Câmara busca intermediação entre sindicatos e prefeitura sobre aumento salarial

No final da manhã desta quarta-feira, 14, representantes do Simmp, Sindacs e Sinserv, estiveram na Câmara para uma conversa com o legislativo sobre o reajuste salarial dos servidores da Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista. Na oportunidade, estiveram presentes os vereadores Nildma Ribeiro (PCdoB), Fernando Jacaré (PT), Viviane Sampaio (PT), Jorge Bezerra (SD) e o … Leia Mais


Câmara reúne sindicatos municipais para discutir campanha salarial

Na manhã dessa terça-feira, 13, a Câmara Municipal de Vitória da Conquista realizou uma audiência pública que discutiu a campanha salarial dos servidores municipais, proposta pelos vereadores Valdemir Dias e Viviane Sampaio, ambos do PT e aprovado por todos os demais parlamentares. Além deles, o Professor Cori (PT), Fernando Jacaré (PT) e Cícero Custódio (PSL) … Leia Mais



Noeci Salgado quer presidir o PT de Vitória da Conquista

. O que ocorre é que a militância quer tanto quanto ele, a vontade de uma mistura com o querer do outro, e o Partido dos Trabalhadores poderá ter a sua frente, em substituição ao atual presidente, o jovem advogado Rudival Maturano, um nome “raiz”, um filiado que poderíamos dizer “este pegou na enxada e … Leia Mais



Bolsonaro lança candidatura de Ivan Cordeiro à Prefeitura de Vitória da Conquista


+

Apesar do excesso de bajulação a Bolsonaro, o prefeito Hérzem Pereira não conseguiu a simpatia do presidente, tanto que Bolsonaro  não se deu ao luxo de perguntar o nome do prefeito, uma indelicadeza incomum aos civilizados, na viagem o presidente que estava acompanhado da deputado Dayne Pimentel já preparava  um vídeo para hipotecar apoio ao empresário e ex-secretário municipal Ivan Cordeiro.
Bolsonaro por sua vez, quis observar a popularidade do prefeito na cidade, para depois autorizar a liberação do vídeo, nosso blog tomou conhecimento do fato ontem e em nome do bom jornalismo aguardou a concretização do fato. O presidente ainda  tomou conhecimento da última pesquisa de intenção de voto para as eleições de 2020, onde se verificou que o atual gestor, além de ser o quinto colocado, não alcançara dois dígitos na intenção de voto, entendeu assim que deveria apostar na candidatura do jovem empresário. Esse deixou o governo de Pereira por discordar politicamente das ações políticas e sociais do governo.
Agora os eleitores de Vitória da Conquista tem três opções para seu futuro: A extrema direita com Ivan Cordeiro e os apoiadores de Bolsonaro, a direita com com Herzem Pereira apoiado por um grupo de 12 empresários do conhecido conselho consultivo, mais as rádios e seus empregados, Clube, Bandeirantes, Brasil, Melodia, além de Geane Cássia, Claudiana, Augusto dos Anjos, Uágnis Souza, Gil e Regina Meira ; por fim, a esquerda com as possíveis candidaturas de José Raimundo, Guilherme Menezes e Waldenor Pereira, apoiados pelos sindicatos, trabalhadores rurais, professores, além de outros segmentos sociais do município.


Audiência pública debate fechamento da Av. Olívia Flores aos domingos


Imagem Audiência pública debate fechamento da Av. Olívia Flores aos domingos

A Avenida Olívia Flores se tornou um espaço tradicional para a prática de atividades físicas. Em 2016, uma das pistas, na região do Shopping Boulevard, passou a ser fechada aos domingos para veículos, ampliando ainda mais o uso da via para o esporte. O fechamento ocorre no início da manhã e segue até às 13h. Entretanto, nos últimos meses essa medida vem sendo modificada, com alterações em alguns trechos, redução de horários e a possibilidade de não fechar mais a avenida. Essa situação foi tema de uma audiência pública nesta segunda-feira, 17, na Câmara de Vereadores.
Participaram da audiência representantes dos usuários da via, vereadores e outras autoridades. Apesar do convite, nenhum representante da Prefeitura Municipal compareceu.
 
A cidade pertence a todos – O vereador Professor Cori (PT), autor da proposta, afirmou que a audiência objetiva sensibilizar a gestão municipal para essa causa e frisou o convite feito às autoridades, inclusive por meio do Líder do Governo na Casa, Luis Carlos Dudé (PTB). O vereador declarou que a Câmara e seu mandato cumprem o papel de “dar voz à população de Vitória da Conquista”.
Para Cori, é necessário escuta e diálogo, sobretudo nesse tipo de situação. Ele ressaltou que a “cidade pertence a todos” e que a literatura recente aponta como positivo o fechamento, mesmo que temporário, de ruas e avenidas para que as pessoas possam fruir a cidade. O edil ainda sentenciou: “governo passa, as pessoas ficam”.
Fechamento é mais vantajoso – Representando o Movimento essa Conquista é Nossa, o esportista e radialista Júnior Patente apresentou um estudo sobre vantagens para manter o fechamento da Avenida Olívia Flores nos domingos e feriados. Ele lembrou que o primeiro fechamento da avenida para prática esportiva aconteceu em 2016: “Daí em diante só fomos perdendo espaço. Em abril de 2018 tivemos a redução de 200 metros do percurso original, em julho de 2018, com a inauguração da Avenida Perimetral, perdemos mais 850 metros”.
Patente citou diversas cidades no mundo e no Brasil que possuem a prática de fechar avenidas e ruas para que famílias e esportistas as possam utilizar como espaço de lazer. Segundo ele, o movimento fez uma pesquisa e foi detectada que apenas 0,24% de carros passam pela avenida J. Pedral nos dias em que ocorrem o fechamento. “Quem sai da Av. Gilenilda Alves para a Olivia Flores, passando pela Av. Luiz Eduardo Magalhães, percorre apenas 500 metros a mais do que quem usa a Av. J. Pedral”, contou.
Alteração é um retrocesso – Bruno Gusmão Menezes (Bike) afirmou que esse impasse é uma volta no tempo. Ele lembrou que houve muito esforço para que a Olívia fosse fechada aos domingos. Bruno frisou que é uma luta também dos ciclistas conquistenses, categoria que tem pouco espaço. Segundo Bruno, em 2016 a decisão de fechar um trecho da via foi uma vitória, que agora sofre um retrocesso. A mudança no trecho que era fechado também foi criticada. Para ele, não é adequado. Bruno pediu a manutenção do fechamento e a criação de outros espaços para a prática de esporte.
Perda de espaço dificulta uso da via – Larissa Santos, representando os patinadores, defendeu a volta do fechamento de toda a Av. Olívia Flores lembrando que o espaço destinado atualmente dificulta a prática do esporte. Ela contou um pouco sobre o trabalho dos patinadores e pediu mais apoio do poder público para segurança dos esportistas.
Olívia já se tornou referência para o esporte – Para Fábio Oliveira voltar a esse tema é triste. Ele lembrou que a prática de corrida tem se tornado frequente no município, ganhando cada vez mais adeptos. Oliveira frisou que, com a decisão de 2016, não havia necessidade de retornar a esse debate. Para ele, a modificação de agora é ruim e o espaço que sobrou é inadequado. Segundo Bruno, a Olívia já se tornou um espaço cativo para a prática de esportes, outra justificativa contra a mudança feita pela prefeitura.
Shopping defende o diálogo – O Superintendente do Shopping Boulevard, Éber Paim, explicou que não há nenhuma interferência do estabelecimento na questão da redução do espaço fechado. “O shopping deixou de ser só um centro de compras, hoje tem cultura, entretenimento, vários eventos”, contou. Éber disse ainda que a posição do shopping é de que ocorra sempre o diálogo. “Hoje, antes de vir estive com Marcelo, batemos um papo. Ligamos para Jackson [Yoshiura] (secretário de Mobilidade Urbana). Ele nos atendeu muito bem. Me falou que tem avaliado outras possibilidades” e colocou a estrutura e as vias do shopping à disposição.
 

(mais…)


Cori cobra projeto que define valorização do servidor municipal


O vereador Coriolano Moraes (PT) usou a tribuna da Casa do Povo na manhã desta sexta-feira,14, para reafirmar o compromisso da Bancada de Oposição com a população: “Ter uma Bancada de Oposição faz parte da democracia, se não fosse assim, estaríamos voltando à época dos governos totalitários, monarquistas”.

Ele cobrou, em nome da Bancada de Oposição, o projeto de lei que prevê o aumento dos servidores municipais. “Não temos sequer a orientação de valorização dos servidores porque não existe projeto de lei”.

Relatou que a inflação 2018/2019 foi de 3,75% e que a data-base é maio: “Já estamos em junho. O presidente desta Casa já pediu a mudança da sessão do dia 26 para o dia 17 de junho e até agora não temos uma notícia se vai haver ou não o projeto de aumento”.

Cori explicou ainda que a política pública quem faz é o servidor. “Entra governo, sai governo e os servidores continuam lá trabalhando para a cidade”, diz.

“Estamos no Século 21, caminhamos para mais avanços e hoje estamos vendo paralisações em todo o país porque o governo corta investimentos em diversas áreas”, lamentou, completando que a Reforma da Previdência está tirando dos trabalhadores, mas não obriga as grandes empresas a pagarem o que devem à Previdência: “obrigue o Bradesco a pagar o que deve, obrigue o Itaú a pagar, a Friboi a pagar”.

O parlamentar finalizou dizendo que o Governo Federal tira 30% de tudo o que arrecada com a Previdência para investir no que quiser, “menos na Previdência Social e ninguém questiona. Representar a Bancada de Oposição é compreender o que o povo mais precisa. Política voltada para melhorar a qualidade de vida, em saúde, em educação, é o que o povo precisa”.


Conselho Municipal reprova contas da Fundação de Saúde devido a super salários e acumulação de vínculos públicos


Apenas um conselheiro se absteve do voto. Todos os demais foram favoráveis a reprovação

Após uma extensa reunião e com o auditório do CEMAE lotado, o Conselho Municipal de Saúde de Vitória da Conquista votou a favor, nesta quarta-feira (12), da reprovação das contas, referentes ao 2º quadrimestre de 2017 e o 1º quadrimestre de 2018, da Fundação Municipal de Saúde, responsável pela administração do Hospital Esaú Matos e do Laboratório Central. Ao analisar documentações, a Comissão de Finanças do Conselho identificou diferenças salariais entre profissionais da mesma categoria e carga horária, e valores superiores ao salário do prefeito do município.

O relatório apresentado pela Comissão de Finanças frisa que apesar da Fundação não estar sujeita a responsabilidade fiscal, há sim um comprometedor desequilibro nas despesas no setor de Recursos Humanos (RH), fato que compromete o desenvolvimento das demais atividades como compra de medicamentos, insumos, etc.

Super salários – Usando como base as escalas de trabalho dos profissionais do Hospital, visto que a direção não entregou as folhas de ponto para análise, foi observado um “descompasso severo” (palavras do relatório) em especial nos salários dos médicos. Em janeiro de 2018, por exemplo, um médico ginecologista com carga horária de 200 horas e 5 plantões diurnos de 12 horas recebeu R$ 4.200,00; no mesmo mês outro médico ginecologista com carga horária de 80 horas e plantões de 12 horas recebeu R$ 28 mil. Também em janeiro de 2018, um outro médico, que não aparece na escala de trabalho, recebeu o seu salário e plantões extras totalizando o valor de R$ 36 mil.

Acumulação de vínculos públicos – Outro ponto questionado pelo Conselho foi a acumulação de cargos públicos de diversos funcionários da Fundação. Foi constatado que um servidor federal cedido pelo Ministério da Educação para função de diretor administrativo da Fundação, em Setembro de 2017, continua recebendo pelos dois cargos desde então. A soma dos valores que ele vem recebendo pela Universidade Federal da Bahia, R$ 5.096,00, e como diretor administrativo da Fundação, R$9.777,00, ultrapassa o salário de vereadores, secretários municipais e do próprio chefe do executivo. O Conselho recomendou a suspensão imediata do maior salário, assim como o ressarcimento aos cofres públicos também do maior salário, totalizando cerca de R$ 173 mil./ Blitzconquista


Reforma da |Previdência é discutida em Vitória da Conquista


O mandato do deputado Jorge Solla trouxe para Vitória da Conquista o debate sobre a “Reforma da Previdência Social” no Brasil, hoje na Câmara de Vereadores várias lideranças usaram a palavra, explicando aos presentes as consequências desastrosas que caso a ” reforma” seja aprovada , poderão definitivamente prejudicar os mais pobres. Com o plenário ” Carmem Lúcia, lotado foi possível entender os rumos que tomaria o Brasil, a partir da aprovação dessa Emenda Constitucional que em tese, cortaria privilégios dos ricos, mas que na verdade reduz pela metade as aposentadorias, para quem ganha até 5 salários mínimos e reduz em 50% o BPC- Benefício da Prestação Continuado- esse é um auxilio, de um salário mínimo pago aos portadores de deficiência que não tenham renda, como também, aos trabalhadores que por uma maneira ou outra, não tiveram as condições de contribuir formalmente para a Previdência.
Na sua fala, o ex- prefeito Guilherme Menezes criticou a escolha dos brasileiros, por um presidente que tem ideia fixa na morte, inclusive criticou o projeto do presidente em perrmitir que menores sejam conduzidos nos veículos automotores sem a proteção necessária

Ouça o discurso:

 áudio do blogdorodrigoferraz.com
 
 

veja este vídeo explicativo:


Reparo com fita adesiva faz viralizar vídeo de Pereira prometendo ônibus novos e com ar condicionado


Um mês após o prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão Pereira, divulgar um vídeo informando sobre o contrato com a Novo Horizonte para atender as cinco linhas devolvidas pela Cidade Verde ao município, o registro inusitado da tentativa de consertar a porta de um ônibus com fita adesiva despertou populares que voltaram a compartilhar o vídeo neste final de semana.

A republicação espontânea do vídeo nas redes sociais ocorreu depois da publicação nas redes sociais de imagens do ônibus da Novo Horizonte, que faz a linha lagoa das flores, transitar com a porta aberta e quebrada. Em outro registro é possível perceber que dois funcionários da empresa usam fita adesiva na intenção de consertar a porta.

A ironia é que o Prefeito afirmou no vídeo que os ônibus contratados pela Prefeitura seriam novos e climatizados, diferentemente do que mostram as imagens publicadas pelos usuários.

“Nós iremos colocar ônibus novos e micro-ônibus climatizados, com ar. E não vamos cobrar tarifas até o problema ser resolvido”, disse o prefeito no vídeo publicado há um mês.

Eu queria saber se é possível climatizar sem ar, seria colocando gelo ou fogo?

 


Prefeitura de Vitória da Conquista não cuida do meio ambiente


Colégio Dom Climério URBIS VI

Construir um modo de vida que mantenha o planeta saudável é o desafio de cada habitante da Terra. Por isso as ações devem ser contínuas e imediatas. Algumas medidas simples podem contribuir para manter recursos naturais e não poluir local em que vivemos.

Fechar a torneira durante a escovação dos dentes, a limpeza do corpo no banho e enquanto se ensaboa pratos e talheres ao lavar a louça economiza água. Acostume-se com banhos curtos. O desperdício de água pode ser controlado em outras atividades como lavar o carro e dar descarga no banheiro.

O gasto de energia elétrica pode ser reduzido apagando as luzes quando saímos dos cômodos como quarto e cozinha. Aparelhos eletrônicos que não têm necessidade de ficarem ligados full time também podem ser descartados eventualmente, como ar condicionado, ventiladores, televisores, aquecedores e etc.

Outra sugestão é separar um dia da semana da para lavar a roupa. A economia gerada com isso é de energia e água. O mesmo poder ser feito para passar a roupa.

Para lidar com o lixo pratique a coleta seletiva. Separe o lixo da sua casa em embalagens diferentes para material orgânico, plástico, vidro e metal. Se na sua cidade não houver caminhão de coleta seletiva, você pode procurar um destino particular para esse conteúdo.

Lixos especiais como baterias, pilhas e óleo devem ser despachados para locais especializados, pois o contato deles com o solo pode contaminar o meio-ambiente. Normalmente, grandes empresas e prefeituras possuem locais determinados para o recolhimento desse lixo.

 

Essa atitudes elencadas acima dependem de cada um de nós, entretanto a outras que dependem da  Prefeitura, como podar árvores, cuidar das praças e ruas, no caso do município de Vitória da Conquista esse cuidado governamental se restringe aos logradouros centrais, a periferia, sempre fica ao  ” Deus dará” haja vista a situação da escola Dom Climério, onde não há poda das árvores e alunos alegam medo de assalto, do outro lado já na Praça Agenor Brito Santos, nas Amendoeiras,  no Alto Marton, uma praça totalmente abandonada pelo  Governo Municipal.