Morre Arli de Jesus Sampaio

Faleceu hoje às 2 horas o Sr. Arli de Jesus Sampaio, foi açougueiro e entregador de pizza em Vitória da Conquista, pessoa muito querida na cidade, notadamente no bairro Ibirapuera, Arli, era pai da nossa amiga, leitora assídua do nosso BLOG, Rosângela Sampaio. O velório de Arli, está sendo realizado na Avenida Rondônia, número 515, … Leia Mais


Impasse político pode barrar população de Conquista em policlínica

Nesta terça-feira (19), o prefeito da cidade, Herzem Pereira, não compareceu a um encontro do governador Rui Costa com prefeitos da região para debater a unidade Foto: Divulgação/GOVBA   Por meio de sua assessoria de comunicação, a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) afirmou ao  blogdopaulonunes que, caso o prefeito de Vitória da Conquista, Herzem  Pereira (PMDB), … Leia Mais


O prefeito Pereira mente por quê?

O município de Vitória da Conquista sempre foi pioneiro na políticas públicas. Na política de assistência social não foi diferente. O Programa Conquista Criança, tão visitado e premiado, reconhecido dentro e fora do Brasil. O Conselho Municipal, criado em 1995, teve seu auge em  2004, quando contribuiu com a elaboração da Política Nacional de Assistência … Leia Mais


Registrar imóvel em Conquista é um martírio

Os prestadores de serviços que utilizam os serviços do Cartório de Registro de Imóveis do Primeiro Oficio dentro do Fórum, estão sofrendo para desenvolverem seus trabalhos junto ao cartório de registro de Imóveis, o Tribunal de Justiça, tirou todos os funcionários e deixou o Oficial sozinho e sem a menor condição de trabalho. Os serviços … Leia Mais



Sob vaias e protestos: Prefeito sai no meio do jogo da final do Campeonato da Zona Rural


Líder do executivo assistia os jogos das finais acompanhado de secretários, coordenadores e vereadores.

A cena lamentável envolveu populares e o prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão Pereira, durante as finais do Campeonato de Futebol da Zona Rural, no Estádio Municipal Edivaldo Flores. Mais de 4 mil pessoas acompanhavam os jogos. Que aconteceram ontem  (17).

No intervalo do jogo da categoria titular entre as equipes Lazio do Simão e Baixão, a multidão passou a hostilizar o prefeito com gritos de protestos e xingamentos, externando insatisfação com a administração municipal. Por sorte o alambrado separava a multidão do líder do executivo conquistense.

Não restou alternativa ao prefeito. Sob vaias e protestos Herzem Pereira teve que sair imediatamente do Estádio.

Testemunhas relataram que os manifestantes reclamaram principalmente da ausência de políticas públicas em bairros periféricos da cidade. Muitos afirmavam que o Prefeito “só asfaltava bairro de rico e queriam ver asfaltar na zona rural e periferia”, disse uma das fontes que presenciaram o protesto./Blitzconquista Veja o vídeo:


Usuários do Centro de Abastecimento denunciam cobrança de taxas escorchantes, praticadas pelo Governo Pereira


Os usuários da Central de abastecimento da Rua Juracy Magalhães reclamam do valor das taxas, como também da higiene da repartição administrada pela Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista, sem conseguirem dialogar com o Governo Pereira, resolveram pedir a intermediação do Ministério Público. Veja a petição feita pelos signatários abaixo.

Excelentíssimo senhor doutor promotor de justiça da 8º promotoria de justiça de Vitória da Conquista-BA.
Venho através deste solicitar a vossa excelência Sr. promotor responsável por essa comarca (vitória da conquista) a intervenção com medidas cabíveis em prol das taxas abusivas cobradas pela atual gestão do município no centro de abastecimento municipal (ceasa) e pela melhoria da infraestrutura oferecida aos produtores rurais que vem vender suas mercadorias e aos feirantes que compram as mesmas não tendo nenhuma condição física, logística e sanitária para continuar a exercer seus trabalhos.
Relação de valores dezembro de 2016 a dezembro de 2017 (mais…)


Servidor do INSS de Vitória da Conquista é condenado por fraudes em concessão previdenciária


Funcionário possibilitou concessão ilícita de benefício que já havia sido negado por três vezes

A pedido do Ministério Público Federal (MPF) em Vitória da Conquista (BA), o servidor do INSS Eduardo Andrade Correia foi condenado por ato de improbidade administrativa. A Justiça Federal determinou o ressarcimento integral do dano causado e o pagamento de multa civil no valor de três vezes a sua remuneração, conforme previsto pela Lei Improbidade (Lei 8.429/1992). A decisão é do dia 16 de novembro.

Segundo investigações do MPF, em setembro de 2008 o funcionário concedeu benefícios indevidos de amparo assistencial ao idoso a Zorilda Alves da Silva, o que ocasionou prejuízo de R$ 2.485,00 ao órgão. Essa concessão foi intermediada pelo servidor, que negligenciou o fato de que Zorilda não tinha direito de receber o benefício, já que sua renda ultrapassava o teto de ¼ do salário mínimo, pois ela estava casada com uma pessoa já aposentada por idade, conforme previsto no art. 20, §4º, Lei 8.742/1993.

Apesar de a segurada ter destacado o seu vínculo matrimonial durante o procedimento que a levou a obter o benefício indevidamente, a entrada na aposentadoria seguiu adiante, foi encaminhada ao funcionário e aprovada. No entanto, antes dessa aprovação, a benefeciária teve o seu auxílio negado por três vezes, tendo em vista que o vínculo já havia sido comprovado com base no RG expedido a partir da certidão de casamento e no comprovante de residência em nome do marido. Estes mesmos documentos deram base ao pedido que foi aceito pelo INSS por intermédio do servidor condenado. (mais…)


UESB recebe direito de uso de área remanescente do campus de Conquista


Na manhã da última sexta, 1° de dezembro, o reitor da Uesb, professor Paulo Roberto Pinto Santos, assinou junto à Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC), o Termo de Cessão de Uso da área ocupada pelo campus de Vitória da Conquista.Trata-se de uma demanda antiga da Uesb, que permitirá a obtenção de convênios federais para investimento em infraestrutura. A modalidade de Concessão de Uso de Bens Públicos é o instrumento pelo qual o Estado outorga a utilização de bem do seu patrimônio a outro ente de Administração Pública, conforme as previsões do artigo 46 da Lei Estadual 9.433/2005.

O trâmite foi executado pela Assessoria de Obras da Universidade, que realizou a vistoria digitalizada, com fotos da área objeto do pleito, e encaminhou à Coordenação de Cadastro e Controle Patrimonial da SEC. Além da Assessoria, o trabalho envolveu esforços de outros setores e contou com o apoio de emendas parlamentares, para que o documento de dominialidade pudesse atender às exigências de órgãos financiadores, a exemplo da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), que patrocina projetos de infraestrutura. Contudo, para a descentralização de recursos de obras a legislação exige que a Instituição tenha a dominialidade da área. (mais…)


SIMMP mantém atividades dia 5.


COMUNICADO IMPORTANTE:

Atendendo a orientação da CNTE, o SIMMP comunica aos Profissionais da Educação da rede municipal de ensino de Vitória da Conquista, que, apesar da nota das centrais sindicais nacionais suspendendo a Greve Geral do dia 05, em virtude da mudança da data de votação do novo texto da Reforma da Previdência, O SIMMP, juntamente com o Fórum Sindical, promoverá Ato Público no período da manhã, na praça Barão do Rio Branco, a partir das 08:30 horas, não havendo atividades sindicais nos demais turnos.

ATENÇÃO:

A Greve Geral Nacional está suspensa, entretanto o SIMMP e o Fórum Sindical promoverão Ato Público no dia 05 de dezembro, na praça Barão do Rio Branco no período da manhã.

Confira mais informações no site do SIMMP através do link:

http://simmp.com.br/destaque/7821/


EMBASA: Abastecimento afetado em Vitória da Conquista nesta quarta (29)


A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) informa que devido a falhas no fornecimento de energia elétrica, os equipamentos eletromecânicos da estação de tratamento estão impossibilitados de operar desde a madrugada desta quarta (29) e o Sistema Integrado de Abastecimento de Água de Vitória da Conquista encontra-se momentaneamente afetado. A Embasa já acionou a concessionária de energia elétrica para realizar os reparos necessários e aguarda a finalização do serviço para colocar os equipamentos em funcionamento e retomar o abastecimento imediatamente.
Enquanto isso, a Embasa solicita a compreensão da população no uso racional da água armazenada nos reservatórios domiciliares, evitando todas as formas de desperdícios.


Transporte Coletivo: Relação incestuosa entre Prefeitura, Sindicato e Viação Vitória ( parte 7)


Arlindo Rebouças afirma que o débito da Viação Vitória,para com o município, é superior a 210 milhões de reais, ouça:

O que a Viação Vitória tenta, ao contratar um advogado da cidade de São Paulo, seria a pretensão de passar uma sensação de que tudo segue o fluxo dentro da moralidade, ou por culpa do momento econômico do país? O que ela sempre fez agora, buscando a validação de um escritório de fora do município para justificar algo, ao qual a advocacia conquistense não conseguiria vislumbrar? Enquanto isto, os conquistenses, seus próprios e sofridos funcionários e até a administração pública, poderão mais uma vez acreditar?

A viabilidade da Viação Vitória não é de responsabilidade da população conquistense, ao contrário a população conquistense é quem deve ser, responsabilidade da Viação Vitória, principalmente porque, ao outorga-lhe o direito de prestar o serviço de transporte público, o fez acreditando no lastro que essa empresa disse possuir.

A Legislação brasileira permite o artifício jurídico para recuperação de empresas endividadas, essas devem, antes de tudo, captar recursos no meio empresarial ou bancário, os quais, via de regra são conseguidos através da sua credibilidade; dá boa intenção da empresa apresentada aos investidores. Ocorre que o povo de Vitória da Conquista, não é investidor de empresa alguma, ele paga os impostos e deve receber dos governantes a devolução dos mesmos, em obras e serviços, portanto, não se trata aqui de impor sacrifícios à população.

Infelizmente,a Viação Vitória vem sucessivamente praticando um serviço inadequado ao que foi contratado pelo município e, apresenta justificativas que não podem ser aceitas, simplesmente porque, vão de encontro aos princípios mais elementares do serviço público, principalmente serviços onde não há uma tarifa que não é imposta, mas sim aceita após ampla discussão. Ao contrário do que se quer apresentar como justificativa, a tarifa visa cobrir os custos de operacionalidade do serviço, não há como o lucro cair do céu.
Para que haja um convencimento da população conquistense a empresa antes de tudo, deve dizer quando chegarão os novos ônibus para operarem na cidade; quando irá quitar os débitos com a Fazenda Pública; quando irá pagar os créditos trabalhistas dos seus funcionários; quando irá cumprir os itens do Edital da Licitação ao qual colocou sua assinatura de concordância.

1 – a empresa  alega em seus argumentos jurídicos (disponível nos Blogs) para convencer o juiz a aprovar seu pedido de recuperação judicial – argumentaram algumas coisas:

A – que a tarifa (passagem) não visa lucros;
B – que a tarifa (passagem) quando é renovada visa somente repor perdas de um ano para trás;
C – que os “vanzeiros” estão destruindo o sistema de transporte público;
D – que o País está em crise. (mais…)