ao poeta, escritor e teatrólogo conquistense Carlos Jehovah. A homenagem é fruto da iniciativa dos mandatos dos vereadores Professor Cori (PT) e Fernando Jacaré (PT). Foi uma noite dedicada à arte, com apresentações musicais, de teatro … Leia Mais



Um adeus ao Cadete que era, na verdade, um marechal

 Por Giorlando Lima/ blogdegiorlando Lima Vi um vídeo emocionante sobre a trajetória do fotógrafo Antônio Francisco da Costa Neto, que Vitória da Conquista conheceu como Cadete. O documentário, curto, mas responsável por nos falar de uma história de mais de 80 anos, foi visto por muita gente nos últimos dias, infelizmente, pelo mais triste dos … Leia Mais


O Lomantão abandonado e a grosseria do Secretário municipal Marcos Ferreira

Esse foi o estádio entregue  à atual administração pelo prefeito Guilherme Menezes, todavia nada foi feito para mantê-lo em bom estado de conservação, mesmo que o Vitória da Conquista, único time local que utiliza o estádio, dispute cerca de seis ou oito partidas por ano, não justifica a situação de abandono que  vemos agora. lembrando … Leia Mais



Morre Cadete ( 85 anos)


Uma das personalidades que mais retratou e colaborou com o progresso de Vitória da Conquista se despede. Aos 85 anos, Antônio Francisco da Costa Neto ou simplesmente Cadete, paraibano de Uiraúna, faleceu na noite desta sexta-feira (30).

Foto Anderson Oliveira

Casado com Dona Ozelina Fernandes Duarte desde 1956, Cadete é pai de quatro filhos: Clodovaldo, Clodoaldo, Clodomar e Clodege. Na imagem acima, registrada pelo BLOG DO ANDERSON na tarde do último dia 1º de junho na Churrascaria Los Pampas, Cadete estava junto de sua esposa e com o seu filho, o médico Clodoaldo Cadete Fernandes Costa.

 

O velório acontece na Loja Maçônica Fraternidade Conquistense e sepultamento o sepultamento será no Cemitério Parque da Cidade Real, às 16 horas do sábado (1).

Cadete revolucionou a fotografia em Vitória da Conquista, comunicativo e falando alto, ele mesmo pregava nos postes da cidade a propaganda do seu foto,  estava em todos os lugares da cidade, promoveu o concurso  ” o bebê mais bonito da cidade”  as pessoas votavam no mais bonito e a exposição desses que são senhores com mais de 50 e sessenta anos  hoje,  era feita na antiga loja de Addhemar Galvão, mais ou menos  onde é hoje a loja Ricardo Eletro da  praça Barão do Rio Branco.  Conversando comigo ele disse que infelizmente não anotou os nomes dessas crianças de outrora,  Há muito tempo não via cadete, mas sempre tivemos um respeito e uma admiração recíproca, por ocasião do cinquentenário da Loja maçônica  fraternidade conquistense ele me disse:   ” Você é o melhor jornalista dessa cidade, mas o melhor fotógrafo sou eu, portanto, não adianta fotografar, na manchete do jornal ” HOJE” você colocará a foto que eu vou tirar” . Quanto ao melhor jornalista, foi carinho dele, mas inegavelmente ele foi um dos melhores fotógrafos da cidade e coloquei sim a foto da manchete principal do jornal, a foto tirada por ele. Registro aqui também que  Cadete fez um jornal com o nome Conquista Regional, que homenageava os cinco “C”. os cadetes da família, foi por muito tempo também representante do jornal  ” A Tarde” em Vitória da Conquista.  Que Deus lhe coloque no lugar devido.


Câmara faz sessão em comemoração ao Dia da Consciência Negra e entrega Troféu Zumbi dos Palmares


Imagem Câmara faz sessão em comemoração ao Dia da Consciência Negra e entrega Troféu Zumbi dos Palmares

Na manhã desta quarta-feira, 21, a Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC) realizou uma sessão especial em comemoração ao Dia da Consciência Negra. Na ocasião, foram entres também homenagens através do Troféu Zumbi dos Palmares. Proponente da sessão, a vereadora Nildma Ribeiro (PCdoB) fez uma breve homenagem ao Mestre de Capoeira Moa. “Nosso mestre, símbolo de resistência e luta, que infelizmente foi mais uma vítima de violência”, lamentou. A vereadora frisou que a Bahia é um dos estados que mais sofre com o racismo e intolerância religiosa. “Mas não nos calaremos. Continuaremos sendo resistência”, afirmou. Nildma defendeu que o Dia da Consciência Negra seja feriado em Vitória da Conquista. “Dessa forma, poderemos estar nas ruas com nossas manifestações culturais”, explicou.

A professora e militante do movimento negro, Gal Novato, contou sobre seus mais de 35 de militância e destacou que a “escravidão é uma memória celebrada para não ser repetida”. A fim de ilustrar sua afirmação, Gal contou sobre um caso recente envolvendo a escola onde seu filho estuda. “Estão estudando o Brasil Colônia e a professora pediu uma atividade que me causou estranheza. Ela pediu que os alunos fossem vestidos de personagens do período, e que meu filho fosse vestido de escravo”, relatou. A militante conta que esclareceu para a professora que para o movimento negro “A senzala é a interrupção da história, não a sua história”. “Qual o sentindo pedagógico de levar uma criança vestida de escravizado, onde a outra irá vestida de proprietário desse escravo?”, questionou. “O sentindo de reviver nos traz as memórias negras doídas e feridas”, explicou. Gal contou também que, para celebrar do dia da Consciência Negra levou o seu filho para passar o dia no Quilombo do Cinzento. “Lugar onde a possibilidade de liberdade existiu. Lá a memória e história dele é guardada com carinho e amor”, disse.

Mestre Acordeom frisou que a capoeira está presente em Vitória da Conquista desde 1958. Desde então, mestres têm levado adiante a tradição. Segundo ele, atualmente, cerca de 20 mestres atendem um grupo de 15 mil capoeiristas. Para o capoeirista, o dia 20 de novembro não é de celebração, é momento para a reflexão.

Acordeom advertiu a Câmara, propondo aos vereadores estarem mais presentes nas atividades de capoeira e do movimento negro. Ele frisou que capoeiristas também votam e falou de projetos relacionados à prática, como a Casa da Capoeira, que funciona no Centro Cultural Glauber Rocha. O mestre ainda ressaltou a homenagem a Môa de Katendê, assassinado no mês outubro. “Mestre Môa não morreu, está presente em cada capoeirista aqui presente”, falou.

A Ialorixá Graça de Iemanjá leu um pronunciamento da Rede Beneficente, Cultural, Educacional e Religiosa Caminhos dos Búzios. “Precisamos nos unir em torno da luta que nos iguala e nos dignifica. Nosso povo sofre diariamente, nosso povo é discriminado cotidianamente, nosso povo é oprimido a cada instante”, afirmou. Graça advertiu a Câmara para sua responsabilidade. “Muitos dos senhores e das senhoras foram eleitos com os votos de nosso povo. E, aqui estamos pedindo o reconhecimento e a disposição de cada um para assegurar nossos direitos”, detalhou. Ela destacou as principais reivindicações: a criação do Dia Municipal das Religiões de Matrizes Africanas, a ser comemorado no dia 30 de setembro; a criança da Praça dos Orixás; e concessão aos terreiros de isenção do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU).

Em sua fala, Graça afirmou que as demandas se justificam pelos ataques que os terreiros vêm sofrendo. Dados da Secretaria Estadual da Promoção de Igualdade Racial (SEPROMI) dão conta de que os casos de intolerância religiosa em 2018 dobraram em relação ao ano anterior. Graça pediu às autoridades a criação de mecanismos de combate à intolerância religiosa.

Fernanda Pereira Chaves é quilombola e estudante de psicologia. Ela iniciou sua fala citando a frase de Makota Valdina: “Não sou descendente de escravos. Eu descendo de seres humanos que foram escravizados!”. Fernanda questionou a ausência dos parlamentares nas comunidades quilombolas. “ Sentimos a falta de vocês, senhores. Falta de apoio e respeito a diversidade das comunidades. Nenhum quilombo é igual ao outro”, pontuou. A estudante defendeu também a necessidade de políticas de permanência universitária. “Eu e outras pessoas temos dificuldade em relação ao deslocamento para universidade. Peço a elaboração de projetos e apoio como a Casa do Estudante Quilombola”, solicitou.

União pelo combate ao racismo – O coordenador municipal de Promoção de Igualdade Racial, Alberto Gonçalves, disse que é preciso que a população negra esteja unida para buscar a quebra do racismo e do preconceito. “A gente enquanto povo deve estar unidos. O objetivo deve ser um só para que o preconceito e o racismo em nossa cidade possa de fato ser quebrado. Nós enquanto negros precisamos estar unidos”, disse Gonçalves.

Ele ressaltou que a população de Vitória da Conquista é majoritariamente negra. “Basta ir às periferias, às comunidades quilombolas, às casas de santo enxergar que a nossa população é uma população negra”, disse Alberto.

O coordenador ressaltou que o município vive um momento em que a juventude está sendo exterminada. “Está acontecendo em nossa cidade um extermínio de jovens. Esses jovens tem pai? Tem mãe? O que está faltando? São as políticas públicas para a juventude. Está faltando mecanismos para que esses jovens não caiam no mundo da droga, não caiam no descaso”. Ele ponderou, no entanto que o Governo Municipal tem se movimentado em busca de garantir os direitos da população negra. “A nossa coordenação tem feito tudo aqui que é de direito do povo negro”, disse Alberto, que elencou algumas ações:

• Dia de Impacto de combate à intolerância religiosa;

• Curso de capacitação para agentes políticos;

• Cursinho pré-vestibular no mercado do bairro Brasil.

Atividades precisam de mais participação – O coordenador do Conselho Municipal de Igualdade Racial, João Silva, lamentou que a comunidade pouco compareça às atividades realizadas com o objetivo de trabalhar a consciência negra. “A gente está procurando lutar, está tendo apoio do governo e a comunidade negra, a comunidade do povo de santo em massa não está aproveitando a oportunidade. A gente tem que dar valor à nossa cultura. A gente tem que se reconhecer e lutar, buscar os nossos resultados”, disse João.

Na sessão solene foram homenageados com o troféu Zumbi dos Palmares:

Fernanda Pereira Chaves

Mestre Joselito Chaves dos Santos

Babalorixá Jorge de Logun Edé

Eleições OAB: com ampla vantagem nas urnas, Ronaldo Soares volta à Presidência em Vitória da Conquista


Fotos: Yury Castro | BLOG DO ANDERSON

Com uma ampla vantagem como apontava o eleitorado, Ronaldo Soares é eleito para presidir mais um mandato na Presidência da Ordem dos Advogados do Brasil – Subseção Vitória da Conquista.

 

O resultado final saiu às 17h32min desta quarta-feira (21), quando Ronaldo somou 698 contra 277 votos de Sandro Brito Loureiro. Uma das principais metas de Ronaldo Soares é o fortalecimento da Jovem Advocacia, setor de onde vieram os seus principais eleitores./Blogdoanderson


Madrigal do IFBA celebra seu 10º aniversário


A celebração dos 10 anos de atividades do Madrigal do IFBA teve início em julho desse ano, através de uma apresentação na I Mostra Cultural do IFBA, em Salvador. E, nos dias 29, 30 de Novembro e 1º de Dezembro, acontecerá uma continuação dessa comemoração, com uma série de três concertos sacros, respectivamente no Auditório do IFBA campus Conquista, na Capela Universitária São Vicente de Paulo e na Igreja de Santana, em Rio de Contas.

O Madrigal do IFBA é um projeto de extensão do Instituto Federal da Bahia campus Vitória da Conquista criado em 2008 pelo maestro Marcos Ferreira, seu atual regente, com o objetivo de possibilitar a manutenção da prática musical dos estudantes/coralistas egressos da Instituição. Atualmente é formado por estudantes, egressos, servidores, pais de estudantes e amigos da comunidade, amantes da música vocal. O projeto prioriza a execução do repertório coral acappella e repertório sinfônico que apresentem um grau elevado de dificuldade técnica e musical, focando a pesquisa em torno de compositores brasileiros.

Ao longo desses 10 anos, o Madrigal realizou diversos concertos na Catedral Nossa Senhora das Vitória, durante as comemorações de aniversário de Vitória da Conquista, além de outras datas religiosas. Também foram realizadas apresentações na Capela São Vicente de Paulo, também em Vitória da Conquista, que inspiraram a escolha da Igreja Santana, em Rio de Contas, devido à sua estrutura acústica.

Sobre o Maestro

Marcos Ferreira é doutor em música pelo Programa de Pós-Graduação em música da UFBA e mestre em música pelo Centro Universitário do Conservatório Brasileiro de Música do Rio de Janeiro. Graduado em Regência e Piano, fez aperfeiçoamento em Regência Coral nos Seminários de Música Pró-Arte, Rio de Janeiro, na classe do Maestro Carlos Alberto Figueiredo. (mais…)


Exposição Fotográfica 2018: Estudantes de Jornalismo da UESB realizam exposição fotográfica


Acontece a partir do dia 20 de novembro de 2018, no foyer da Biblioteca Professor Antônio de Moura Pereira da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, campus de Vitória da Conquista, a exposição fotográfica “Cidade, Retratos Humanos e Realidades”. A mostra é composta por fotografias inéditas realizadas pelos alunos do III semestre do curso de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo para a disciplina de Fotojornalismo, sob a orientação e coordenação do professor Dannilo Duarte.
A exposição visa mostrar o olhar de cada aluno sobre a temática, aplicando as bases teóricas aprendidas ao longo do semestre. As fotos buscam retratar os gestos e a sensibilidade do cotidiano da cidade e das pessoas que a habitam. Em cada clique revela-se uma maneira de pensar a beleza da cidade, presente em detalhes da arquitetura, no colorido da feira, nos olhos das pessoas que exploram as ruas, na vida cotidiana, nos acontecimentos comuns, buscando o vazio, o inusitado ou o chocante dentro da rotina do dia a dia.
Muito se olha, mas pouco se vê nesses detalhes ordinários que nos envolvem. Ao prestigiar uma exposição fotográfica as pessoas têm a chance de passar a observar o trivial por uma outra visão. Além disso, é possível ter um olhar crítico e, quem sabe, poético em circunstâncias que antes passavam despercebidas. A criança correndo, os idosos conversando, a mulher rindo à toa enquanto vende seus hot-dogs, o homem com o cenho franzido pelo calor e o tumulto do terminal de ônibus lotado em horário do almoço. Episódios assim devem deixar de ser invisíveis e nossa mostra fará com que você as perceba.
A exposição é aberta a todos, sendo gratuita e estará disponível ao longo do dia no foyer da biblioteca da universidade. Durante toda a parte da manhã, os autores das fotografias estarão presentes no local, apresentando as suas fotos aos visitantes. Para mais informações entre em contato com Dannilo Duarte, professor e coordenador da exposição, através do número (77) 99938-1310.


Transporte Coletivo: Relação incestuosa entre Prefeitura, Sindicato, Vanzeiros e Viação Vitória ( Parte 25)


Veja essa manchete do blogdoanderson, com informações oficiais da própria prefeitura de Vitória da Conquista, demonstrando claramente que o problema parecia insolúvel. 

Executivo Conquistense: Herzem se reúne com vanzeiros, promete legalização das vans e retirada das multas

Foto: Divulgação | PMVC

A partir dessa segunda-feira (23) as vans não poderão mais circular no Terminal Urbano de Vitória da Conquista, localizado na avenida Lauro de Freitas. A medida anunciada na última semana pegou os vanzeiros de surpresa, tendo em vista que a categoria recebeu a promessa de legalização do sistema e atuou ativamente nas últimas Eleições 2016 quando o prefeito Herzem Gusmão Pereira derrotou o petista José Raimundo Fontes em segundo turno. “Já estamos trabalhando para regulamentar o transporte complementar e vamos agilizar esse processo”, afirmou o prefeito Herzem Gusmão. Durante reunião com motoristas, o alcaide peemedebista esclareceu as dúvidas sobre a mudança e ouviu sugestões dos membros da Associação do Transporte Alternativo de Vitória da Conquista. O projeto de regulamentação do Transporte Alternativo está em fase de estudo. Até que tudo seja finalizado e haja um relatório técnico a respeito da quantidade de linhas autorizadas, dos corredores de acesso e áreas de circulação definidas para as vans, o Governo deve enviar à Câmara Municipal um Projeto de Lei pedindo a anistia das multas relativas à irregularidade do transporte.

O sistema viário é um espaço de constante disputa entre pedestres, automóveis, motos, caminhões, ônibus e bicicletas. Nas grandes cidades, a crise nos transportes é ilustrada diariamente pelos longos congestionamentos. Os congestionamentos custam muito dinheiro, prejudicam a saúde da população e atrapalham o crescimento do país.

Mesmo em pequenos municípios existem problemas, ainda que de outra natureza: muitas vezes faltam opções para ir de um ponto ao outro. Desse modo, todas as cidades têm seus desafios para garantir o direito ao transporte, um dos direitos sociais elencados no artigo 6o da Constituição. (mais…)


Câmara realizará audiência em comemoração aos 50 anos da Receita Federal


 

Acontece no próximo dia 20 de novembro, terça-feira, às 09h00, na Câmara de Vereadores, uma audiência pública em comemoração ao aniversário de 50 anos da Receita Federal. O órgão foi criado em 1968 a partir da fusão e da consolidação de diferentes secretarias e órgãos de fiscalização. A proposição é da vereadora Viviane Sampaio (PT).

No site institucional, a entidade destaca. “Celebrar 50 anos é um momento propício para olhar o passado e, a partir dele, projetar o futuro. No ano em que também se comemoram 30 anos da Constituição de 1988, a Receita Federal assume, ainda mais, seu compromisso com as demandas por justiça social e por cidadania que a Carta propõe. Somente por meio da promoção da Justiça Fiscal, em parceria com a sociedade, que os direitos fundamentais estabelecidos – saúde, educação, segurança – podem ser conquistados e aperfeiçoados continuamente”.

SERVIÇO

Audiência Pública – 50 anos de Receita Federal

Data: 20 de novembro (terça-feira)

Horário: 9h

Local: Câmara Municipal de Vitória da Conquista / Plenário Carmen Lúcia