ADUSB faz carta ao Governo da Bahia

Carta Aberta ao governo da Bahia Na pessoa de seu Excelentíssimo Senhor Governador, Rui Costa Bahia, 03 de junho de 2019 Nós, docentes das Universidades Estaduais da Bahia – UNEB, UESB, UESC e UEFS –, nos dirigimos ao Governo do Estado da Bahia, na pessoa de Vossa Excelência, para expressar a importância ímpar do papel … Leia Mais


Caso Marielle: PM diz que mentiu ao apontar miliciano como mandante do crime

Em depoimento à PF, o Rodrigo Jorge Ferreira confessou que prestou falso testemunho com o objetivo de se vingar de Orlando Curicica Foto: Fernando Frazão/ Agência Brasil   Preso nesta sexta-feira (31) em uma operação do Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ), o policial militar Rodrigo Jorge Ferreira revelou que mentiu ao incriminar o miliciano Orlando … Leia Mais


Cori afirma que Reforma da Previdência só vai beneficiar aos banqueiros

Durante a Sessão Ordinária desta sexta-feira, 03, o vereador Prof. Cori (PT) fez o uso da tribuna para falar sobre a nova Reforma da Previdência do governo federal. Segundo o parlamentar, os maiores beneficiados da reforma, no Brasil, serão os banqueiros e que o governo de Jair Bolsonaro utiliza justificativas falsas para conseguir a aprovação … Leia Mais


Rui entrega recuperação de 47 quilômetros da BA-245 em Marcionílio Souza

  O turismo, o escoamento da produção rural, a circulação de mercadorias pesadas, como móveis e materiais de construção nos municípios da Chapada Diamantina, estão facilitadas com a recuperação do trecho da BA-245, entregue pelo governador Rui Costa nesta quarta-feira (17), em Marcionílio Souza. O governador diz ter orgulho de inaugurar mais 47 quilômetros de … Leia Mais


Ministro da Defesa afirma que assassinato de músico no RJ por militares do Exército foi “fato isolado”; mas uma vida foi perdida


O músico, de 51 anos, foi enterrado na manhã desta quarta-feira (10), no Cemitério Ricardo de Albuquerque, na zona norte do Rio

O ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, disse nesta quarta-feira (10), em uma audiência na Câmara dos Deputados, que a morte do músico Evaldo dos Santos Rosa, alvejado por militares do Exército no Rio de Janeiro, “foi um fato isolado”.

“Eu acho que foi um acidente lamentável, triste, mas foi um fato isolado no contexto das operações que os militares brasileiros foram envolvidos até agora e será apurado até as últimas consequências”, disse.

O músico, de 51 anos, foi enterrado na manhã desta quarta-feira (10), no Cemitério Ricardo de Albuquerque, na zona norte do Rio.

O procurador Luciano Moreira Gorrilhas, do Ministério Público Militar, afirmou que os nove militares presos preventivamente confessaram que atiraram e confirmou que o número de disparos chegou a 80..

Entre outros esse é um grande problema de governos que entendem que o militar pode tudo, 8o disparos não é coisa normal, é EXECUÇÃO,  Imagine se não houvesse whats app, Imprensa, fatos com esse aconteceriam todo dia.


Morre Heleusa Câmara; uma importante mulher na história de Vitória da Conquista


Foto: BLOG DO ANDERSON

A Bahia se despede de um dos ícones da Educação. Internada no Hospital São Vicente de Paulo desde o mês passado, faleceu no início da noite deste domingo (6), aos 74 anos, Heleusa Figueira Câmara. Professora da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), Heleusa foi secretária municipal da Educação e tinha a sua cadeira na Academia Conquistense de Letras.

Na reportagem acima o BLOG DO ANDERSON destaca um pouco dessa brilhante figura que deixa o seu legado à Cultura e Educação de Vitória da Conquista.

Nossa história, nossa gente: Heleusa Figueira Câmara, uma linda mulher culta

 0

1973
1973

Uma mulher bela é uma dádiva dos deuses. Uma mulher culta é um dom divino. E quando as duas coisas se juntam, então, numa só mulher? Só sendo uma Opus Dei (uma Obra de Deus) feita no capricho. Assim é Heleusa Figueira Câmara, nascida no dia 14 de maio de 1944 em Vitória da Conquista. Poetisa, contista, teatróloga e professora titular da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), além de uma linda mulher.

Festa de 15 anos
Festa de 15 anos

Filha do médico Ubaldino Gusmão Figueira e da professora Maria Stella Moraes Figueira, é de formação religiosa protestante (batista), recebeu uma educação familiar muito conservadora. Casou-se em 1963, com o engenheiro civil Almir Querino Câmara e após o nascimento de seus filhos Diana, Mônica, Danilo e Verônica, voltou aos estudos. Em 1974 prestou vestibular para o Curso de Letras, na Faculdade de Formação de Professores de Vitória da Conquista, tendo concluído a licenciatura na Fundação Educacional do Nordeste Mineiro. Em 1981, tornou-se professora da UESB. Especialista em Língua Portuguesa – Redação PUC/MG (1983); Mestre em Ciências Sociais pela PUC/SP (1999); Doutora em Ciências Políticas PUC/SP (2005). Na Uesb chegou a ser Vice-Reitora. (mais…)


Omissão do Judiciário leva à morte uma em cada 10 vítimas de tortura, diz relatório


Intitulado “Tortura em Tempos de Encarceramento em Massa”, um relatório produzido e divulgado neste fim de semana pela Pastoral Carcerária denuncia a omissão do Judiciário em termos de investigação, punição e reparação sobre ocorrências de tortura no sistema carcerário. O trabalho monitorou denúncias de 175 casos de tortura nos últimos quatro anos, sem que qualquer um deles tenha se desdobrado em abertura de ação penal para apuração de crime.  Do total de ocorrências de tortura, 10% das vítimas morreram.

A entidade detectou os seguintes problemas no sistema carcerário: agressão física, prática mais atrelada à tortura (58% dos casos); condições degradantes das estruturas prisionais (41%); negligência na prestação de assistência material, como alimentação, vestuário, produtos de higiene e roupa de cama (35%). A negligência na prestação de assistência à saúde foi detectada em 33% dos casos, e em outros 15% foi relatada a utilização de armas de fogo ou de menos poder letal como instrumento potencializador do sofrimento.

Leia a íntegra do relatório

A Pastoral Carcerária também constatou a ocorrência de tratamentos humilhantes ou degradantes impostos a familiares dos detentos, como revista vexatória durante visitas no cárcere. O que também é comum, revela o documento, é o uso de parentes, principalmente mulheres, como instrumento de punição aos presidiários – os abusos consistem, por exemplo, em restrições indevidas impostas às visitas e obstáculos colocados por carcereiros à entrega de alimentos e produtos de higiene. Trata-se de maus tratos indiretos aos apenados, diz a entidade.

“Nos seis casos em que consta alguma forma de violência sexual, chama atenção que a maioria envolvia mulheres como vítimas. Deste total, constam dois casos de estupro, uma denúncia de empalação, e três casos de ‘procedimentos’ envolvendo nudez forçada diante de outros presos e servidores, inclusive um em que as genitálias das presas teriam sido fotografadas como forma de humilhação e aplicação de castigo”, diz trecho do relatório, referente aos “tipos de violência”.

A Defensoria Pública foi acionada pela Pastoral Carcerária em 82% dos casos detectados. Já o Ministério Público foi notificado em 61% dos casos e a Justiça, em 46% das denúncias. Nenhuma das denúncias se desdobrou em ação penal para apuração de crime (fase seguinte ao inquérito), ou seja, nenhum agente público foi responsabilizado durante os procedimentos judiciais e disciplinares.

“As práticas torturantes, por sua vez, evoluíram, com novas técnicas que não deixam marcas, uso de armas menos letais, grupos de intervenção que agem acobertados pelo anonimato, técnicas sofisticadas de isolamento e desestruturação mental, privações de direitos e serviços básicos, e tantas
outras formas de imposição de sofrimento físico e psicológico agudos”, constata a organização.

Letra morta

Uma das principais conclusões do trabalho é que os ditames da Resolução 49/2014, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), e da Recomendação 31/2016, do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), têm sido descumpridos em ampla escala. Os comandos normativos reúnem padrões internacionais de investigação e documentação dos casos de tortura e outras modalidades de tratamento desumano reunidos no Protocolo de Istambul, documento oficial das Nações Unidas formulado em 1999. (mais…)


Chanceler de Bolsonaro diz que maduro não será convidado para posse


O futuro ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, afirmou neste domingo (16), em sua conta no Twitter, que o presidente venezuelano Nicolás Maduro não foi convidado para a posse do presidente eleito, Jair Bolsonaro, no dia 1º de janeiro; a atitude pode antecipar um rompimento de relações diplomáticas, já que é uma demonstração de hostilidade. Os termos da comunicação de Araújo no Twitter são ofensivos e uma provocação

 O futuro ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, afirmou neste domingo (16), em sua conta no Twitter, que o presidente venezuelano Nicolás Maduro não foi convidado para a posse do presidente eleito, Jair Bolsonaro, no dia 1º de janeiro.

A atitude pode antecipar um rompimento de relações diplomáticas, já que é uma demonstração de hostilidade. Os termos da comunicação de Araújo no Twitter são ofensivos e uma provocação.

“Em respeito ao povo venezuelano, não convidamos Nicolás Maduro para a posse do PR Bolsonaro. Não há lugar para Maduro numa celebração da democracia e do triunfo da vontade popular brasileira. Todos os países do mundo devem deixar de apoiá-lo e unir-se para libertar a Venezuela”, escreveu em um post na rede social.

Bolsonaro e Araújo já criticaram o governo do presidente Maduro em outras ocasiões, mas disseram que o Brasil vai continuar a acolher os venezuelanos que entrarem no país.


Assessora de Bolsonaro era personal trainer de celebridades e atendia em horário de expediente; ninguém foi enganado, se elegeu pra isso mesmo


Nathalia Melo de Queiroz esteve lotada no gabinete do presidente eleito entre 2016 e 2018. Ela é filha de Fabrício José de Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro citado em relatório do Coaf.

 Ex-assessora parlamentar de Flávio Bolsonaro trabalhava como personal trainer

Ex-assessora parlamentar de Flávio Bolsonaro trabalhava como personal trainer

Às cinco da tarde do último dia 20 de abril, atletas e celebridades se reuniram para a inauguração da clínica do Dr. Márcio Tannure, chefe do departamento médico do Flamengo e especialista em medicina esportiva. Entre os convidados, o meia Diego, o ex-jogador Zico e o sambista Dudu Nobre.

Um dos destaques da nova clínica era o equipamento de eletroestimulação muscular e, para mostrar como ele funciona, estava ali a personal trainer Nat Queiroz, representando a equipe de Chico Salgado, treinador de celebridades. A mesma Nat aparece em fotos publicadas em redes sociais por artistas como Bruno Gagliasso e Bruna Marquezine.

Nat Queiroz também atende por Nathalia Melo de Queiroz, que entre dezembro de 2016 e outubro deste ano, era secretária parlamentar lotada no gabinete de Jair Bolsonaro na Câmara dos Deputados. A informação de que ela atuava como personal trainer ao mesmo tempo em que estava lotada nos gabinetes foi divulgada pelo site o Antagonista e pela Folha de São Paulo.

O nome de Nathalia se tornou público após ela aparecer no relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) que apontou uma movimentação atípica na conta do pai dela, Fabrício José de Queiroz. Fabrício foi motorista do gabinete de Flávio Bolsonaro até o último mês de outubro.

De acordo com o relatório, Nathalia, que também trabalhava no gabinete de Flávio Bolsonaro, tinha uma renda mensal de R$ 10.502,00 e transferiu, no intervalo de 13 meses, R$ 84.110,00 para uma conta do pai. As informações do Antagonista e da Folha de São Paulo foram confirmadas pelo blog, que obteve mais detalhes.

Em abril, mês da inauguração da clínica, ela ocupava no gabinete de Jair Bolsonaro na Câmara dos Deputados um posto nível SP 20, o que lhe garantia uma renda bruta mensal de R$ 10.088,42, com rendimentos líquidos de R$ 7.733,21.

(mais…)


Novo ministro do Meio Ambiente citou munição de fuzil como ‘solução’ para MST


Nas eleições, o candidato a deputado derrotado Ricardo Salles, do partido Novo, pregou “tolerância zero” contra “esquerdistas” propôs caça a javalis

Foto: Arquivo Pessoal/Instagram
Foto: Arquivo Pessoal/Instagram

 

O advogado Ricardo Salles (Novo), ex-secretário do Meio Ambiente de São Paulo na gestão de Geraldo Alckmin (PSDB), assumirá o comando do Ministério do Meio Ambiente em meio a antigas polêmicas. Além de ser alvo de ação de improbidade administrativa e ser acusado de manipular mapas de obra ambiental do Rio Tietê, nas eleições deste ano, Salles defendeu o uso de munição de fuzil contra a “esquerda” e  membros do “MST” (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra).

Derrotado nas urnas na tentativa de se eleger deputado federal em São Paulo, o “santinho” de Salles mostra a imagem de munições de arma de fogo como “solução” para diferentes problemas. Não só o “MST”, mas o líder do Movimento Endireita Brasil indicado pelo presidente eleito Jair Bolsonaro defende o extermínio da “praga do javali”.

O futuro ministro do Meio Ambiente estende a sua política de “tolerância zero” contra “roubo de trator, gado”, assim como “contra a bandidagem no campo”. O discurso adotado e o próprio número escolhido para as eleições foram motivos de crítica dentro do próprio partido Novo, que teve João Amoedo como candidato à Presidência.

Em agosto, após repercussão do “santinho” de Ricardo Salles, o Novo utilizou também o Twitter para informar que “não compactua com qualquer insinuação ou apologia à violência”. A legenda disse não aprovar a “mensagem” compartilhada pelo advogado, e que o seu pensamento “diverge” da posição tomada pelo Novo.

O número escolhido por Ricardo não foi por acaso. A munição calibre .30-06 é amplamente utilizada em fuzis ainda hoje. Ela surgiu nas forças armadas americanas na década de 60, durante a Guerra do Vietnã.


Morre José Trindade, o “bandola”, aos 88 anos


Morreu aos 88 anos o músico José Trindade, conhecido como “bandola”, numa alusão ao seu instrumento musical preferido, o bandolim.

“Bandola” acompanhava diversos músicos nos antigos carnavais de Conquista e região. Ele estava internado há cinco dias no Hospital São Vicente de Paulo, em Vitória da Conquista. O músico e vereador Danillo Kiribamba lamentou a perda em suas redes sociais. O velório acontece na Avenida Presidente Dutra, casa 1246, no Bairro Jurema.